logo
rss  Vol. XVIII - Nº 320         Montreal, QC, Canadá - segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Associação Musical de Lagoa...

Homenageia António Moniz Barreto com Festival de Bandas e Filarmónicas

No âmbito das comemorações do VII Aniversário da Associação Musical da Lagoa, o Cine Teatro Lagoense Francisco D’Amaral acolheu o Festival de Bandas e Filarmónicas «António Moniz Barreto», nos dias 28 e 29 de novembro.

Tratou-se de uma iniciativa de caráter cultural e musical, que contou com o imprescindível apoio da Câmara Municipal de Lagoa que, para além de comemorar mais um aniversário, teve por intuito prestar homenagem ao senhor António Moniz Barreto, pelo seu bom caráter e pelo amor que tinha à música, tendo feito parte de duas das filarmónicas do concelho, desde tenra idade.

No decorrer do festival realizou-se uma palestra sobre «A importância e atual realidade das Bandas Filarmónicas», que teve como oradores Sandra Moniz, presidente da Sociedade Filarmónica Estrela D’Alva, Graça Andrade, presidente da Sociedade Filarmónica Fraternidade Rural, Paulo Cordeiro, presidente da Sociedade Filarmónica Lira do Rosário, Aquiles Preto, diretor pedagógico da Associação Musical de Lagoa e Marco Torre, presidente da Federação de Bandas Filarmónicas dos Açores, tendo como moderadora a jornalista Graça Moniz.

Assim sendo, foram abordados temas como a necessidade de todas as bandas trabalharem em conjunto, com o objetivo de poderem garantir o seu futuro, uma vez que os desafios atuais são imensos. Outro assunto abordado foi a necessidade das Bandas Filarmónicas serem reconhecidas externamente, precisamente pelo seu importante papel na própria formação dos jovens.

Por outro lado, o papel social que estas têm na sociedade foi igualmente reforçado, uma vez que as Bandas Filarmónicas marcam a identidade, a tradição e os costumes de um povo.

Na ocasião, o diretor regional da Cultura reconheceu a dificuldade que o associativismo atravessa atualmente., pelo que o desafio futuro passa por apoiar estas bandas pelo seu mérito.

Nos dois dias de festival, participaram as bandas filarmónicas Estrela D» Alva de Santa Cruz, a Fraternidade Rural de Água de Pau, a Lira do Rosário de Nossa Senhora do Rosário e a Filarmónica União Progressista de Vila Franca do Campo.

Formalmente constituída no dia 30 de novembro de 2007, a Associação Musical de Lagoa tem como principal objetivo divulgar a cultura musical no concelho de Lagoa e funciona com duas valências: a Orquestra Ligeira e a Academia de Música. A Orquestra ligeira é composta por 15 músicos com seleção musical e direção artística de Rui Piques e a Academia de Música tem como responsável Aquiles Preto. A Academia leciona aulas de piano, saxofone, guitarra, acordeão, canto, entre outras.

Açores
No âmbito das comemorações do VII Aniversário da Associação Musical da Lagoa, o Cine Teatro Lagoense Francisco D’Amaral acolheu o Festival de Bandas e Filarmónicas «António Moniz Barreto», nos dias 28 e 29 de novembro.
Associacao Musical de Lagoa.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020