logo
rss  Vol. XVII - Nº 282         Montreal, QC, Canadá - sábado, 24 de Outubro de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

No Restaurante Solmar

São Valentim com ares de Portugal

Anália Narciso

Por Anália Narciso

A direção do Solmar promoveu nas suas instalações a 41ª edição da tão popular festa de São Valentim, dedicada aos namorados, de todas as idades. Para isso mandou vir de Portugal o polivalente cantor António Manuel Ferrão, cujo nome artístico é TOY. Veio de Setúbal, de onde é natural. De resto, já não é a primeira vez que TOY vem a Montreal. Em anos anteriores, este popular cantor já pisou o palco do Solmar.

Na terça-feira, dia 12 de fevereiro, o Senhor David Dias, proprietário, convidou os Média portugueses da comunidade a estarem presentes na apresentação dos artistas e programa para o fim de semana do São Valentim no restaurante mais antigo da comunidade portuguesa do Quebeque.

Solmar Cathy.JPG
Cathy Pimentel.
Foto  - LusoPresse

O encontro com os jornalistas começou por um primoroso jantar, com um cardápio renovado, como o nosso jornal havia já dado um lamiré, resultado da entrevista que a nossa colega Raquel Cunha fez com o Senhor Dias e com o novo Chef do Solmar, acabado de ser contratado por um período de dois anos, soubemos.

«É um menu moderno, feito por um profissional competente, contratado em Portugal, onde era professor de culinária», dir-nos-ia o Senhor David Dias. Para logo acrescentar: – Mas o nosso menu continua a ter os pratos tradicionais portugueses. Uma coisa não complica a outra, concluiu com um rasgado sorriso.

O repasto, generoso e requintado, não é demais repetir, terminado, lugar para a música. É aqui que entra em cena a Cathy Pimentel, uma jovem mulher de 32 anos cheia de talento. Solo, ao piano, Cathy Pimentel tem classe e gabarito para, por si só, dar um espetáculo em qualquer sala, no Solmar, como o faz ao fim de semana, ou noutro lugar qualquer. Hábil nas teclas e com voz melodiosa, Cathy Pimentel tem dom para facilmente conquistar o público. E peçam-lhe para cantar em espanhol, inglês, francês e, naturalmente, em português, que não há o mínimo problema. Em qualquer destes idiomas a luso-descendente, que começou por cantar no coro da Igreja de Nossa Senhora de Fátima de Laval, está mais do que preparada. Não é de resto para admirar, pois Cathy Pimentel sai à família, não fosse ela sobrinha da nossa Diva comunitária Jordelina Benfeito.

Solmar TOY.JPG
TOY em plena atuação.
Foto  - LusoPresse

A rondar as 11 da noite, foi a vez de TOY aparecer em palco para dar um ar da sua graça já que «Amanhã é que é. Amanhã quero esta sala cheia para o meu espetáculo. Vão todos ver. Amanhã a festa vai ser muito bonita», disse, ao mesmo tempo que passava a cantar uma série de melodias, do fado à canção, terminando com algumas anedotas picantes porque «estamos entre amigos». Tal como a Cathy, TOY também interpretou canções noutros idiomas que o português. E falou alemão para um grupo de estrangeiros à mesa para jantar.

Com casa cheia

Na quinta-feira voltámos ao Solmar. À chegada, a sala estava completamente cheia, com muitas caras conhecidas, que aproveitaram para passar a noite de namorados jantando e ouvindo música em português. Só não se dançou porque o espaço era restrito e o tempo escasso depois de tão feliz espetáculo.

Solmar Moleirinho.JPG
Fernando Lata e Carlos Moleirinho, do Café Central.
Foto  - LusoPresse

No programa da noite, como nos tinha sido dito na terça-feira, as presenças da Cathy Pimentel e TOY.

Começou primeiro a jovem e bonita mulher, que ao piano deu largas aos seus instintos de cantora de muito talento, coisa que já tínhamos apreciado na antevéspera. «Fado ciúme», «Abandono», «Gaivota», «Foi por vontade de Deus», «Besame mucho» e tantas outras melodias, qual delas a mais bem interpretada. A presença de Cathy Pimentel no palco sucedeu-se por mais de uma vez. E em todas elas, os aplausos fizeram-se sentir muito sonoros.

Entretanto, a meio da noite, já o jantar – com a ementa apresentada na terça-feira aos jornalistas a marcar uma presença assinalável – se apresentava praticamente no fim, subiu ao palco (forma de falar, bem entendido, pois todos conhecem a sala do Solmar...) para de uma só vez interpretar uma série de canções do seu reportório. E TOY entrou de rompante, característica muito sua, pelos vistos. Com voz pujante e muita segurança não foi difícil ao cantor de Setúbal empolgar toda a sala, onde já pontificavam muitos admiradores seus. Quer ao piano ou à guitarra, o sadino demonstrou o porquê de aos 50 anos estar em plena possessão de todos os seus dotes de cantor de cariz nacional e internacional

Solmar Luis Miranda primo.JPG
Luís Miranda com a esposa e alguns amigos.
Foto  - LusoPresse

«És sensual», «Medley», «Enquanto estou vivo», «Água, não», «Rosa negra», «Caruso», «Vou chorar outra vez», «Confesso» foram algumas das melodias que TOY interpretou na noite de São Valentim, no Solmar, para alegria dos muitos portugueses (a grande maioria) na sala. E depois vieram algumas brincadeiras, sempre muito acarinhadas. As anedotas também se repetiram, com alguns dos presentes a quererem ouvir sempre mais... Se tivéssemos que pontuar a atuação de TOY no Solmar, facilmente lhe daríamos um 8!

É isso, TOY é um cantor muito bom e polivalente, que rapidamente pode passar a imitador. E canta também em vários idiomas, o que se torna em mais um trunfo.

Renovação na continuidade

Solmar Fernando Santos.JPG
Fernando Santos mais a esposa e filha
Foto  - LusoPresse

O Restaurante Solmar está aí para durar. Qualquer dia festejará meia centena de anos, um feito extraordinário num ramo muito competitivo e difícil. Acaba de contratar um novo e qualificado Chef, e tem nova ementa, mercê da chegada de Ricardo Mendes, única forma de acompanhar os novos tempos.

Uma palavra final para render as nossas homenagens a Manuel Melgar e Manuel Paiva, os simpáticos empregados de mesa do Solmar há vários anos, pela eficiência do seu trabalho.

Reportagem
A direção do Solmar promoveu nas suas instalações a 41ª edição da tão popular festa de São Valentim, dedicada aos namorados, de todas as idades. Para isso mandou vir de Portugal o polivalente cantor António Manuel Ferrão, cujo nome artístico é TOY. Veio de Setúbal, de onde é natural.
No Restaurante Solmar.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020