logo
rss  Vol. XVIII - Nº 309         Montreal, QC, Canadá - sexta-feira, 03 de Abril de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

COMUNICADO AO PÚBLICO

Conforme convocação da associação AFLEX, por decisão dos membros em Assembleia-geral, nós, funcionários locais do Ministério das Relações Exteriores, em 17 cidades no mundo, realizámos paralisação por 48 horas nos dias 13 e 14 de maio.

QUEM SOMOS:

Funcionários contratados localmente para diversos serviços diplomáticos por conhecermos a cultura e a língua local. Os serviços por nós prestados são muitos, entre eles: processamento de passaporte, visto, legalização, serviços cartoriais, setor de assistência cultural, educacional, informática, tradução, comércio exterior, receção, motoristas e outras funções.

REPRESENTAMOS:

– 70% da força de trabalho do MRE no exterior;

– recebemos o menor piso salarial do posto, sem nenhum outro tipo de auxílio financeiro; – nos EUA, os salários estão no nível de pobreza do país;

– não  há política salarial de reposição em relação ao aumento do custo de vida e inflação;

– e não há direitos mínimos trabalhistas como os demais funcionários do Consulado (seguro desemprego, FGTS, 13º salário ou equivalente, licenças), nem pela legislação local e nem pela legislação brasileira, encontrando-se num limbo jurídico.

MOTIVO:   Desde 2011, a nossa associação  (AFLEX) vem alertando o Ministério das Relações Exteriores (MRE) sobre a  degradação do ambiente de trabalho e nada foi feito até o momento.   NOSSAS REIVINDICAÇÕES:

reajuste salarial em todos os postos com salários congelados há mais de 5 anos, revisão dos salários nos países onde estão aquém da função exercida e criação de normas que regulamentem uma política salarial.

Aprovação do Projeto de Lei, PLS 246/2013, em tramitação no Congresso Nacional desde julho de 2013, que visa obtenção de patamares mínimos, justos e dignos de contratação;

Direito à liberdade de expressão, à liberdade política, à livre representação de classe e o cessamento imediato de perseguições, assédios e ameaças de demissão aos dirigentes da AFLEX;

Contamos com a compreensão e o apoio de todos. O desrespeito do governo brasileiro aos funcionários locais é um desrespeito a todos os cidadãos brasileiros.

Maiores informações: aflex.org

Comunicado
Conforme convocação da associação AFLEX, por decisão dos membros em Assembleia-geral, nós, funcionários locais do Ministério das Relações Exteriores, em 17 cidades no mundo, realizámos paralisação por 48 horas nos dias 13 e 14 de maio.
Comunicado ao publico.doc
no
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020