logo
rss  Vol. XIX - Nº 323         Montreal, QC, Canadá - quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Taberna Portuguesa «F»

Um ano, déjà!

Norberto Aguiar

Por Norberto Aguiar

Todos ouviram falar na abertura do restaurante «F», do Grupo Ferreira, não há tempos muito recuados. Apareceu na Place des Festivals, um local da cidade de Montreal muito concorrido, por ter, culturalmente falando, um impacto muito grande no seio da sociedade montrealense, mesmo quebequense, não estivesse ela rodeada pelas grandes casas de espetáculo, como serve de exemplo a Place des Arts...

Ora, o restaurante «F» não conseguiu vingar nos moldes em que foi concebido e criado. E por que agora não interessa, nem sequer vamos falar nas suas causas e razões. O certo é que, há um ano, o Grupo Ferreira deu a volta ao texto e transformou o restaurante «F» em Taberna Portuguesa «F», criando-lhe um conceito ainda mais moderno, à base de petiscos portugueses, o que logo entusiasmou a clientela, como pudemos provar em reportagem recente que fizemos para o programa de televisão LusaQ TV...

No dia 11 de fevereiro último foi tempo de comemorar o primeiro aniversário da Taberna Portuguesa «F». Na ocasião, a sala, sem o mobiliário, encheu-se de gente de todas as origens e classes sociais para, junto com Carlos Ferreira, proprietário, e a filha Sandra Ferreira, diretora-geral do grupo, comemorar uma data que marca o novo arranque do moderno e bonito estabelecimento gastronómico.

Carlos Ferreira Taberna 1 IMG_0865.jpg

Empresários, banqueiros, profissionais, músicos, jornalistas, animadores de televisão deambularam pelo espaço da Taberna Portuguesa «F» naquele princípio de tarde de quarta-feira para dar os parabéns ao Carlos Ferreira e a toda a sua equipa, mas também para provar os seus famosos e gostosos petiscos, qual deles o mais sensacional. Se tivéssemos de opinar, não hesitaríamos em apontar para os feitos à base de marisco. Outros, como vimos, inclinaram-se para os grelhados, a começar pelas sempre apreciadas sardinhas, preparadas na grelha instalada à entrada da reputada casa.

Por muito agradável, os convivas deixaram-se ficar por tempo indeterminado, isto apesar do vaivém ter sido constante. Foi por isso que o chefe João Dias, atual obreiro mor da gastronomia dos restaurantes do Grupo Ferreira, quase nem tempo teve para corresponder às solicitações de que era visado.

Disponibilizados para acudir a toda e qualquer abordagem, sem nenhuma relutância, claro, estiveram a Sandra – já uma barra neste domínio! – E o seu progenitor Carlos.

Mais um prémio

Carlos Ferreira acabou de chegar de Portugal. Antes de lá ir tinha-nos dito que não era conveniente falar no que lá ia fazer... Mas, por portas e travessas sabíamos que ia receber mais um prémio. Confrontado com a nossa curiosidade, o Carlos fugiu à questão, não sem que nos tivesse dito que «é melhor esperar porque eu não sei a dimensão do que se trata. Pode ser qualquer coisa sem importância», atalhou ao mesmo tempo que apresentava um largo sorriso.

Carlos ferreira Taberna IMG_0870.jpg

De volta e abordado sobre o assunto no decorrer da festa do primeiro aniversário da Taberna Portuguesa «F», vimos um Carlos bastante alegre, disposto a responder às nossas perguntas.

«Sim, estou muito contente porque o prémio é de prestígio. Recebi-o como «Personalidade do ano» no âmbito da gastronomia e dos vinhos. Comigo foram agraciadas outras pessoas com carreiras e percursos importantes. A cerimónia foi realizada na cidade do Porto, numa gala anual dedicada à indústria vitivinícola e gastronómica».

Entretanto, com um pouco de pesquisa, chegámos às informações que queríamos, pois havia necessidade de vir em apoio aos dizeres do Carlos.

Desta forma soubemos que foram homenageados juntamente com o Carlos Ferreira, Dora Simões, presidente da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana, José Maria da Fonseca por ter tido o melhor vinho de 2014 (Moscatel Superior 2011), a cidade de Lisboa com o título Destino Gastronómico do ano, José Avilez, como Chefe de Cozinha do Ano, entre muitos outros, desde o Produtor do ano ao Enólogo do Ano, etc.

Resta-nos dar os parabéns ao Carlos Ferreira por mais esta importante distinção profissional.

Comunidade
Todos ouviram falar na abertura do restaurante «F», do Grupo Ferreira, não há tempos muito recuados. Apareceu na Place des Festivals, um local da cidade de Montreal muito concorrido, por ter, culturalmente falando, um impacto muito grande no seio da sociedade montrealense, mesmo quebequense, não estivesse ela rodeada pelas grandes casas de espetáculo, como serve de exemplo a Place des Arts...
Taberna Portuguesa.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020