logo
rss  Vol. XX - Nº 353         Montreal, QC, Canadá - domingo, 17 de Novembro de 2019
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Norberto Ponte, Presidente da NELAG

<<Necessitamos Investidores>>

Por Raul Mesquita

Cidade situada na costa sudoeste da Ilha de São Miguel, conta cerca de 15 mil habitantes que se ocupam principalmente da agricultura e duma grande variedade de serviços públicos, restauração típica e internacional, nos 45,57 km² de superfície. A aglomeração de que é sede, é constituída por cinco freguesias — Água de Pau; Cabouco; Ribeira Chã; Nossa Senhora do Rosário e Santa Cruz. Estas duas últimas, estão no interior dos seus limites municipais. Vizinha da capital económica e administrativa da Ilha, a cidade de Ponta Delgada, Lagoa foi elevada a cidade por decisão do Parlamento Açoriano em março de 2012.

Tem um interessante Centro Histórico possuindo vasto património, onde se destaca a Igreja Nossa Senhora do Rosário, edifício do século XVII, com três naves e um belíssimo órgão, perto do qual se encontra um conjunto de esculturas de inspiração épica, da autoria de Joaquim Machado de Castro. O Convento dos Franciscanos, na freguesia de Santa Cruz, é outro dos monumentos que orgulham os cidadãos Lagoenses, pelo volume das suas formas datando dos séculos XVII e XVIII, com largo jardim e igreja de estilo barroco, com portal ladeado de lindas colunas trabalhadas. Muito próximo, nas freguesias vizinhas, vários outros monumentos dão cunho de riqueza patrimonial à região.

Germinada a várias cidades americanas está igualmente associada a uma congénere no Brasil, outra em Cabo-Verde, a Lagoa no Algarve e a Sainte Thérèse no Québec, Canadá.

Fabrica de sabao Foto 3.jpg
Fábrica do sabão, em Rosário, Lagoa.
Foto  - LusoPresse

Porque efetuamos um trabalho informativo sobre esta última germinação, quisemos falar com Norberto Ponte, nascido na freguesia de Santa Cruz, sócio-gerente do Restaurante O Carlos, restaurante-cervejaria e grelhados com vista sobre o mar e excelente cota de apreciação da clientela, que sendo herança paterna, conhece bem há cerca de 30 anos sendo presentemente, Presidente da NELAG. Logo de início e em resposta à nossa primeira interrogação, ficamos sabendo que NELAG é um núcleo de comerciantes da Lagoa, contando 150 associados em vários domínios de atividade que vão da construção civil, serviços de mecânica, indústrias, transformação de carnes, etc., até todos os restaurantes da cidade.

Mesmo se principalmente o organismo serve para ajudar a promover os comerciantes e industriais associados, a NELAG já ultrapassou fronteiras, tendo estado representada em Toronto, Canadá, há cerca de 15 anos, num certame bastante concorrido que facilitou e impulsionou a criação duma empresa de limpezas na Lagoa, criadora de mais de 100 empregos, estando disponíveis para qualquer intercâmbio nacional ou internacional, e teriam muito gosto se fosse possível uma troca de produtos ou serviços, com a cidade de Sainte-Thérèse.

Por outro lado, têm sido assinados protocolos com várias instituições, prevendo o futuro e com preocupação de dar mais-valias aos seus concidadãos, sejam a nível da formação, com escolas profissionais ou de saúde, no respeitante à medicina no trabalho, entre outros.

O dinamismo existe, a região é atraente, o que é que falta à Lagoa? — perguntamos ao nosso convidado. Norberto Ponte não hesitou. Sem delongas disse-nos: «O Turismo, sendo a indústria do presente que mais tem ajudado o país em geral, está mal servido na Lagoa, como em outros locais dos Açores. Faltam acomodações. Temos o mar, regiões lindas e agradáveis, uma restauração bastante apreciada e de qualidade, mas não temos camas para reter os visitantes. Temos que captar investimento. Nacional ou internacional. Necessitamos investidores que possam construir um hotel na Lagoa, a fim que o turismo se desenvolva e proporcione mais desenvolvimento à região. Com um hotel de 300 camas, poderemos garantir um serviço único a quem nos queira visitar. Mas é indispensável que esse investidor apareça e torne realidade um sonho, ao mesmo tempo que rentabilizará facilmente o seu investimento. Temos tudo. Boa vontade e gente capaz. Falta o hotel. E, para eventuais interessados, posso afirmar que muitas facilidades serão concedidas a quem queira ultrapassar o desafio, que irão de várias isenções à possibilidade de subsídios camarários ou outros».

Fica a proposta. Aos interessados de se mostrarem.

Terminamos, esperando que isso aconteça brevemente. Lagoa merece o esforço e é bem capaz de utilizá-lo a contento. Gratos a Norberto Ponte pela colaboração.

disse-nos: falta um espaço e as aspas estão ao contrário

Especial
Cidade situada na costa sudoeste da Ilha de São Miguel, conta cerca de 15 mil habitantes que se ocupam principalmente da agricultura e duma grande variedade de serviços públicos, restauração típica e internacional, nos 45,57 km² de superfície. A aglomeração de que é sede, é constituída por cinco freguesias — Água de Pau; Cabouco; Ribeira Chã; Nossa Senhora do Rosário e Santa Cruz. Estas duas últimas, estão no interior dos seus limites municipais. Vizinha da capital económica e administrativa da Ilha, a cidade de Ponta Delgada, Lagoa foi elevada a cidade por decisão do Parlamento Açoriano em março de 2012.
NORBERTO PONTE Lagoa.doc
no
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2019