logo
rss  Vol. XVII - Nº 299         Montreal, QC, Canadá - terça-feira, 14 de Julho de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Com lançamento de livro e espetáculo multimédia...

Funerária Alfred Dallaire - Memoria celebra 80 anos

Raquel Cunha

Reportagem de Raquel Cunha

Aconteceu na quarta-feira, dia 13 de Novembro, mais uma comemoração relativa aos 80 anos da empresa funerária Alfred Dallaire - Memoria. O evento, realizado às 17 horas, teve como principais atrações o lançamento do livro «Alfred et Moi», seguido de um espetáculo multimédia organizado pela conhecida empresa quebequense Moment Factory, empresa que embora jovem conta já com um renome mundial. O LusoPresse marcou presença e conseguiu uma pequena entrevista com a requisitada presidente da empresa, Jocelyne Dallaire Légaré.

Jocelyne autografos _JG05585.jpg
Momento em que Jocelyne Dallaire Légaré assinava autógrfos a todos os seus vários admiradores.

De sala lotada, o edifício da sucursal da avenida Saint-Laurent foi o local escolhido para o momento. A noite foi de gala, e muitos foram os nomes ressonantes que por lá passaram. Jocelyne Dallaire Légaré, anfitriã do evento, teve a amabilidade de dedicar alguns minutos de conversa connosco, antes da formal apresentação do livro, discurso e espetáculo. Fica aqui um resumo da conversação.

Como os leitores mais atentos devem saber, este ano comemora-se 80 anos desde que Alfred Jocelyn Dallaire, avô da entrevistada, colocou de lado a prática de barbearia, para se dedicar exclusivamente à arte funerária. Como tal, e com a vontade de honrar a memória do seu patriarca, a empresa dedica-se este ano à organização de eventos que, como marcos, ligam a história ao personagem, as vidas aos momentos, o futuro ao passado, celebrando um outro modo de lidar com a morte, na apreciação da vida e no agradecimento pelo legado dos seus clientes.

JOCELYNE e filha _JG05227.jpg

Por isso, a publicação do livro «Alfred et Moi» tem aqui todo o sentido. É um livro dividido em três partes, como três atos de uma peça ou forma de reflexão. Conta primeiramente com a narrativa de Jo Dallaire Légaré, que juntamente com a sua filha Julie, estabelece uma reflexão da vida que os rodeia, do crescer no mundo funerário e de viver no linear da vida e da morte. De seguida, relata uma série de entrevistas conduzidas por Hélène de Billy, sobre o percurso de vida da empresária enquanto presidente mulher de uma empresa funerária no Quebeque. Por fim, consolida-se com um abecedário, composto por palavras-chave que, organizadas de «a a z», refletem muito do que sente quem aqui trabalha, assim como citações poéticas. Esse abecedário foi recolhido e composto por Michèle Baillargeon.

Este é já o terceiro livro escrito por Jocelyne Dallaire Légaré, que como antiga estudante de literatura, vê a escrita como uma extensão natural de si, mas confessa-se comovida com este livro em particular, por ser o primeiro que escreve juntamente com a filha.

Jocelyne festa _JG05378.jpg

Assim o livro surge como «forma de contar a minha infância, a procura de significado para a morte e de reflexão sobre o meu trabalho em geral. Mas sobretudo, o principal objetivo do livro, é prestar homenagem aos meus avós, celebrar as suas memórias, enquanto gente tão simples, mas corajosa, trabalhadora e cheia de compaixão. Gente da qual sinto um enorme orgulho!»

Após o lançamento do livro, teve lugar o esperado espetáculo multimédia, e palavras são poucas para descrever o que ali se viveu. Jocelyne Dallaire Légaré é categórica: segundo ela, o que se assistiu foi mais que um poema visual. Um discurso em sintonia com o que foi abordado no livro, com a minha vida e com o legado do meu avô.»

Por fim, sublinha ainda que «este é o 80º aniversário de uma empresa familiar quebequense, que se mantém familiar e que chegou já à quarta geração», o que é, por si só, «louvável».

Literatura
Aconteceu na quarta-feira, dia 13 de Novembro, mais uma comemoração relativa aos 80 anos da empresa funerária Alfred Dallaire - Memoria. O evento, realizado às 17 horas, teve como principais atrações o lançamento do livro «Alfred et Moi», seguido de um espetáculo multimédia organizado pela conhecida empresa quebequense Moment Factory, empresa que embora jovem conta já com um renome mundial.
Funeraria Alfred Dallaire.doc
no
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020