logo
rss  Vol. XIX - Nº 338         Montreal, QC, Canadá - sexta-feira, 03 de Abril de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

SATA sublinha segurança...

E desvaloriza polémica

SATA logo.jpg

A SATA Internacional, no âmbito da polémica levantada por um comandante, que indicou que os aviões da companhia A310 estão «completamente obsoletos», pondo em causa, inicialmente, a segurança e depois retificando para a falta de conforto, solicitou à Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) uma auditoria, para que não subsistissem dúvidas sobre a segurança da sua operação.

Neste seguimento, a ANAC acaba de se pronunciar afirmando que todas as auditorias e inspeções realizadas por esta entidade à SATA Internacional estão em conformidade com as regras de segurança operacional nas suas diversas áreas.

A Autoridade Nacional da Aviação Civil sublinha ainda que estão reunidos todos os requisitos de aeronavegabilidade necessários à continuação do exercício da atividade da transportadora.

«A segurança e a continuidade da operação da SATA Internacional esteve sempre assegurada. Solicitamos à ANAC que se pronunciasse sobre este assunto, pois é fundamental que não restem dúvidas sobre a segurança existente em qualquer operação da SATA Internacional. O respeito pela segurança é o fator mais importante para a nossa Companhia e todo o trabalho realizado neste sentido não pode ser minimizado por declarações que levantam polémicas sem fundamento», afirma Luís Parreirão, Presidente do Grupo SATA.

«Os aviões A310 do grupo podem operar em qualquer parte do mundo, de acordo com a certificação da ANAC, sendo toda a operação também certificada pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), a Agência Europeia de Segurança da Aviação (EASA) e sempre cumpriu com exigentes jurisdições: europeia, canadiana e norte-americana», sublinha Luís Parreirão.

Também o Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) comunicou ontem que se demarca de opiniões que ocasionalmente possam ser proferidas, a título individual, por um dos seus pilotos e que estas não vinculam a organização, sublinhando o trabalho que as companhias áreas portuguesas têm feito no campo da segurança aérea.

A SATA Internacional mantém-se assim focada no reforço da sua estratégia de desenvolvimento, continuando a ter como eixo principal a segurança operacional, e em breve irá apresentar a renovação da sua frota que visa aumentar a capacidade da companhia, já sob a designação de Azores Airlines.

Açores
A SATA Internacional, no âmbito da polémica levantada por um comandante, que indicou que os aviões da companhia A310 estão «completamente obsoletos», pondo em causa, inicialmente, a segurança e depois retificando para a falta de conforto, solicitou à Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) uma auditoria, para que não subsistissem dúvidas sobre a segurança da sua operação.
SATA sublinha seguranca.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020