logo
rss  Vol. XVII - Nº 280         Montreal, QC, Canadá - segunda-feira, 12 de Abril de 2021
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Centre de Carreaux Céramiques Italiennes

É agora a maior loja de cerâmicas do Quebeque

Raquel Cunha

Reportagem de Raquel Cunha

Fomos visitar o Centre de Carreaux Céramiques Italiennes, situado no 8710 da rua Pascal Gagnon, em St-Léonard, uma das filiais da companhia Éco Depôt Céramique. Abriu em 1988 e o sucesso tem sido tanto que, no passado dia 28 de novembro, devido à falta de espaço da antiga casa a filial se mudou para mais amplas instalações.

O sucesso assenta em três pilares: «a qualidade, o bom preço e a disponibilidade/variedade de produtos», explica-nos Mario Rossi, gerente da casa. «É que esta loja não só tem um enorme showroom, como é a maior do Quebeque, com 60 mil m2», continua. E mais, é por «sermos importadores diretos que conseguimos uma boa qualidade a um excelente preço, o melhor do mercado», confessa.

INTERIOR III.JPG
Fotógrafo Raquel Cunha - LusoPresse

Este estabelecimento não só vende cerâmicas, porcelanas, mosaicos, mármore, granito, pedras de cultura (verdadeiras e falsas), como todos os utensílios de casa de banho, lavatórios, chuveiros, etc., como ainda dispõe de serviço personalizado, adequado às necessidades de cada cliente, seja ele comercial ou particular.

Aberto a todo o tipo de público, aqui «encontra a maior variedade ao melhor preço, com material sempre em stock, para que o cliente nunca tenha de esperar o reabastecimento do mesmo. É imediato, no máximo dos máximos pode tardar 24 horas», explica Alex Dias, encarregue do atendimento ao público, sempre com

INTERIOR II.JPG
Fotógrafo Raquel Cunha - LusoPresse

a simpatia característica dos portugueses. Após 4 anos a trabalhar no Restaurante Ferreira Café e, por «coincidências da vida», decidiu mudar de emprego e começou, já lá vão 5 anos, a trabalhar na loja. É hoje o braço direito de Mario Rossi.

O «facto de ser português não pesou para que fosse escolhido», mas confessa que «há muitos clientes portugueses, cerca de 15% de toda a clientela». Depois sorri e conta que «muitos deles ficam felizes por poderem falar português. E mesmo que eu esteja ocupado, eles ficam à espera para serem atendidos por mim». «É que muito do sucesso desta loja, deve-se ao passa-palavra, onde muitos vêm recomendados por amigos ou familiares que já foram nossos clientes», remata.

A verdade é que os clientes com quem trabalha «são clientes para a vida», argumenta Mario Rossi, «acabam sempre por voltar e para nós isso é sinal de que ficaram satisfeitos com o produto».

a equipa, Alex Dias, Leah Dagher e Mario Rossi.JPG
As salas de exposição e Alex Dias, Leah Dagher e Mario Rossi, três importantes obreiros do que é este centro de cerâmicas.
Fotógrafo Raquel Cunha - LusoPresse

Se o produto, «o mais variado, de melhor qualidade, sempre disponível e ao mais baixo preço» não é motivo suficiente para a escolha desta superfície, há ainda outros fatores que convencem o cliente mais indeciso. É que aqui o serviço é de «alta qualidade e sempre ultra personalizado», complementa Leah Dagher, designer de interiores, que oferece aconselhamento permanente na loja. Caso tenha dúvidas sobre o que comprar ou como renovar a sua casa, pode contar com «a nossa ajuda, desde a escolha dos materiais, como também no desenvolvimento do projeto ou ainda na elaboração de desenhos em dimensões para que possa visualizar os resultados antes da compra». A designer confessa que «são muitos os que me procuram, tanto empreiteiros como clientes particulares». E esclarece que «dependendo do serviço pretendido» pode «visitar a casa/empreendimento do cliente, desenvolver com ele o projeto e efetuar uma ilustração do resultado final, através da conceção de desenhos 3D».

«Aqui o cliente é acompanhado pelos melhores profissionais do ramo, dispõe dos melhores produtos aos mais baixos preços e conta com variedade de stock», resume Alex Dias. Ao que Mario Rossi acrescenta que «temos muito orgulho no produto e no serviço que oferecemos».

Para concluir, resta dizer que os produtos disponíveis são «escolhidos a dedo» e importados diretamente de Espanha, Itália, Portugal e China. A loja está aberta de segunda a quarta-feira, das 7h às 18 horas; quintas e sextas fica aberta até às 20h30, e aos sábados fecha às 16 horas.

Se quiser ser atendido em português conte com a ajuda e o profissionalismo de Alex Dias, disponível de terças a sábados e que, com a sua contagiante simpatia realça, «venham que serão sempre bem-vindos», ao mesmo tempo que sorri este luso-descendente de origem açoriana. Um lugar a visitar.

Reportagem
Fomos visitar o Centre de Carreaux Céramiques Italiennes, situado no 8710 da rua Pascal Gagnon, em St-Léonard, uma das filiais da companhia Éco Depôt Céramique..
Centro de Carreaux de ceramicas italianas.doc
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2021