logo
rss  Vol. XVII - Nº 299         Montreal, QC, Canadá - terça-feira, 14 de Julho de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Danny Fernandes, uma estrela pop de origem portuguesa

Raquel Cunha

Entrevista de Raquel Cunha

Foi numa fria segunda-feira, dia 18 de novembro, que o mais novo astro luso-descendente, Danny Fernandes, atuou na conhecida Sala Rossa, na Av. Saint-Laurent. De origem portuguesa, nascido e criado em Toronto, Dany Fernandes é um caso de sucesso, sobretudo no mundo dos adolescentes. O LusoPresse quis saber mais e não perdeu a oportunidade de falar com o artista.

A entrevista fez-se às 5 da tarde, e embora o concerto só começasse às oito da noite, era já numerosa a fila para a entrada no recinto, fila esta composta sobretudo por jovens adolescentes, vestidas de cabedal, cabelos às cores, ou algum outro toque de rebeldia... O costume, portanto.

Danny Fernandes Danny TROFEU.jpg

Danny Fernandes sorri quando interrogado sobre as suas numerosas fãs, e deixa como conselho que não abandonem a escola, já que ainda são muito novinhas. Danny é uma simpatia, de sorriso fácil e pose de quem está acostumado a ser o centro das atenções, mas que continua igual a si próprio, humilde, até.

Fala alguma coisa de português, mas tem vergonha e por isso não pratica mais. Confessa que não sofreu estigma por ser de origem latina e que sempre se sentiu bem aceite no Canadá. Foram os pais que o incitaram para o meio das artes performativas, incentivando-o a participar em anúncios e videoclipes. Tinha pegadas a seguir, uma vez que o irmão mais velho, Shawn Desman (nome artístico), já vingou no ramo.

Iniciou-se na dança, e aos 16 anos ganha duas vezes consecutivas o prémio de dança Rising Star, na escola de Cherrytree em Brampton, Ontário. Considera a experiência como uma abertura de portas e rapidamente torna-se no mais novo membro do grupo Toronto Raptors e ainda é presença regular como dançarino em videoclipes musicais.

Depois de finalizada a escolar secundária, e embora goste de dança, sente-se cansado desse mundo e aos 17 anos considera que tem mais coisas a dizer, e sobretudo, por vontade de se expressar, inicia-se no meio da música. Atua em bares por toda a Europa, e o seu nome começa a ser reconhecido. Quando regressa ao Canadá, assina contrato com a editora Capital Prophet Records e lança o seu álbum de estreia ao qual chamou de Intro. Cantor e compositor, Danny Fernandes vai já no 4º disco e perdeu a conta de quantas tournées já fez pelo Canadá. Chegou mesmo a atuar como cantor de abertura dos concertos de Akon and Sean Kingston, momento que considera como um privilégio. Confessa-se contente com o sucesso e acolhimento que tem tido e sente-se honrado por ter a oportunidade de fazer o que gosta.

Danny Fernandes Danny.jpg

Infelizmente, confessa, tem pouca ligação com a Comunidade portuguesa, tanto em Toronto como em Montreal, embora atue nas festas, quando convidado.

O concerto é sinal de música pop, diversão e um pouco de rebeldia, as jovens rodeiam o palco, e cantam as músicas de cor. Já se sabe, nasce mais uma estrela pop canadiana, mas desta vez é de origem portuguesa.

Destaque
Foi numa fria segunda-feira, dia 18 de novembro, que o mais novo astro luso-descendente, Danny Fernandes, atuou na conhecida Sala Rossa, na Av. Saint-Laurent. De origem portuguesa, nascido e criado em Toronto, Dany Fernandes é um caso de sucesso, sobretudo no mundo dos adolescentes. O LusoPresse quis saber mais e não perdeu a oportunidade de falar com o artista.
Danny Fernandes.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020