logo
rss  Vol. XVIII - Nº 311         Montreal, QC, Canadá - domingo, 16 de Fevereiro de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Bilhete de Lisboa

MAIS UMA ESCAPADELA AO NORTE, 10 junho 2014

Por Filipa Cardoso

Juntei três notícias de inaugurações, delineei o percurso, e parti à aventura.

A primeira paragem foi em Tomar, no Convento de Cristo.

Este complexo monumental teve o seu início em 1160, em simultâneo com a edificação da Charola, oratório templário.

Em 1420 o Infante D. Henrique edifica e aumenta as instalações conventuais e D. Manuel I, no início do século XVI, beneficiando das riquezas de além-mar, transforma, amplia e enriquece o Convento. A célebre janela do capítulo, excelso exemplo da arte manuelina, da autoria de Diogo Arruda, foi construída em 1510.

Já tinha visitado este Convento, mas a Charola estava sempre em obras…

Finalmente, passados mais de 30 anos, a Charola pode ser admirada em todo o seu esplendor, graças ao apoio financeiro da Cimpor – Cimentos de Portugal, com um investimento superior a 750 000 euros.

Depois, parti em direção ao Parque das Pedras Salgadas pois tinha reservado uma «Tree House» para passar a noite.

Este magnífico parque, com cerca de 20 hectares, tem várias fontes cujas águas foram premiadas em 1873 na Exposição Internacional de Viana de Áustria. Este prémio deu grande impulso à construção de um balneário termal, que abre ao público em 1879, para tratamento daqueles que sofriam dos males do aparelho digestivo.

A chegada do comboio em 1907 também contribuiu para a sua divulgação, assim como a construção de três hotéis dentro do Parque.

O Parque foi recebendo inúmeras personalidades ao longo do século passado, até à década de 90. A partir de então foi sendo explorado por várias empresas termais e consta que os serviços foram sendo descuidados.

Em 2002 a Unicer passa a ser responsável pelo Parque e com a ajuda do arquiteto Siza Vieira  devolve ao espaço o carisma e a qualidade de outros tempos, com um investimento de cerca de  20 milhões de euros.

Com a sua abertura em julho 2013 o Parque passa a dispor de sete Eco Houses, duas Tree Houses, um Spa Termal com piscina, o edifício Casino das Termas para festas/congressos, um lago e uma piscina exterior.

A minha ida ao «Pedras Salgadas spa & nature park» tem a ver com a curiosidade de ficar a dormir numa Tree House.

As Tree Houses são pequenas casas, de 42 metros quadrados, que se elevam a seis metros, entre as árvores, um luxo de privacidade natural, que nos levam ao imaginário da infância e a sonhos românticos.

No interior têm duas janelas, uma que permite observar o parque e outra as estrelas, uma casa de banho dividida em duas partes, uma kitchenette, uma cama de casal e um sofá.

O pequeno-almoço é entregue à porta, à hora estabelecida, dentro de um bonito cesto de verga.

O projeto é da autoria do arquiteto Luís Rebelo de Andrade que teve sempre presente a sustentabilidade e a ecologia no desenvolvimento deste projeto.

(Continua)

Bilhete de Lisboa
Juntei três notícias de inaugurações, delineei o percurso, e parti à aventura.
Bilhete de Lisboa.doc
no
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020