logo
rss  Vol. XX - Nº 350         Montreal, QC, Canadá - sábado, 28 de Março de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Senhor Santo Cristo de Montreal

Festas revigoradas

Anália Narciso

Por Anália Narciso

As Festas do Senhor Santo Cristo de Montreal revigoraram-se este ano mercê, talvez, da boa temperatura verificada. E também da boa organização, diga-se, agora nas «mãos» de Ildeberto Silva, não fosse ele o coordenador do maior evento religioso comunitário.

Tudo começou na sexta-feira, com a peça teatral «O Culto ao Senhor Santo Cristo», da autoria de Emanuel Martins e de Filomena Amorim, e levada efeito na própria igreja. A peça, por sinal muito concorrida – faltou muito pouco para encher toda a igreja – focava a história das Festas do Senhor Santo Cristo desde os seus primórdios, estamos a falar por volta de 1700, e todo o mistério que as envolveram. Tudo par causa de uma freira Clarissa, que se devotou completamente à imagem do «Ecce Homo». Foi de resto Teresa da Anunciada que com a ajuda do povo organizou a primeira procissão do Senhor Santo Cristo, dos Milagres a partir de certa altura, por ocasião de um abalo telúrico.

DSC_0050.JPG
Foto Franco Rodriguez - LusoPresse

No desenvolvimento da peça, percebe-se ainda a dificuldade que a Irmã Teresa teve para impor a sua visão das coisas, mesmo perante a Madre Superiora. Também se vê toda a evolução dos acessórios em volta da imagem e do próprio andor.

Os comediantes, apesar de amadores, deram perfeitamente conta do recado e por isso estão todos de parabéns.

Procissão no domingo

A procissão saiu às 16 horas de domingo depois da missa, que teve presença do Arcebispo de Montreal Monsenhor Lépine. Contou com as três bandas filarmónicas do Quebeque – Portuguesa de Montreal, do Divino Espírito Santo de Laval e de Nossa Senhora de Fátima de Gatineau. Vários grupos comunitários, os Romeiros. O cônsul-geral de Portugal, José Guedes de Sousa, também incorporou o desfile. Muitas promessas e o bom sol a ajudar.

Recorde-se que o cortejo saiu de Santa Cruz, subiu a rua Clark, virou na rua Villeneuve e desceu a St-Urbain até se recolher. O parque da igreja, no momento da entrada da imagem no templo, bonito foi vê-lo cheio. Para quem diz que estas festas estão em declínio constante, foi uma boa prova do contrário.

santo cristo anjo.JPG
Foto David Boulineau - LusoPresse

Procissão recolhida, os presentes tiveram muito por onde escolher. No palco principal, a atuação das Filarmónicas, um momento sempre muito esperado por grande parte dos amantes destas festas. Os mais jovens, mais propensos à música moderna, na cave da igreja estiveram, nomeadamente, Jimmy Faria – um habitual destes serões –, e o DJ New Touch.

Bonito espetáculo

Mas o grande espetáculo das festas aconteceu no sábado, com a presença de Toy, o cantor de Setúbal que já correu meio mundo. Cantou belíssimas melodias do seu reportório e até improvisou algumas cantigas, nomeadamente dirigidas aos organizadores e aos presentes, sabendo ele que estava perante uma plateia maioritariamente de índole açoriana. A resposta não podia ter sido melhor, como ele disse à reportagem da LusaQ TV.

Antes, porém, atuou o conjunto Dance Knights, do qual é sua vocalista a lusodescendente Ruth Amorim.

Cantando praticamente só em inglês e francês, a verdade é que o público hesitou no apoio espontâneo, como mereceriam as suas boas melodias. Para uma próxima vez, como nos disse alguém a nosso lado, a Ruth tem de ter algum reportório em português.

Nova capa

santo cristo promessas.JPG
50 anos de Festas - Imagens das Festas do Santo Cristo do passado fim de semana, em Santa Cruz.
Foto David Boulineau - LusoPresse

Ainda no sábado, naturalmente que antes do arraial, a imagem do Senhor Santo Cristo saiu da igreja para dar a sua habitual volta ao recinto de Santa Cruz e depois ganhar lugar para sair no domingo.

De particular no sábado foi o render da guarda da capa antiga pela nova, trazida por Sandra Silva, filha de Ildeberto Silva e Maria da Graça Vieira. Aos poucos, o Senhor Santo Cristo de Montreal vai ganhando os seus galões. Ao que nos disseram, andor novo, capa nova e, sobretudo, a feitura de um novo habitat, por meio da Capela nova. Não se pode pedir mais...

José de Freitas

Notícia triste recebida durante as festas foi a morte do padre José de Freitas, madeirense que paroquiou na comunidade durante muitos anos.

Destaque
As Festas do Senhor Santo Cristo de Montreal revigoraram-se este ano mercê, talvez, da boa temperatura verificada. E também da boa organização, diga-se, agora nas «mãos» de Ildeberto Silva, não fosse ele o coordenador do maior evento religioso comunitário.
Senhor Santo Cristo de Montreal.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020