logo
rss  Vol. XVII - Nº 294         Montreal, QC, Canadá - quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Eleições em Laval

Manuel Botelho de novo candidato

LusoPresse – Depois de ter feito uma campanha pouco menos que brilhante em 2009, quando obteve muito perto de 42 por cento de votos na circunscrição de St-Martin, por onde concorre outra vez, e quando o poder de Gilles Vaillancourt tinha sustentáculos de autêntico polvo, Manuel Botelho está de volta, «desta vez para ganhar», como contou ao representante do LusoPresse.

Com efeito, Manuel Botelho, que reside há 56 anos no círculo eleitoral de St-Martin, de que faz parte a igreja portuguesa de Nossa Senhora de Fátima, vai concorrer às eleições para a Câmara Municipal de Laval por aquele círculo, onde, em 2009, com uma organização rudimentar e contra um adversário poderoso obteve 41,8% dos votos, números que dão alento para a campanha que ora começa, sobretudo numa altura em que os partidos e candidatos são diversos, sem o carisma de épocas anteriores, onde Gilles Vaillancourt dominava a seu belo prazer.

No dizer de Manuel Botelho, homem que conhece a comunidade portuguesa de Laval como poucos, para além de estar implicado em muitos organismos lavalenses, a sua candidatura é para ganhar, pois desta vez vai ter o apoio da nossa comunidade, o que não aconteceu da última vez, como afirma. Lembre-se que daquela vez havia uma grande divisão na comunidade, que acabou por o prejudicar... E quando se lhe confronta com o facto de não ter apoio de um partido, logo ele diz que «Fui abordado por alguns. Mas prefiro concorrer como independente. Tenho uma boa organização e isso satisfaz-me».

E Noémia de Lima Volta à Carga

Também Noémia de Lima se candidata a vereadora da Câmara Municipal de Laval. Embora viva no círculo eleitoral de Chomedey, ela prepara-se para ser candidata pelo círculo eleitoral de Ste-Dorothée, que é vizinho daquele, só dividido pela autoestrada 13. E também como Manuel Botelho, Noémia de Lima apresenta-se como independente para ser «livre e transparente nas minhas ações», diz-nos, para logo acrescentar que «fui abordada por algumas formações políticas em alturas em que estava em reflexão. Depois de analisar se valia a pena voltar a concorrer pensei que independente poderia pôr em prática todas as minhas convicções, sem pressão de nenhuma espécie».

Noemia de lima TOP_2026 (2) (426x640).jpg
A candidata Noémia Onofre de Lima.

Noémia de Lima, que acha que para se ser vereadora municipal não são precisos partidos, já está em campanha, onde tem muitos amigos e familiares a ajudar.

Recorde-se que Noémia de Lima não se candidata às eleições municipais pela primeira vez. Em 2009, Noémia de Lima, mais dois familiares, candidataram-se pelo então criado Partido ao Serviço do Cidadão, sem grande êxito, de resto. «Era preciso criar uma alternativa ao poder instalado», recorda. Teve igualmente uma participação nas eleições provinciais de 2007, ainda como independente.

Mulher de trabalho e convicções, como não se cansa de repetir, Noémia de Lima não descura a sua formação política, pois tem participado em muitos ateliês do género, além de fazer parte da Associação do Novo Partido Democrático da sua área.

Festa de apresentação de candidatos

No dia 6 de outubro, das 13h00 às 15h00, na Missão Portuguesa de Laval, os dois candidatos portugueses, Manuel Botelho e Noémia de Lima, serão apresentados à comunidade numa festa tipo «copo de água». Espera-se que os portugueses aparecem em grande número.

Nesta mesma ocasião estará presente o advogado Jacques Foucher, que se apresenta como independente à presidência da Câmara de Laval e que conta com o apoio tácito dos dois candidatos portugueses.

Eleições
LusoPresse – Depois de ter feito uma campanha pouco menos que brilhante em 2009, quando obteve muito perto de 42 por cento de votos na circunscrição de St-Martin, por onde concorre outra vez, e quando o poder de Gilles Vaillancourt tinha sustentáculos de autêntico polvo, Manuel Botelho está de volta, «desta vez para ganhar», como contou ao representante do LusoPresse.
Eleicoes em Laval.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2019