logo
rss  Vol. XVII - Nº 285         Montreal, QC, Canadá - sexta-feira, 23 de Outubro de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Pela Casa do Povo de Cabouco

Centro de Produção Agrícola Solidária é exemplo de sucesso

O Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, João Ponte, reconheceu, publicamente, o bom trabalho feito pela Casa de Povo do Cabouco, presidida por César Medeiros Pacheco, na implementação do projeto - Centro de Produção Agrícola Solidária que teve oportunidade de visitar.

Tal como disse o autarca da Lagoa, aquando da assinatura do contrato programa com esta instituição, este é «um projeto que provavelmente ninguém acreditava que poderia dar certo, mas que gerou frutos e a prova está à vista de todos.» Enalteceu, assim, todo o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido por esta estrutura solidária, referindo que os 6.000,00 € de apoio que a Câmara Municipal de Lagoa atribui são um «incentivo à prossecução de um trabalho social meritório».

Cabouco terras comunitarias2.JPG

A primeira fase de implementação deste projeto já se encontra concluída, tendo consistido na limpeza e preparação do terreno para cultivo, bem como no cultivo de diversas variedades hortícolas, sendo que para João Ponte, «há que aproveitar esta oportunidade para ocupar e formar pessoas e para valorizar os terrenos com potencial agrícola, ainda mais, no atual contexto económico e social, sendo que, neste momento, já é possível confirmar o sucesso deste projeto com a colheita de diferentes variedades hortícolas, que são comercializadas socialmente por entidades sociais, escolares e comunitárias do concelho de Lagoa.»

O Centro de Produção Agrícola Solidária é um projeto de intervenção social pioneiro no concelho da Lagoa, desenvolvido pela Casa de Povo do Cabouco, que tem como principal propósito apoiar pessoas em situação de desemprego de longa duração, com ou sem subsídio, e com problemas de dependências, entre outros, contribuindo para combater a pobreza e exclusão social, assim como formar pessoas na horticultura.

_Cabouco Terras comunitariasMG_0395.JPG

Por outro lado, este é também um projeto que, para além de criar oportunidades de emprego, forma pessoas na área da agricultura, desenvolvendo, através da produção agrícola, um meio de autosustento para as pessoas socialmente discriminadas, bem como rentabiliza espaços desertificados para utilidade pública e social. Promover programas de formação profissional com vista a qualificar os colaboradores inseridos no centro de produção agrícola e comercializar socialmente o produto pelas entidades sociais, escolares e comunitárias do concelho de Lagoa, são também outros dos objectivos deste projeto.

Açores
Centro de Produção Agrícola Solidária que teve oportunidade de visitar.
Pela Casa do Povo de Cabouco.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020