logo
rss  Vol. XVIII - Nº 319         Montreal, QC, Canadá - quarta-feira, 08 de Julho de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Major League Soccer

Quem serão os finalistas?

Norberto Aguiar

Por Norberto Aguiar

As meias-finais terminaram com o apuramento do Red Bull Nova Iorque e Revolution de Bóston, na zona Este, e o La Galaxy de Los Angeles e o Sounders de Seattle, na zona Oeste. Dos quatro qualificados, a única surpresa é a presença do Red Bull que depois de vencer (2-0) em casa o campeão de zona e terceiro da geral, o DC United, foi a Washington perder, é um facto, mas apenas por 2-1, valendo-lhe o golo marcado fora e que assim lhe deu o tão almejado apuramento.

Quanto ao seu parceiro da zona Este, o Revolution, que na primeira-mão já havia ido vencer (2-4) o Columbus Crew a sua casa, voltou a vencer, agora por 3-1, com mais uma boa exibição, isto para gáudio dos seus mais de 20 mil adeptos.

Quem passou por muitos calafrios foi o Sounders de Seattle, que há semanas havia terminado o Campeonato da MLS em primeiro lugar... Depois de um excelente empate (1-1) em casa do Dallas FC, o desafio da segunda-mão, no seu estádio, não deu senão outro empate (0-0). Também aqui, o Sounders valeu-se da sorte, e do golo marcado fora, quase obtido de forma milagrosa, visto os texanos do Dallas FC terem feito duas grandes partidas, a última em casa do adversário e que, por momentos, calou os mais de 50 mil espectadores presentes.

Donovan com bola.jpg
Landon Donovan mais uma espectacular exibição, coroada com mais três golos! Como vai ser triste deixar de ver um jogador desta estirpe nos estádios de futebol do Mundo a partir deste fim de ano...

Quem teve uma noite de sonho foi o La Galaxy de Los Angeles. Depois de ter ido a Salt Lake empatar (0-0) com o Real local, os galácticos produziram uma grandíssima exibição, que deu para golear o seu capacitado antagonista por 5-0! Foi realmente um resultado inusitado, sobretudo se olharmos às forças em presença. Mesmo se o La Galaxy tem mais prestígio que o Real Salt Lake, a verdade é que são duas equipas de valor muito idêntico, como provam os resultados entre elas. Na maior parte do tempo, os resultados são apertados e onde, muitas vezes, se trata do «ora ganhas tu, ora ganho eu»...

Mas para que a informação fique completa, temos de dizer que a goleada do Galaxy teve um obreiro: Landon Donovan! Foi ele com o seu hat-trick que simplesmente pulverizou o desafio, movendo todos os cordelinhos da sua equipa, ao ponto de ainda ser responsável pelo passe final de mais um golo e criado mais três ou quatro jogadas de antologia. A ponto de deixar o futebol profissional, mesmo se só tem 32 anos, Landon Donovan brilha a grande altura, como querendo dizer que deixa o futebol na plenitude das suas capacidades, que são as de melhor jogador americano de todos os tempos e um dos melhores do Mundo!

Jogos fratricidas!

Encontrados os finalistas de zona, há, depois, como se compreende, que encontrar os dois finalistas globais, da Major League Soccer, para que finalmente haja o verdadeiro e grande campeão, versão norte-americana. Recorde-se que o vencedor da Taça MLS de 2013 já ficou há muito pelo caminho, o Sporting Kansas City.

Vejamos, então, como se desenrolará os dois confrontos.

La Galaxy x Sounders

O primeiro jogo disputa-se domingo, em Los Angeles, porque o La Galaxy ficou, no Campeonato (2° lugar) atrás deste mesmo adversário. Se conseguir pôr em prática todo o seu potencial, o La Galaxy pode aspirar a ganhar o jogo. Para isso, Landon Donovan poderá ser decisivo, se a máquina engrenar e os seus oponentes não o massacrarem com faltas e afins. A defesa dos angelinos, onde alinham Omar Gonzalez, internacional americano que esteve no Brasil, e Penedo, talvez o melhor guarda-redes da Liga, também tem de estar atenta porque do outro lado também há um ataque perigosíssimo, formado por Martins e Dempsey. Esta dupla, este ano, tem feito muitos estragos e que já deu para ganhar a Taça dos Estados Unidos e o Campeonato.

Para aspirar à final da MLS, o La Galaxy tem que vencer este jogo e se possível por mais de um golo, o que não será fácil. No segundo jogo, na semana seguinte, em Seattle, perante esta boa equipa, apoiada por 70 mil espectadores, então é que a safra não será nenhuma pera-doce...

Red Bull x Revolution

Se há uma equipa que está numa fase plena é bem o Revolution, que acaba de eliminar o Columbus Crew por 7-2 no conjunto dos dois jogos. Mas isso, se ajuda e motiva, em futebol não quer dizer muito. É que neste desporto, hoje está-se na mó de cima mas amanhã pode muito bem acontecer um percalço, como uma bola no poste, um penalty mal assinalado, ou marcado, e tudo o vento levou...

Mas que o Revolution é favorito neste confronto lá isso é. De resto, tem boa equipa e até joga o segundo jogo em casa, o que sempre ajuda. E possui Lee Ngueen, recentemente convocado para a Seleção americana e um dos jogadores candidatos ao título de melhor do ano. Também a chegada da Europa de Jermaine Jones, o tal que marcou um golaço a Portugal no embate brasileiro, veio dar mais consistência à equipa, que conta com outros bons jogadores e onde alinham o português José Gonçalves e o luso-descendente A.S. Soares.

Tudo isso não terá valor se o Red Bull, como aconteceu diante do favorito DC United, puser em campo todo o seu potencial, que também é muito, a começar em Henry, decisivo nos dois jogos precedentes, e acabar no inglês Bradley Wright Phillips, o maior artilheiro do campeonato, com 27 golos – igualou o recorde.

Seja como for, serão dois jogos de fazer faísca, não se sabendo para que lado a balança vai tombar.

Por uma questão de gosto pessoal, a nossa final deveria ser La Galaxy x Revolution. Mas, com franqueza, penso que não é isso que acontecerá.

Jogos:

Domingo, dia 23

13h30 – Red Bull x Revolution

17h00 – La Galaxy x Sounders

Sábado, dia 29

15h00 – Revolution x Red Bull

Domingo, dia 30

21h00 – Sounders x La Galaxy.

Desporto
As meias-finais terminaram com o apuramento do Red Bull Nova Iorque e Revolution de Bóston, na zona Este, e o La Galaxy de Los Angeles e o Sounders de Seattle, na zona Oeste. Dos quatro qualificados, a única surpresa é a presença do Red Bull que depois de vencer (2-0) em casa o campeão de zona e terceiro da geral, o DC United, foi a Washington perder, é um facto, mas apenas por 2-1, valendo-lhe o golo marcado fora e que assim lhe deu o tão almejado apuramento.
Major League Soccer.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020