logo
rss  Vol. XIX - Nº 339         Montreal, QC, Canadá - quarta-feira, 08 de Abril de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Na reta final da Major League Soccer

Impacto eliminado

Norberto Aguiar

Por Norberto Aguiar

As meias-finais da liga norte-americana de futebol (Major League Soccer) terminaram com a eliminação das duas equipas canadianas que ainda estavam em prova: o Impacto de Montreal e o Whitecaps de Vancouver.

Depois de um belo jogo em Montreal, onde a vitória (2-1) sorriu aos homens de Mauro Biello, a verdade é que, no segundo jogo, agora disputado em Columbus, no Ohio, o Impacto não foi capaz de segurar o 2-1 caseiro, vindo a perder por 3-1, resultado que levou os azuis e pretos a ficarem pelo caminho numa altura em que estavam perto de fazer um pouco mais de história... Quando se pensa que os montrealenses foram eliminados por um simples golo de diferença, deixa pena, muita pena!

Mas há que ter a coerência necessária para admitir que o Crew acabou por merecer ganhar. Marcou mais golos que os quebequenses e até foi superior no jogo jogado. Não foi muita a diferença, mas foi a suficiente para, a esta hora, o Crew estar à espera do embate com o Red Bull de Nova Iorque, a melhor equipa da época, sem sombra de dúvidas, na disputa da final da Zona Este – o vencedor disputa depois a grande final diante do representante da Série Oeste da MLS.

biello.jpg
Mauro Biello. Sports Ilustrated.

Mas para uma equipa que chegou a estar embrulhada em maus resultados no decorrer da época, a disputa de duas eliminatória de fim de ciclo acabam por ter mérito que, por sua vez, terá de ser distribuído pelo seu plantel, nitidamente mais influente desde a chegada do grande jogador que é Didier Drogba!

Recorde-se que o Impacto está nesta liga somente há quatro anos, sendo esta a segunda vez que chega às eliminatórias. Foi em 2013 que o Impacto acedeu a este mini-torneio de fim de temporada, embora tivesse ficado então pelo primeiro confronto.

Com 51 pontos, o que lhe deu direito ao terceiro lugar da Zona Este da MLS, a melhor posição alcançada nestes quatro anos de aventura na primeira liga de futebol do Norte da América, o Impacto terminou a época de 2015 com a disputa de duas eliminatória – uma da final de zona –, tendo vencido uma, contra os compatriotas do Toronto FC, e perdido a outra, contra o Columbus Crew, formação muito bem estruturada e que acabou a temporada na segunda posição, a sete pontos do Red Bull e com mais dois do que o Impacto.

Analisando o percurso do Impacto um pouco à distância e de maneira simplista diremos que caso Didier Drogba tivesse chegado um tudo nada mais cedo e o Impacto, a esta hora, podia estar a viver outro tipo de situação, quem sabe...

Maior deceção

Maior deceção foi a eliminação do Whitecaps de Vancouver, também em eliminatória referente às meias-finais... E porquê maior deceção? Porque nesta segunda eliminatória o Whitecaps, que havia ficado no segundo lugar (53 pontos) da sua zona, a sete pontos do Dallas FC acabou eliminado pelo Timbers de Portland ao perder, em casa, por 2-0, isto depois de ter ido a Portland arrancar um importante empate (0-0)... Se a derrota tivesse sido averbada em casa da equipa do Estado do Oregon, formação aguerrida e que terminou o campeonato de zona em igualdade de pontos (53) com os canadianos, seria então mais aceitável... Mas, como costumamos dizer, em futebol não há vencedores antecipados, principalmente numa liga como esta, que tem um nível de equilíbrio difícil de encontrar na maior parte dos países onde o futebol é rei e senhor...

Neste jogo decisivo, o Whitecaps, mesmo se atacou mais e por isso ficou a sensação de injustiça na sua eliminação, sofreu o golo fatal a poucos minutos do fim, matando assim definitivamente o labor da sua tentada e esforçada recuperação.

Restantes jogos

Nos outros dois jogos, o Red Bull Nova Iorque, que já havia ido vencer (1-0) à capital do país o DC United, voltou agora, em casa, a bater o seu rival, de novo por 1-0, mas não sem algumas dificuldades. O golo da vitória até apareceu nos minutos derradeiros da contenda, o que deixou pairar durante o encontro todo a possibilidade do DC United, num qualquer contra-ataque, acabar por marcar um golo que levasse a eliminatória para o prolongamento, ou até mesmo para a marcação das grandes penalidades... Assim não foi, e com justiça, pois os nova-iorquinos foram e são melhor equipa.

No Dallas FC x Sounders de Seattle a história repetiu-se e deu, de novo, um jogo espetacular, cheio de emoção, de resto resolvido através da marca de grande penalidade.

Em Seattle, como deixámos descrito aqui na nossa edição anterior, o embate foi decidido nos últimos quatro minutos, com um golo de bandeira, de livre, da autoria de Clint Dempsey, internacional americano. O remate foi ao ângulo da baliza de Jesse Gonzalez, um jovem de 20 anos que tem um futuro brilhante à sua frente.

Agora, no jogo em Dallas, tudo se resolveu na marca de grande penalidade, com os anfitriões a marcarem quatro golos contra apenas dois dos seus adversários... Mas isso só aconteceu depois do resultado dos 90 minutos, e de mais 30 no prolongamento, ter dado a vitória de 2-1 para o Dallas FC, equilibrando-se assim o score do primeiro jogo.

Jogo disputado entre o primeiro (60 pontos) e o quarto (menos 9 pontos), a verdade é que passou o Dallas FC, a equipa mais jovem da liga, a que conta com mais jogadores feitos nas suas equipas jovens, e aquela que talvez jogue o melhor futebol das 20 equipas da Major League Soccer, como podia ter passado o Seattle, a formação que bate todos os recordes de bilheteira com mais de 40 mil espetadores por cada partida.

Finais de Zona

As duas finais de zona, marcadas para o próximo domingo, darão certamente mais dois jogos espetaculares e onde os resultados são marcadamente imprevisíveis.

A primeira-mão da final de Este começa em Columbus, com o Crew a defrontar o Red Bull. Entre o primeiro e o segundo quem vai ganhar? Há dois jogos para se saber isso...

Na zona Oeste, o favoritismo vai para o Dallas, que vai a Portland neste primeiro jogo. Caso tenha algum percalço, os texanos têm o segundo jogo para se redimirem. Mas atenção que o Timbers é daquelas equipas de antes quebrar que torcer...

Pela lógica, daqui a duas semanas estaremos aqui a falar na grande final entre o Red Bull Nova Iorque contra o Dallas FC do Texas.

Desporto
As meias-finais da liga norte-americana de futebol (Major League Soccer) terminaram com a eliminação das duas equipas canadianas que ainda estavam em prova: o Impacto de Montreal e o Whitecaps de Vancouver.
Na reta final da Major League Soccer.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020