logo
rss  Vol. XIX - Nº 324         Montreal, QC, Canadá - domingo, 16 de Fevereiro de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Da diáspora

Nasce associação de órgãos de comunicação social

Lisboa – A Plataforma - Associação dos Órgãos de Comunicação Social Portugueses no Estrangeiro será oficializada e apresentada ao público quinta-feira, em Lisboa, disse um dos cofundadores, Carlos Pereira.

«Sempre se falou na necessidade de se criar uma estrutura para os órgãos de comunicação social portugueses no estrangeiro», declarou à Lusa Carlos Pereira, diretor do LusoJornal, editado na França e na Bélgica.

De acordo com o cofundador da Plataforma, vários representantes de órgãos de comunicação social portugueses no estrangeiro reuniram-se em fins de julho, no Luxemburgo e decidiram criar uma associação.

Os representantes dos Média portugueses no estrangeiro vão agora estar reunidos entre quinta e sexta-feira em Lisboa, segundo Carlos Pereira.

«O grupo de fundadores desta estrutura vai juntar-se em Portugal, pela primeira vez, para oficializar esta estrutura no país e também vamos iniciar o recrutamento de novos membros para a associação», afirmou.

«O objetivo, numa primeira fase, é de conhecermo-nos e, também, trocar material entre os nossos meios de comunicação. Se estivermos numa estrutura, é mais fácil partilhar os nossos conteúdos. Isto só pode vir a enriquecer o nosso trabalho», argumentou.

De acordo com Carlos Pereira, outros dos objetivos é fazer ações comerciais de forma a gerar resultados comerciais para os nossos respetivos órgãos de comunicação social».

«Uma terceira vertente é de, por assim dizer, defender os nossos interesses junto das estruturas de autoridade portuguesas», referiu ainda.

O cofundador da organização disse que a Plataforma «poderá resolver problemas inerentes a todos, como com as carteiras de jornalistas que possuímos dos nossos países de acolhimento, que muitas vezes não são aceites em Portugal, ou em relação a estágios que não são reconhecidos».

Segundo Carlos Pereira, irão deslocar-se a Portugal os fundadores desta estrutura, representando órgãos de comunicação portugueses (televisão, rádio, imprensa escrita e digital) em vários países.

Alguns dos órgãos de comunicação que já fazem parte desta associação são a Tribuna de Macau (Macau), a Gazeta Lusófona (Suíça), Portugal Post (Alemanha), Rádio WJFD (Estados Unidos), Mundo Lusíada (Brasil), TV Portuguesa Montreal (Canadá), O Século (África do Sul), Bom dia (Luxemburgo), As Notícias (Reino Unido), entre outros.

Em Portugal, a Plataforma vai ter sede na Associação Portuguesa de Imprensa.

Durante os dois dias de encontro, os membros da Plataforma vão encontrar-se com os secretários de Estado que tutelam as Comunidades, José Cesário, e a Comunicação Social, Pedro Lomba, além de um encontro com deputados e comissões parlamentares.

O grupo vai ainda organizar um debate, uma reunião com órgãos de comunicação portugueses e uma ação de promoção e de marketing.

comundade
Lisboa – A Plataforma - Associação dos Órgãos de Comunicação Social Portugueses no Estrangeiro será oficializada e apresentada ao público quinta-feira, em Lisboa, disse um dos cofundadores, Carlos Pereira.
Associacao Jornalistas Diaspora.doc
no
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020