logo
rss  Vol. XVIII - Nº 316         Montreal, QC, Canadá - sexta-feira, 29 de Maio de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

A três jogos do fim…

Impacto joga fuga ao último lugar

Norberto Aguiar

Por Norberto Aguiar

Quando faltam apenas três jogos para que o campeonato da Major League Soccer termine, o Impacto de Montreal assenta a sua classificação no último lugar. Isto para quem iniciou a época cheio de ambições, não se falava noutra coisa senão no apuramento para as eliminatórias de fim de temporada, quando não mesmo lutar pela Taça, nada mais deprimente do que ver o Impacto na 19ª posição da tabela classificativa...

Quem se deve rir neste momento deve ser o ex-treinador, Marco Schalibaum, que, no ano passado, por esta altura, estava em plena corrida às eliminatórias, que foram conseguidas, isto para gáudio dos adeptos montrealenses. Apesar disso, o suíço foi mandado embora, aliás, como já tinha sido Jesse March, que no primeiro ano de MLS também acabou por fazer o que consideramos bom trabalho, mesmo se teve de construir uma equipa em poucas semanas, com jogadores vindos das mais díspares procedências.

DiVaioRing[1].jpg
Marco Di Vaio prepara-se para arrumar as botas e regressar à sua Itália natal.

Este ano, com condições que não tiveram aqueles dois técnicos, por maior investimento em jogadores, Frank Klopas, quanto a nós, fez mau trabalho, sendo o principal responsável pela equipa estar na posição incrível em que está: última entre 19!

Para justificar a péssima carreira do Impacto, a direção decidiu demitir Nick Di Santis de diretor-desportivo a meio da temporada. E se bem que muitos apontem o dedo àquele antigo técnico, e já agora, igualmente jogador, a verdade é que Nick Di Santis não marcava golos nem tampouco alinhava o onze para cada jogo... Se cometeu erros e se estorvava na sua ação de diretor-desportivo? Claramente que sim. Mas os problemas mais prementes da equipa tinham e têm a ver com a direção técnica da responsabilidade de Frank Klopas.

Mas para os defensores do heleno-americano, o problema da equipa estava no montrealense de origem italiana, que consideravam que detinha muito poder.

Depois da saída – não totalmente porque lhe foi criado um novo posto para sair não saindo... – de Nick Di Santis, o Impacto não melhorou a sua prestação e a prova está à vista com a descida ao último lugar da tabela classificativa.

É verdade que o Impacto já está apurado para a Liga dos Campeões da CONCACAF, eliminatória que se disputa já em 2015, poucas semanas antes de começar a nova época da MLS, prevista para a segunda semana de março. Mas mesmo aqui não se pode dizer que o apuramento foi fora do esperado... É verdade que o Impacto jogou e venceu os três jogos disputados até agora, primeiro batendo o Deportivo FAS (El Salvador) lá (3-2) e cá (1-0) e de seguida recebeu o Nova Iorque, no Estádio Saputo, também vencendo (1-0) os nova-iorquinos, não tendo culpa que os homens da Nova Amesterdão viessem até Montreal desfalcados. Para além disso, recentemente o Red Bull voltou a dar uma ajudinha ao ir até El Salvador, defrontar o mesmo Deportivo, onde não foi além de um empate (0-0)... quando o Impacto de lá trouxe uma vitória.

Tudo isto para dizer que o Impacto não se pode dar por totalmente feliz esta época por ter ganho o Campeonato Canadiano – prova disputada pelas cinco equipas profissionais do Canadá, Whitecaps de Vancouver, Impacto de Montreal, Toronto FC; e as duas da 2ª Divisão, Edmonton FC e Fury de Otava – e conseguido obter aquelas três vitórias em outros tantos jogos que a classificam para a eliminatória seguinte da CONCACAF. (Falta o último jogo do grupo, dia 22, em Nova Iorque mas que já não tem influência para o apuramento – o Impacto termina sempre em primeiro lugar, seja qual for o resultado.) Havia a obrigação de fazer mais e melhor por razões conhecidas dos que acompanham a equipa...

E agora?

Não fica nada bem ao Impacto terminar este ano o Campeonato em último lugar. Primeiro porque é uma organização estável, onde apesar de só ter três anos de atividade já está à altura das boas organizações da Liga, financeira e desportivamente. Segundo porque mesmo futebolisticamente falando o Impacto tem uma excelente estrutura e um staff de jogadores de nível muito razoável, como já deu mostras em muitas ocasiões, no Campeonato da MLS, no Campeonato do Canadá, nas provas da CONCACAF e mesmo a nível internacional, quando mediu forças com equipas como a Fiorentina, Boca Juniors, Bordeaux, etc...

Para não ficar no incómodo último lugar desta forte Liga, o Impacto tem de ganhar pontos já sábado, quando defrontar, em casa, o Revolution, uma das melhores formações da Major League Soccer e que está na segunda posição da sua zona, ainda com hipóteses de chegar ao primeiro lugar...

Para os portugueses de Montreal e arredores, trata-se de uma ocasião única de verem em ação A.J. Soares (luso-americano) e José Gonçalves (lisboeta) sob as cores da equipa da Nova Inglaterra.

Depois desta partida, o Impacto vai a Toronto defrontar a equipa local, que está em plena luta para se apurar. O jogo é no sábado, dia 18. Logo a seguir, no sábado dia 25, o Impacto recebe o DC United (atual primeiro classificado da Zona Este, a do Impacto), marcando nesse dia o final da sua participação na prova deste ano 2014.

No entretanto, e a contar para a Liga de Campeões da CONCACAF, o Impacto vai a Nova Iorque no dia 22 de outubro defrontar o Red Bull em jogo só para cumprir calendário.

Di Vaio regressa a Itália

Jogou na Lázio de Roma, equipa da sua cidade natal, na Juventus, no Valença, no Mónaco, na Seleção de Itália, e veio terminar a carreira no Impacto. Por onde passou, Marco Di Vaio deixou cartel como jogador e como homem. O Impacto de Montreal vai sentir a falta, pelo menos nos primeiros meses da próxima época, deste ótimo jogador, uma inspiração para muitos dos seus jovens colegas e para grande parte da juventude do Quebeque.

Marco Di Vaio realiza o seu último jogo em solo canadiano no dia 25 de outubro diante do DC United. Para quem nunca o viu jogar, esta é uma bela ocasião para dizer «arriverdecci» a um futebolista de eleição e que também ajudou a cimentar o futebol desta terra!

Últimos resultados

Impacto – San Jose, 2-0

Columbus Crew – Impacto, 2-0

Chicago – Impacto, 0-0

Próximos jogos

Dia 11, Estádio Saputo

16h00: Impacto – Revolution

Dia 18, BMO

14h00: Toronto FC – Impacto

Dia 25, Estádio Saputo

16h00: Impacto – DC United

Taça CONCACAF

Dia 22, Red Bull Arena

Red Bull Nova Iorque – Impacto.

Desporto
Quando faltam apenas três jogos para que o campeonato da Major League Soccer termine, o Impacto de Montreal assenta a sua classificação no último lugar. Isto para quem iniciou a época cheio de ambições, não se falava noutra coisa senão no apuramento para as eliminatórias de fim de temporada, quando não mesmo lutar pela Taça, nada mais deprimente do que ver o Impacto na 19ª posição da tabela classificativa...
A tres jogos do fim.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020