logo
rss  Vol. XVII - Nº 280         Montreal, QC, Canadá - segunda-feira, 12 de Abril de 2021
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Bilhete de Lisboa

A língua portuguesa

Por Filipa Cardoso

Na edição do LusoPresse de 20 de dezembro achei interessante um artigo que tinha como título «Escola bilingue pode abrir em Londres».

O artigo colocava a possibilidade do governo britânico financiar uma escola com o objetivo de promover o português como língua internacional.

A língua portuguesa posiciona-se na atualidade nos dez primeiros lugares das línguas mais faladas em todo o mundo. Mais de 250 milhões de pessoas falam português, o que representa 3,7% da população mundial. População que detém aproximadamente 4% da riqueza total.

Os oito países independentes que têm o português como língua oficial – Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste constituíram em julho de 1996 a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Timor-Leste só integrou a CPLP em 2002, depois da sua independência.

Curioso notar a existência de três países observadores que são a Guiné Equatorial, a Maurícia (Mauritius) e o Senegal.

A CPLP que instiga a aliança e a amizade entre os estados membros tem, na atualidade, o lema: «fazer negócios em português».

É notório o empenho da Comunidade em valorizar o espaço económico da lusofonia. No caso de Portugal 8% das exportações já têm hoje em dia como destino os países de língua portuguesa.

De entre muitas outras iniciativas, uma nota para o «Congresso dos Portos de Língua Portuguesa», que envolveu cerca de 150 congressistas, que teve lugar em Lisboa no início de dezembro de 2012.

O Instituto Internacional da Língua Portuguesa, inaugurado em 2010, na cidade da Praia, Cabo Verde, visa «promover a defesa, o enriquecimento e a difusão da língua portuguesa como veículo da cultura, educação, informação e acesso ao conhecimento científico, tecnológico e de utilização oficial em fóruns internacionais».

Também para divulgação da língua portuguesa existe em São Paulo, no Brasil o Museu da Língua Portuguesa, inaugurado em 2006, com sede no histórico edifício «Estação da Luz». Como curiosidade, referir que durante a cerimónia de inauguração, a música de fundo era o fado português «Foi Deus» e a canção brasileira «Asa Branca».

Para terminar gostaria de referir, como pormenor significativo, a existência de numerosas palavras japonesas de origem portuguesa que são o resultado da permanência dos portugueses no Japão no século 16. Algumas dessas palavras são: botão, copo, cristo, sábado, sabão, veludo, vidro, e muitas mais.

Bilhete de Lisboa
Na edição do LusoPresse de 20 de dezembro achei interessante um artigo que tinha como título «Escola bilingue pode abrir em Londres».
Bilhete de Lisboa.doc
no
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2021