logo
rss  Vol. XVIII - Nº 316         Montreal, QC, Canadá - segunda-feira, 13 de Julho de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

No Mundial de Ponferrada

Rui Costa perde mundial por sete segundos!...

Norberto Aguiar

Por Norberto Aguiar

Depois de ter conquistado, com alguma surpresa, o Campeonato do Mundo de Ciclismo de Estrada o ano passado, em Itália, Rui Costa, este ano, em Ponferrada (Espanha), não foi além de um 23° lugar, muito pelo facto de ter deixado que os seus colegas favoritos fugissem a cerca de 300 metros da última subida antes da meta, e sem que o nosso compatriota tivesse podido fazer o que quer que fosse para continuar a manter vestida a camisola arco-íris nas corridas velocipédicas em 2015.

Foi pena, como ele disse na ocasião, que Rui Costa não tivesse podido agarrar aquele grupo da frente de maneira a que, no fim, pudesse pelo menos tentar, no sprint final, a disputa de tão ambicionada camisola.

Rui Costa Logo.jpg

Foram só sete segundos de diferença! Mas que diabo, sete segundos que pesaram muito no espírito do ciclista da Lampre/Merida que, à falta de melhor sempre pensou que, pelo menos, esperava ficar entre os 10 primeiros classificados.

Quase como Rui Costa em 2013, este ano o vencedor foi outra surpresa, visto ninguém esperar que o polaco Michal Kwiatkowski, que fugiu ao pelotão a 14 voltas do fim dos 254,8 quilómetros sem nunca mais ser agarrado, fosse o campeão de 2014.

Nos lugares imediatos ficaram duas grandes figuras do ciclismo mundial, como sejam o australiano Simon Gerrans, medalha de prata a um simples segundo do polaco, e do espanhol Alejandro Valverde, que conquistou a medalha de bronze pela terceira vez consecutiva.

Se bem que não tenha ganho, tinha razão Rui Costa quando nos disse em entrevista no decorrer do recente Grande Prémio de Ciclismo de Montreal que o principal favorito do Mundial seria Simon Gerrans. Ele acabou por não acertar por um pequenino segundo!

Com apenas 27 anos de idade e toda a sua categoria, ainda recentemente demonstrada na prova ciclista realizada em setembro último em Montreal, Rui Costa tem muito tempo à sua frente para ganhar muitas provas, incluindo, porque não, outro título mundial.

Desporto
Depois de ter conquistado, com alguma surpresa, o Campeonato do Mundo de Ciclismo de Estrada o ano passado, em Itália, Rui Costa, este ano, em Ponferrada (Espanha), não foi além de um 23° lugar, muito pelo facto de ter deixado que os seus colegas favoritos fugissem a cerca de 300 metros da última subida antes da meta, e sem que o nosso compatriota tivesse podido fazer o que quer que fosse para continuar a manter vestida a camisola arco-íris nas corridas velocipédicas em 2015.
No Mundial de Ponferrada.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020