logo
rss  Vol. XVIII - Nº 314         Montreal, QC, Canadá - sexta-feira, 22 de Janeiro de 2021
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Bilhete de Lisboa

OLIVA CREATIVE FACTORY, 6 de junho de 2014

Por Filipa Cardoso

São João da Madeira é uma cidade que faz parte da área Metropolitana do Porto.

O lema da cidade é «Labor – Cidade do Trabalho».

É uma cidade conhecida pela sua tradição na área industrial – nos chapéus, é a maior produtora de chapéus de Portugal e a terceira a nível mundial, é a «Capital do Calçado», e tem a única fábrica de lápis portuguesa, a Viarco.

Em 2010 recebeu o prémio de Melhor Município para Viver, estudo elaborado pelo Instituto de Tecnologia Comportamental – INTEC, introduziu o Turismo Industrial nos seus roteiros, e é o primeiro município com cobertura quase integral de wireless.

Em 1925 António José Pinto Oliveira fundou a empresa «Oliveira, Filhos & Cª» tendo desenvolvido um verdadeiro império do ferro.

Contudo a empresa tornou-se mais conhecida através da máquina de costura «Oliva».

O sucesso na produção de tão sofisticada ferramenta na arte da confeção de vestuário, levou a que fossem criados cursos de corte, costura e bordados.

Simultaneamente promovia-se anualmente o concurso do melhor «Vestido de Chita» e a eleição da «Miss Oliva»…

Dado a várias vicissitudes a fábrica fechou as suas portas em 2010 por insolvência, tendo a Câmara Municipal adquirido parte das suas instalações para aí instalar a «Oliva Creative Factory».

No dizer do então Presidente da edilidade, Dr. Manuel Castro Almeida, o Projeto é inovador e de qualidade internacional, vocacionado para maximizar o potencial individual, social e empresarial dos empresários.

Neste momento existe uma incubadora para empresas do setor das indústrias criativas, um business center para indústrias maduras, uma grande, enorme, ala dedicada a arte contemporânea, oficinas de restauro, escola de dança e várias salas de ensaio.

No vasto espaço destinado a exposições, que visitei, admirei um conjunto de obras que integram o acervo de José Lima, empresário de sucesso da indústria de calçado, que começou a colecionar arte desde os anos 80.

Atualmente a sua coleção é constituída por cerca de 1000 peças de mais de 250 artistas e encontra-se à guarda do Município de São João da Madeira como «Coleção Norlinda e José Lima», na condição de ser apresentada ao público regularmente na ala da Oliva Creative Factory.

Neste momento também se pode apreciar a fantástica coleção Treger-Saint Silvestre. São cerca de 300 obras feitas por artistas com distúrbios psiquiátricos, conhecida como «arte bruta».

Estas pessoas não criam para ganhar dinheiro ou vender, mas por necessidade. Não tem nada a ver com arte industrial ou espetáculo.

Os responsáveis por esta exposição são respetivamente o pintor/escultor António Saint Silvestre, de Moçambique, e o  pianista Richard Treger do Zimbabué.

Segundo Richard Treger «O que nos atrai é a sinceridade». É um grito pungente de como a originalidade e a inovação  têm origem no inconformismo e na obsessão.

 

 

Bilhete de Lisboa
São João da Madeira é uma cidade que faz parte da área Metropolitana do Porto.
Bilhete de Lisboa.doc
no
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2021