logo
rss  Vol. XIX - Nº 323         Montreal, QC, Canadá - sábado, 11 de Julho de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Impacto de Montreal

Que nos trará a nova época?

Norberto Aguiar

Por Norberto Aguiar

Em 2014, ano que se pensava fosse o da confirmação do Impacto como equipa de topo da Major League Soccer, a formação montrealense acabou por ficar no último lugar do Campeonato composto por 19 equipas... É verdade que ganhou o Campeonato de Futebol do Canadá – prova disputada por cinco equipas – e que na Liga de Campeões da CONCACAF qualificou-se para os quartos-de-final, a serem disputados muito brevemente, mas nada que faça esquecer o que fez, melhor dizendo, o que não fez no decorrer do Campeonato da MLS 2014...

As razões, em nossa modesta opinião, tiveram a ver com a mudança de treinador, pois que de Marc Schaulibum para Frank Koplas, vai uma diferença assinalável... Aquele demonstrou ser um grande motivador, com conhecimentos técnicos e táticos evoluídos, de escola europeia, e já com trabalho feito em equipas suíças de primeiro plano. Ao invés, Koplas, de escola norte-americana, mais frio e também com pouca experiência de treinador, tendo praticamente dirigido uma única equipa, o Chicago Fire, antes de assumir o comando técnico do Impacto. O resto, por via disso mesmo, veio do relacionamento com alguns jogadores, onde o norte-americano não soube extrair todo o potencial, resultando que muitos elementos deixaram de render o que tinham rendido na temporada de 2013...

Piatti.jpg
Piatti é a grande vedeta do Impacto de Montreal para esta época de 2015, que tem início oficial marcado para o dia 24 de fevereiro, no México, em jogo referente aos quartos-de-final da Liga dos campeões da CONCACAF

Este ano, já com uma equipa totalmente escolhida por Frank Klopas, pois todos os novos jogadores, e são muitos, tiveram o seu aval, já que para além de treinador de campo ele também age como manager, o treinador não poderá dizer que está a trabalhar com escolhas que não são as suas. De resto, mesmo os jogadores que ficaram da época passada e que estão na equipa desde há anos, se ficaram no plantel de 2015 foi por sua decisão, não valendo, a partir de agora, qualquer subterfúgio...

No decorrer da temporada passada, com as coisas a correr muito malzinho, dispensaram-se jogadores; decidiu-se afastar o diretor-técnico, quando todos os analistas estavam à espera que quem deixasse o clube fosse o treinador... Frank Klopas, contra todas as expectativas, como se viu, acabou por ficar até ao fim do ano, apesar dos contínuos maus resultados.

Duka.jpg

Para 2015, ano que se prevê de transição, o Impacto tem forçosamente de fazer melhor do que o último lugar de 2014, quando concluiu a prova com somente 28 pontos.

Melhor estruturado, sobretudo pelo que não deve fazer este ano, mercê dos exemplos anteriores, o Impacto de Montreal, para esta época, sem se esperar que ganhe o Campeonato ou a Taça, tem obrigação de fazer muito melhor, logo com o apuramento para as eliminatórias de fim de ano como prioridade. Esta afirmação baseia-se num grupo de jogadores muito capaz, se bem que o ataque ainda nos deixe algumas dúvidas. Também a equipa técnica foi reforçada com o antigo jogador Concina, técnico que chegou de uma equipa vencedora, o DC United – ganhou a Zona Este do Campeonato em 2014.

Finalmente, somos de opinião que Frank Klopas nesta temporada que ora começa, não tem muito espaço de manobra senão levar a equipa às vitórias sob pena de ser posto borda fora...

Liga dos Campeões

O Impacto de Montreal está no México desde o dia 8 de fevereiro. Para preparar a pré-época mas também para jogar a primeira mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões da CONCACAF. O desafio, diante do Pachuca da Primeira Divisão mexicana, é no dia 24 de fevereiro. Já a segunda-mão, a disputar no Estádio Olímpico, em Montreal, é no dia 3 de março, às 20 horas.

Por ser um bom conjunto, o Impacto tem de fazer uma boa partida diante do Pachuca, sob pena de, depois, em Montreal, ficar sem possibilidades de recuperar a diferença de entre golos marcados e sofridos; com os tentos marcados fora, em caso de empate, a valerem por dois...

Pelo que temos lido, todos os elementos do Impacto estão confiantes num bom resultado, que até pode ser uma derrota pela diferença mínima de maneira que possa ser recuperada no jogo caseiro do dia 3 de março.

É aqui que entra o décimo segundo jogador, o público, que se exige marque presença nesta segunda-mão, enchendo as bancadas do Estádio Olímpico numa grande demonstração de apoio à equipa de forma a galvanizar os jogadores rumo à vitória, no jogo e na eliminatória, e que, depois, coloque o Impacto nas tão ambicionadas meias-finais.

Entretanto, assinale-se que o Impacto inicia a época MLS 2015 diante do campeão de Zona da época passada DC United em desafio a realizar no dia 7 de março, no Estádio Presidente Kennedy, em Washington, capital dos USA. O jogo será transmitido via televisão.

Desporto
Em 2014, ano que se pensava fosse o da confirmação do Impacto como equipa de topo da Major League Soccer, a formação montrealense acabou por ficar no último lugar do Campeonato composto por 19 equipas... É verdade que ganhou o Campeonato de Futebol do Canadá – prova disputada por cinco equipas – e que na Liga de Campeões da CONCACAF qualificou-se para os quartos-de-final, a serem disputados muito brevemente, mas nada que faça esquecer o que fez, melhor dizendo, o que não fez no decorrer do Campeonato da MLS 2014...
Impacto de Montreal.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020