logo
rss  Vol. XIX - Nº 329         Montreal, QC, Canadá - terça-feira, 25 de Fevereiro de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Câmara de Lagoa

Iniciativa «Laço humano»

No seguimento de um convite recebido pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Lagoa, Presidente, vereadores, bem como funcionários e colaboradores do edifício da Autarquia Lagoense, juntaram-se à iniciativa em reproduzir um laço humano-azul, como forma de consciencializar a sociedade sobre os maus-tratos nas crianças a que ainda se assiste nos nossos dias.

Assim, juntaram-se no exterior do edifício dos Paços do Concelho, formou-se um laço humano, onde todos se vestiam de azul. O laço humano fotografado integrará uma exposição intitulada «Abril: Mês da Prevenção dos Maus Tratos – Lagoa Faz a Diferença».

De referir que, a Campanha do Laço Azul iniciou-se em 1989, nos E.U.A. quando uma avó amarrou uma fita azul à antena do seu carro «para fazer com que as pessoas se questionassem». A história que Bonnie Finney contou aos elementos da comunidade que se revelaram «curiosos» foi trágica e retratava os maus-tratos que a sua filha e genro faziam à sua neta. Note-se que o neto já havia morrido na sequência desses maus-tratos. E porquê o laço azul? Porque apesar do azul ser uma cor bonita, Bonnie Finney não queria esquecer os corpos batidos e cheios de nódoas negras dos seus dois netos. O azul servir-lhe-ia como um lembrete constante para a sua luta na proteção das crianças contra os maus-tratos.

Açores
No seguimento de um convite recebido pela Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Lagoa, Presidente, vereadores, bem como funcionários e colaboradores do edifício da Autarquia Lagoense, juntaram-se à iniciativa em reproduzir um laço humano-azul, como forma de consciencializar a sociedade sobre os maus-tratos nas crianças a que ainda se assiste nos nossos dias.
Camara de Lagoa.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020