logo
rss  Vol. XVI - Nº 256         Montreal, QC, Canadá - segunda-feira, 01 de Março de 2021
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContacto arrowÚltima hora arrowClima
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Restaurante O Fado

Lenita Gentil dá o «toque»

Anália Narciso

Por Anália Narciso

Temos seguido algumas noites de fados que se organizam na Comunidade de vez em quando. Numas os artistas são assim, assim. Noutras chega-se a assistir a boas atuações, por mérito dos fadistas convidados. E ainda noutras, está-se lá por respeito à pessoa que promove a noite. Em todas as ocasiões, o assistente tem de ter o discernimento de separar o bom do mau e do sofrível. Mas uma coisa é certa, nessas alturas não podemos reclamar o que não existe. Para bom entendedor...

lenita fado 1
Actuação de Lenita Gentil
Foto: LusoPresse

Vem isto a propósito da noite de fados a que assistimos no passado dia 18 de novembro, no novo restaurante da comunidade, chamado O Fado, propriedade de Aníbal Silva, o homem dos Piri-Piris em Montreal. Uma noite de fado autêntico, com uma fadista de grande nível, Lenita Gentil, que nos habituámos a escutar na rádio ou em disco, que em presença física foi a primeira vez que a vimos.

Também pela primeira vez entrámos no novo restaurante, uma «peça» muito airosa, direi mesmo vistosa, com vista para a rua que lhe serve de porta de entrada, numa elevação que nos deixa, como dizer, de bom humor. Logo à entrada há o bar em forma de círculo, com sofás e cadeiras a condizer com o estilo, de bom gosto. Depois, à esquerda, há a sala do restaurante propriamente dita. Menos luxuosa que a do bar, porém, mas pode dizer-se que com mais um ou outro artefacto ela atingirá outros galões.

A noite de fado começou com o jantar. Para os mais exigentes, sentimos que o repasto não estaria à altura. Mas, naquelas circunstâncias, há que ver que O Fado talvez tenha aberto fora de tempo. Isto é, deveria ter tido o tempo de amadurecer, abrindo primeiro ao público diário, maneira de rodar a equipa. Assim não sendo e tendo de «produzir» quatro noites seguidas de intenso labor, alguma coisa haveria de falhar... Agora, se daqui um mês ou dois se repetirem alguma das falhas então verificadas, o caso já mudará de figura.

O interessante da questão é que nós, que estávamos em serviço, achámos o ambiente e o repasto au point. E dizemos isto para reforçar aquilo que dissemos a alguns que nos abordaram para reclamar. Queriam, talvez, que fizéssemos história...

lenita paulo filipe fado3
Atuação de Paulo Filipe
Foto: LusoPresse

Começou Paulo Filipe por ser o primeiro fadista a atuar. E fê-lo com a classe e presença do costume. Acompanhado por músicos da estirpe de Fernando Silva (esteve cá há pouco tempo com Rodrigo) e de Paulo Ramos, o jovem da Lagoa não podia fazer outra coisa que brilhar. «Fadinho serrano», «Que fazes aí Lisboa»... levaram-no aos fortes aplausos e ao reconhecimento.

Lenita Gentil entraria em palco logo depois da atuação do rancho folclórico juvenil da Missão Santa Cruz. E entrou sob aplausos estridentes, duma plateia mais do que conquistada. Lenita Gentil, viu-se, estava em terreno conhecido. Daí que tenha tido uma noite à altura do seu prestígio, galvanizada pela atenta e ordeira (pelo silêncio) assistência.

Aos gritos de mais um, ou que cantasse aquele fado, ou mais aquele, Lenita Gentil retirar-se-ia da sala cansada, mas satisfeita de mais uma noite de boa sementeira, ao mesmo tempo que reclamava que «tenho que deixar alguns para amanhã», sorrindo...

«Maria Madalena», «Lisboa Antiga», «Lisboa cidade sol»... mais o «Samaritana de Coimbra», ainda os sinto como se estivesse a ouvi-los no novo Restaurante O Fado, que está situado no 1240, Drummond, na Baixa da cidade.

O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2021