logo
rss  Vol. XVII - Nº 294         Montreal, QC, Canadá - quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Condenado a 32 meses

por causar a morte dum paciente

LusoPresse – O antigo auxiliar da saúde, Marc Laquerre, foi condenado a 32 meses de prisão por ter causado a morte de um paciente, em março de 2008, por negligência criminosa, no CHSLD St-Charles (Centre d’hébergement et de soins de longue durée).

A vítima estava hospitalizada por ter ficado paraplégica em consequência dum acidente cardiovascular por overdose de drogas, numa tentativa de suicídio.

Naquele dia fatídico, o auxiliar devia dar banho ao paraplégico, para o qual devia ter instalado o doente numa grua elevadora para em seguida baixá-lo na água da banheira. Assim que o paciente entrou no banho gritou «estou a queimar-me!»

O pessoal que acorreu aos gritos da vítima constatou que a água estava demasiado quente e que havia pedaços de pele colados na parte interior da banheira.

Transportado ao Hospital Enfant-Jésus, o paciente, de 38 anos, acabou por falecer 22 dias mais tarde em consequência das queimaduras.

O tribunal condenou o responsável a 32 meses de prisão ao qual se devem adicionar 100 horas de serviços comunitários.

Diversos
LusoPresse – O antigo auxiliar da saúde, Marc Laquerre, foi condenado a 32 meses de prisão por ter causado a morte de um paciente, em março de 2008, por negligência criminosa, no CHSLD St-Charles (Centre d’hébergement et de soins de longue durée).
Condenado a 32 meses por causar a morte dum paciente.doc
no
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2019