logo
rss  Vol. XVIII - Nº 311         Montreal, QC, Canadá - sexta-feira, 10 de Abril de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

No Ontário

Eleitos três luso-descendentes

Toronto, Ontário – Três luso-descendentes foram eleitos deputados no Ontário, na noite de quinta-feira passada, numas eleições provinciais em que o partido liberal alcançou a maioria absoluta.

Foi sem surpresa que o antigo ministro das Finanças Charles Sousa (liberal) foi re-eleito pelo círculo eleitoral de Mississauga Sul, com 50,8 porcento (22 116 votos). Em London-Fanshawe, Teresa Armstrong (NDP) também voltou a ganhar, agora com 50,4 porcento (17 950 votos).

A novidade veio da área onde residem mais luso-descendentes no Canadá, Davenport, com Cristina Martins a garantir a vitória, com 45,3 porcento (16 205 votos), e a dar uma maior representatividade no parlamento provincial aos luso-descendentes, que agora contam com três deputados no Queen´s Park.

O Partido Liberal venceu com 38,65 porcento dos votos, elegendo 59 deputados, quando só necessitava de 54 para ter uma maioria parlamentar. Logo atrás surge o Partido Conservador, com 31,25 porcento (27 lugares) dos votos, cujo líder Tim Hudak prometeu durante a campanha eleitoral despedir 100 mil funcionários públicos caso fosse eleito e criar em oito anos um milhão de empregos.

Com esta derrota, Hudak apresentou a demissão.

O Partido Novos Democratas (NDP), principal responsável por estas eleições antecipadas, depois de não ter apoiado o orçamento do governo liberal minoritário em maio, conseguiu 23,75 porcento dos votos, elegendo 21 deputados.

A primeira-ministra, Kathleen Wynne, após a nomeação para o cargo em 2013, foi agora eleita, ela que é a primeira mulher a chefiar um Governo no Ontário.

"Votaram pela criação de emprego, pelo crescimento. Obrigada por votarem para ajudar a construir o Ontário e a fazê-lo crescer», disse a líder liberal durante o discurso de vitória.

Dos candidatos luso-descendentes que saíram derrotados, Paul Ferreira (NDP), em York South- Weston, conseguiu apenas 37,1 porcento dos votos (12 174), voltando a perdeu para Laura Albanese (liberal), numa diferença de 3 572 votos.

Em Trinity-Spadina, Paul Figueiras, do Vegan Party, obteve 0,5 porcento dos votos (308), num círculo eleitoral conquistado pelo liberal Han Dong, com 46,03 porcento dos votos.

Antes da dissolução do parlamento, em maio, os liberais tinham 48 lugares, os conservadores 37 e o NDP 21, estando um lugar vago, num total de 107.

Calcula-se que existam no Canadá cerca de 550 mil portugueses e luso-descendentes, estando a grande maioria localizada na província do Ontário.

Política Canadiana
Toronto, Ontário – Três luso-descendentes foram eleitos deputados no Ontário, na noite de quinta-feira passada, numas eleições provinciais em que o partido liberal alcançou a maioria absoluta.
No Ontario.doc
no
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020