logo
rss  Vol. XVIII - Nº 304         Montreal, QC, Canadá - sexta-feira, 03 de Abril de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Cavaco admitiu...

Que gostava que a Califórnia prestasse mais atenção a Portugal

São Francisco - O Presidente da República admitiu que gostaria que os empresários e investidores da Califórnia prestassem mais atenção a Portugal e reconheceu que uma ligação aérea direta com São Francisco facilitaria o turismo.

Em declarações aos jornalistas em São Francisco, onde se deslocou para participar na Cimeira Mundial dos Oceanos, o chefe de Estado insistiu que uma das suas maiores preocupações nesta curta visita à Califórnia é explicar a investidores norte-americanos, empresários e altos quadros portugueses que trabalham em multinacionais na região «o Portugal de hoje».

"Acima de tudo explicar como Portugal é uma localização competitiva para o investimento internacional», sublinhou Cavaco Silva, repetindo que a Califórnia é o estado mais populoso dos Estados Unidos da América, é a nona economia do mundo e tem a maior comunidade portuguesa no país, com cerca de 350 mil pessoas.

Esse foi, aliás, um dos objetivos do pequeno-almoço que o Presidente da República teve em São Francisco com membros do conselho da diáspora portuguesa e quadros que trabalham na Califórnia.

"É bom que eles saibam como é que as coisas estão a evoluir em Portugal», frisou, insistindo que «é de muito interesse para Portugal conseguir reforçar as relações de comércio e investimento» com a região da Califórnia.

"Queremos que empresários e investidores desta parte do mundo prestem mais atenção ao nosso país», acrescentou, sublinhando que, para isso, é também importante que conheçam as experiências de empresas multinacionais em Portugal, como a IBM, a Cisco ou a Xerox.

O Presidente da República destacou ainda as potencialidades ao nível do turismo que existem para Portugal, reconhecendo que se existissem ligações aéreas diretas de São Francisco para Lisboa «seria mais fácil».

"A nossa companhia já voa para Miami, mas tendo presente a dimensão da comunidade portuguesa e da dimensão da economia da Califórnia nós ficaríamos satisfeitos, os operadores turísticos portugueses ficariam satisfeitos, se pudesse existir uma ligação mais fácil entre Lisboa e São Francisco», admitiu.

Cavaco Silva, que já em 2011 tinha estado na Califórnia, num âmbito de uma visita oficial que realizou aos Estados Unidos da América e que o levou também a Nova Iorque e a Washington, sublinhou ainda o importante papel que a comunidade portuguesa e de lusodescendentes pode desempenhar para «reforçar a imagem e a credibilidade de Portugal» e para fazer com que o país seja incluído na «lista mais curta de potenciais investimentos na Europa».

"Acho que podem fazer mais na divulgação de Portugal», admitiu, lembrando que o país deve ser considerado não apenas pela dimensão do seu mercado interno, mas também pelas relações que mantém com os países de África e pelo facto que representar «uma porta de entrada para a Europa».

Portugal
O Presidente da República admitiu que gostaria que os empresários e investidores da Califórnia prestassem mais atenção a Portugal e reconheceu que uma ligação aérea direta com São Francisco facilitaria o turismo.
Cavaco admitiu.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020