logo
rss  Vol. XVII - Nº 296         Montreal, QC, Canadá - domingo, 23 de Fevereiro de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Com três portugueses na organização…

Panellinios sagra-se campeão do Canadá

Norberto Aguiar

Por Norberto Aguiar

A notícia chegou-se de Calgary, em Alberta, telefonicamente pela boca de Luís Timóteo, o treinador de tão bem sucedida equipa: – Ganhámos o Campeonato Canadiano! Não podia ser de outra maneira, felicitámos o timoneiro de uma equipa que tem demonstrado categoria, no Quebeque, onde foi campeão e vencedor da Taça, de resto, demos aqui, neste jornal, toda a informação a esse respeito, em Portugal, para onde tem viajado nos últimos anos e, agora, a nível nacional com esta vitória espetacular, para mais disputando a final contra a equipa da casa.

Tudo começou no jogo com o representante da Nova Escócia (vitória, por 13-1), prosseguiu contra a formação da Saskatchewan (outra vitória e outra goleada, por 12-2), prosseguindo contra os jovens oriundos da Ilha do Príncipe Eduardo (ainda outra goleada, por 8-1), para, a seguir, defrontarem os representantes do Ontário, aureolados de equipa favorita. E a verdade é que demonstraram ter bom futebol, de tal maneira que o desafio teve de ir até à marcação das grandes penalidades.

Com efeito, o apuramento para a final chegou a ser dramático, visto o Panellinios ter começado por marcar primeiro, depois deixou-se empatar; voltou a pôr-se na situação de vencedor e quando parecia que a vitória não lhe escapava, eis que um lance algo displicente da parte de um defesa montrealense, os ontarianos aproveitaram a situação para empatar de novo a contenda, levando o jogo até à marcação das grandes penalidades.

Num desfecho, onde a decisão é tida através da marcação de castigos máximos, sabe-se que a sorte e o sangue-frio dos atletas conta muito. Daí que alguns não consigam aguentar a pressão, o que não admira para jovens de 14 anos. E entre os lances conseguidos e outros falhados, levou a melhor o Panellinios, por oito remates certeiros contra sete para os representantes do Ontário.

Na final, a jovem formação de Montreal voltou a demonstrar porque é campeã do Canadá. Defrontando o campeão de Alberta, que até ao jogo derradeiro não tinha sofrido nenhum golo, bateu-o sem apelo nem agravo, por 3-0!

Logo que acabou o jogo final, escusado será dizer quanta alegria houve nas hostes montrealenses, desde os jogadores aos técnicos, assim como junto dos vários acompanhantes. «Eu não tenho palavras para descrever todas as emoções que sentimos. Rimos, chorámos, pulámos, enfim, muitos gritos foram dados de alegria», dir-nos-ia Luís Timóteo, o treinador de uma equipa formada por jovens de todas as origens sob o «teto» da comunidade grega.

Para além do Luís técnico, dois jovens de origem portuguesa também trouxeram a medalha de campeões do Canadá ao pescoço. Foram eles Wesley Timóteo (filho do treinador) e Brandon Moleirinho.

Futebol
A notícia chegou-se de Calgary, em Alberta, telefonicamente pela boca de Luís Timóteo, o treinador de tão bem sucedida equipa: – Ganhámos o Campeonato Canadiano!
Com tres portugueses na organizacao.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020