logo
rss  Vol. XVIII - Nº 305         Montreal, QC, Canadá - sábado, 04 de Julho de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Através da Primeira Liga

Futebol no Quebeque tenta reorganizar-se...

Norberto Aguiar

Por Norberto Aguiar

Sexta-feira passada, o LusoPresse foi assistir à apresentação da época de futebol da responsabilidade da Federação de Futebol do Quebeque. O evento teve lugar nas instalações federativas em Laval, no seu complexo desportivo de Bois-de-Boulogne, coisa grande, que nunca pensámos fosse possível um dia existir no Quebeque, sobretudo para quem, como nós, que chegamos a Montreal em 1975 e que de infraestruturas futebolísticas havia praticamente nada... Agora há campos em toda a província, ou quase, e a Federação, que andava de escritório em escritório apenas, possui no momento um complexo desportivo de alto gabarito, com vários campos, exteriores e interiores, escritórios para todos os domínios, salas de reuniões, etc... E para complemento, há ginásio completíssimo, há restaurante, há boutique de equipamentos...

 

Seis equipas

Ligue2.jpg
A equipa do Club de Soccer Mont-Royal/Outremont esteve bem representada.

A Primeira Liga de Futebol do Quebeque existe há três anos. E nestes três anos, verdade se diga, as coisas não têm sido ainda aquilo que os seus dirigentes querem. De seis equipas na abertura desta nova fórmula de competir na pirâmide do futebol do Quebeque, Impacto de Montreal à parte, três anos depois continuam a ser seis equipas a competir no campeonato. Pior. Das seis equipas do pontapé de saída só restam quatro, visto as outras duas terem desistido do projeto. Felizmente que outras duas apareceram para preencher o vazio que, a acontecer, seria de morte para este novo organigrama.

Assim, do ano passado para este transitam as formações do FC L’Assomption, Gatineau FC, AS Blainville e CS Mont-Royal Outremont. As duas novas equipas que se juntam ao grupo são ACP Montréal-Nord e o Club de Soccer de Longueuil.

Ligue 3.jpg

Na conversa que engajámos com alguns dos responsáveis da liga, foi-nos dito que o esforço tem sido muito para levar por diante este projeto de liga nacional no Quebeque. Mas também nos disseram os seus responsáveis que acreditam que vai ser possível, sobretudo porque já se fala que, em 2015, mais duas equipas vão integrar a liga, o que, elevando para oito o seu número, já dará outro impacto à organização. As equipas de quem se fala provêm de Laval e de Quebeque.

Entretanto, o Campeonato da Primeira Liga do Quebeque, que está apoiado em divisões inferiores de um pouco por toda a província, também conta com uma boa liga de jogadores jovens, concentrados numa divisão provincial e onde existe já matéria-prima muito interessante.

Outras «fontes» de apoio à Primeira Liga, sempre em termos de atletas, bem entendido, são os jogadores que vão deixando de interessar profissionalmente ao Impacto; os jogadores que saem da Academia daquela equipa e que não atingem o patamar que deles é esperado... Uma última via, importante, segundo sabemos, é oriunda do estrangeiro, principalmente de França, de onde vêm jogadores de divisões inferiores. Vêm como emigrantes, uns; outros vêm como estudantes...

O que é certo é que os orçamentos destas seis equipas variam entre os 65 mil e os 150 mil dólares. Quantias importantes e que julgávamos fora de uma liga que ainda terá que fazer as suas provas...

Pelos vistos há jogadores que em três, quatro meses podem fazer um salário de aproximadamente 20 mil dólares, montante que muito dava jeito para alguns jogadores portugueses de médio plano.

No âmbito das assistências, que não são decisivas para os orçamentos clubísticos, que contam essencialmente com patrocínios particulares e de companhias, algumas até com apoio das respetivas câmaras, andam à volta de 300 a 400 pessoas. Não é grande coisa, mas para o meio local, sobretudo em início de projeto, já dá para entender que há progressos.

A Primeira Liga tem um Campeonato e este ano, pela primeira vez, terá uma Taça, como é tradicional em quase todas as federações.

O primeiro jogo da época da Primeira Liga é no dia 2 de maio, quando a equipa do FC Gatineau estiver recebendo os novatos do ACP Montréal-Nord.

Voltaremos a falar nesta liga oportunamente.

Desporto
Sexta-feira passada, o LusoPresse foi assistir à apresentação da época de futebol da responsabilidade da Federação de Futebol do Quebeque.
Atraves da Primeira Liga.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020