logo
rss  Vol. XVIII - Nº 316         Montreal, QC, Canadá - segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Pedro Ribeiro, premiado com foto na BBC Magazine

«Turismo de mergulho é pilar fundamental nos Açores»

Osvaldo Cabral

Por Osvaldo Cabral

Uma foto subaquática obtida no mar da ilha de Santa Maria, em agosto passado, acaba de ser premiada com a sua publicação na famosa revista «BBC Wildlife Magazine» deste mês de outubro.

A foto é de autoria de Pedro Ribeiro, a residir nos Açores há oito anos, tendo-se apaixonado pela fotografia de mergulho.

«Cheguei em agosto de 2006 para trabalhar numa empresa de construção civil e, desde então, comecei a dar os primeiros passos no mergulho com escafandro», conta ao nosso jornal.

Pedro Ribeiro depressa se entusiasmou, fazendo desta atividade a sua principal ocupação dos tempos livres.

Desde então, já mergulhou mais de 300 vezes, mas não só nos Açores.

Cabral OSVALDO foto premiada _PR11093.jpg

Pedro Ribeiro mergulhou em diversos países, como a Tailândia, Cabo Verde, Egito (por três vezes), Itália (Sardenha), mas é nos Açores que mais gosta de mergulhar, «pois é aqui que temos, sem sombra de dúvidas, um mar maravilhoso e cheio de riqueza».

Começou a fotografar há quatro anos com uma máquina compacta, para poder mostrar as fotos aos amigos e família, ficando fascinado com a beleza dos mergulhos e corrigindo alguns erros de fotografia, até ganhar uma natural evolução, agora compensada internacionalmente.

«Tenho tido a sorte de poder aprender com grandes fotógrafos nacionais e estrangeiros, que na sua grande maioria têm mostrado muita disponibilidade em me ensinar e dar dicas, assim como criticar os trabalhos que vou fazendo», explica Pedro Ribeiro.

A sua dedicação, tão evidente, foi compensada em 2013, quando um conhecido fotógrafo russo o convidou a fazer um «liveaboard» como fotógrafo convidado no Mar Vermelho.

OSVALDO fotografo amigo.JPG
Pedro Ribeiro

«Este foi o momento de viragem no meu trabalho fotográfico», acrescenta.

Quanto aos Açores, já mergulhou em São Miguel, Santa Maria, São Jorge e Flores. Ainda não mergulhou nas outras ilhas, apesar de já ter estados em todas as outras.

A foto agora publicada na «BBC Wildlife Magazine» foi obtida em Santa Maria, «depois de a ter submetido a um concurso que decorria no site da BBC e foi desta forma que, internamente, a mesma chegou à revista. Fui contactado pela revista para saber mais informações sobre a foto e eis que foi publicada», conta ao nosso jornal.

Pedro Ribeiro sente-se orgulhoso pelo reconhecimento, mas sobretudo pelo facto de ser uma foto dos Açores.

«O mercado de turismo de mergulho tem de ser encarado como um pilar fundamental nos Açores», afirma o fotógrafo, «pois basta ver outros mercados (como no Egito) onde quase cidades inteiras vivem de e para esse tipo de turismo; podemos ter aqui nos Açores um produto muito interessante e cada vez mais procurado».

Pedro Ribeiro chama a atenção para o facto de, «regra geral, os mergulhadores/fotógrafos que têm a sorte de vir aos Açores ficarem fascinados com o que aqui temos e não é divulgado. Embora reconheça que se está a fazer um esforço enorme, mas ainda temos um caminho longo a percorrer, na consolidação da oferta e qualidade da mesma e nas relações com os pescadores e comunidade local».

Pedro Ribeiro aproveita para dizer que vai continuar a fotografar nas suas viagens e, caso os leitores estejam interessados em seguir a sua atividade, basta ir ao site da internet com o endereço

www.pedroribeirophoto.com

Destaque
Uma foto subaquática obtida no mar da ilha de Santa Maria, em agosto passado, acaba de ser premiada com a sua publicação na famosa revista «BBC Wildlife Magazine» deste mês de outubro.
Pedro Ribeiro.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020