logo
rss  Vol. XVIII - Nº 307         Montreal, QC, Canadá - terça-feira, 31 de Março de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Campeonato Norte-americano de Futebol

Impacto: seis jogos e nenhuma vitória

Norberto Aguiar

Por Norberto Aguiar

O Impacto de Montreal já leva seis jogos disputados e ainda não sabe o que é o sabor de uma vitória...

Com efeito, depois de iniciar a época com dois desafios fora de casa, onde averbou duas derrotas, contra o Dallas FC (2-3) e o Dynamo de Houston (0-1), ambos do Texas, o Impacto, no terceiro jogo, já intramuros, defrontou o Sounders de Seattle, e voltou a perder, desta vez por 0-2. Aqui, esperava-se que a formação de Montreal tivesse mais sorte, visto que tudo fez para levar de vencido o time do Oeste americano, que até atuou sem algumas das suas principais figuras, a começar por Clint Dempsey, o jogador mais bem pago de toda a liga, com o cifrão a registar 6,7 milhões de dólares americanos por época...

De seguida, o Impacto foi a Filadélfia defrontar o União local (1-1). Foi aqui que os montrealenses conquistaram o seu primeiro ponto, já no fim da contenda, mercê de um excelente trabalho de Di Vaio.

De regresso a Montreal para a disputa de dois encontros seguidos, os azuis e pretos, primeiro defrontaram o Red Bull de Nova Iorque, com quem voltaram a empatar, pela marca de duas bolas, num jogo que os quebequenses voltaram a não merecer perder. O segundo jogo, realizado sábado passado, o último a ter lugar no Estádio Olímpico, voltou a ser concluído por um empate, mas agora numa partida francamente mal jogada. De todos os seis encontros disputados até ao momento, foi no desafio de sábado, contra o Chicago Fire, que o Impacto fez o seu pior jogo... E sabe-se como o Impacto queria ganhar esta contenda de maneira a oferecer os três pontos ao seu treinador, que na época passada dirigiu os homens da Cidade do Vento (Chicago).

IMPACTO.jpg

Já com o reforço Jack McInerney no alinhamento, que até viria a marcar o único golo, o Impacto não conseguiu dar à partida um rumo de vitória, muito embora tenha marcado ainda na primeira parte, chegando a dar a entender que queria vencer o desafio. Não foi assim que aconteceu e em mais um desafio que era de ganhar, sobretudo por jogar em casa, o Impacto viu-se obrigado a ceder mais dois pontos no campeonato... Desta forma, o atual campeão do Canadá está em último lugar da competição quando, no dizer dos seus dirigentes, o plantel tem capacidade para andar nos lugares da frente.

Sabemos que o Campeonato da Major League Soccer é longo, e difícil, diga-se já agora, de maneira que quem está hoje na frente da prova pode muito bem deixar de estar por daqui a um ou dois meses. E quem sabe se não será o Impacto a surpreender e lá mais para diante passar a liderar a sua zona ou mesmo no conjunto da liga?

Reforço

Com os resultados, e por conseguinte, os golos a não aparecerem, os dirigentes da equipa montrealense decidiram contratar um novo jogador, claro que de preferência atacante. E fizeram-no bem, trazendo para Montreal o melhor jogador do União de Filadélfia e um dos melhores jovens avançados de toda a liga, de seu nome Jack McInerney. Melhor marcador da sua antiga equipa nos últimos dois anos e com apenas 21 anos de idade, McInerney tem um grande futuro à sua frente se for, como está bem de ver, bem aproveitado. De resto, estreou-se sábado e logo marcou o golo da sua equipa. Não é alto, mas é muito rápido, com muito sentido de oportunidade, e cheira o golo a cada momento que se dirige à baliza contrária. Tem parecenças com o próprio Di Vaio, um jogador felino, que só é pena estar a dar os seus últimos suspiros no futebol. Não se esqueçam que o internacional italiano já conta 38 anos de idade.

Andrew Wenger

Infelizmente a chegada de Jack McInerney a Montreal obrigou Andrew Wenger a deixar o Impacto. Em nossa opinião, a decisão não terá sido a mais sábia. E porquê? Porque somos daqueles que acreditamos no enorme potencial de Wenger como jogador, para mais jogando ele na posição de ponta de lança. O ideal teria sido manter Wenger ao mesmo tempo que se recrutava McInerney. Mas certamente que o União não quis outra alternativa ao seu antigo jogador que não fosse Wenger, que até é oriundo daquela região dos USA.

E a provar que o União acreditou na troca, deu imediatamente a Wenger a titularidade no seu primeiro jogo, tal como fizeram aliás os técnicos do Impacto relativamente a Jack McInerney. E também aqui, a prestação de Wenger foi magnífica, marcando um golo de belo efeito, para além de outras boas jogadas que desenvolveu, uma das quais resultou num chapéu ao guardião adversário que só não foi golo porque lá estava a barra para o impedir...

Próximos jogos

Dia 19 de abril, em Kansas City

Sporting – Impacto (20h30)

Dia 26 de abril, em Montreal

Impacto – União de Filadélfia (16h00).

Desporto
O Impacto de Montreal já leva seis jogos disputados e ainda não sabe o que é o sabor de uma vitória...
Campeonato Norte.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020