logo
rss  Vol. XVI - Nº 256         Montreal, QC, Canadá - quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2021
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContacto arrowÚltima hora arrowClima
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Toda a gente fala

Pauleta fascina os grandes média

Jules Nadeau

Por Jules Nadeau

Nestas últimas semanas, os grandes média falaram de Portugal com frequência, mas com a passagem da Águia dos Açores por cá, foi quase um recorde de entrevistas e reportagens falando dos portugueses e dos desportos da comunidade. Muitas foram as entrevistas, mas Pauleta deu provas duma paciência exemplar. «Não era preciso», disse-me ele muito delicadamente enquanto nós esperávamos na cantina de Radio-Canada (SRC) por uma entrevista com o jornalista bem conhecido Michel Désautels. Fomos mesmo duas vezes no mesmo dia à SRC para a rádio e a televisão.

pauleta-entrevista r-c
Pauleta em entrevista para a televisão de Radio-Canada
Foto: LusoPresse

Nunca o LusoPresse contactou tantos jornalistas mas só a tarefa de encontrar todos os endereços e organizar um encontro da imprensa exigiu uma boa dose de energia. Felizmente, Marc Tougas da Presse canadienne e de RDS transmitiu rapidamente a mensagem da chegada de Pauleta a Montreal. A seguir, foi a Radio-Canada que depressa pediu entrevistas para várias emissões. Sem grande surpresa, Robert Frosi de «Culture physique» queria ter a estreia. Poderia haver um conflito com ele e Michel Désautels? Boa surpresa, nem tudo ficou dito a estas duas vedetas dos média porque a equipa de René-Homier Roy também queria uma fatia do bolo para sexta-feira de manhã.

Para o morning man, Jean-François Poirier apresentou-se quinta-feira na Caixa de Economia com o seu gravador. Se os jornalistas são seres curiosos, é bem o caso deste especialista dos desportos. Não só Pauleta, mas também o chefe de redação e eu fomos submetidos ao seu simpático interrogatório. Norberto Aguiar aproveitou para se queixar do Impacto que ainda não tinha solicitado um encontro com Pauleta. A mensagem passou bem. O Impacto telefonou logo de seguida.

Gentileza e modéstia

pauleta-entrevista tva
Pauleta em entrevista com a televisão de TVA
Foto: LusoPresse

Visto que Pauleta se ilustrou em Bordéus e na Cidade-Luz durante oito anos, tínhamos a vantagem de ter alguém que fala muito bem francês. O que mais me chamou a atenção quando ele estava ao microfone, foi a sua gentileza e sobretudo a sua modéstia. Não é alguém que dê muita importância à sua pessoa! Que fosse numa entrevista ou quando estávamos num pequeno grupo com José Silva (o jornalista de Ponta Delgada que age como seu empresário), Pauleta ria, fazia-me partidas e depressa comecei a tratá-lo por tu à maneira quebequense. Uma relação tu cá tu lá, que nos deu muito gosto.

Ronald King escolheu encontrá-lo no sábado no restaurante da rua Masson para aplaudirem a vitória do Benfica contra o Sporting. «Não há problema. Conheço a Casa Vinho do Johny Almeida», respondeu-me o cronista de La Presse. Fiquei contente que fosse ele a representar o «meu jornal», aquele onde no passado fui permanente no internacional. «Conheço uma equipa em Montreal que bem precisava dum verdadeiro goleador», escreveu Ronald King a quem tenho a tentação de chamar Ronaldo ou, melhor ainda, Ronaldinho. «Habito perto do bairro português. Faz-me sinal quando houver qualquer coisa!» Prometido!

Tenho de confessar que perdi alguns. Na Federação do Soccer não vi o discreto fotógrafo de La Presse. Também não tive tempo de falar com o cameraman da TVA. Norberto Aguiar bem podia rolar à velocidade de um kamikaze para levar o nosso jovem reformado de 38 anos até Laval, havia por vezes faltas de pontualidade à portuguesa.

 

pauleta-panelinos com alberto feio
Alberto Feio em reportagem para Montreal Magazine
Foto: LusoPresse

O nosso mais fiel cameramen foi o Alberto Feio, coadjuvado pela Conceição Ferreira ao microfone, e que possui o recorde de horas de filmagem (sem esquecer o seu trabalho no nosso colóquio de 16 de outubro). Quantas imagens preciosas! No primeiro dia da visita, o nosso VIP devia participar no «Fora de Jogo» de quarta-feira à noite no Rádio Clube, mas um importante jantar de família totalmente desconhecido da nossa parte tornou a coisa impossível. Luísa Calado compreendeu e António Salvador gravou uns curtos três minutos no banquete do Château Princesse.

As comunidades nos média

Bem gostaria de ter levado o jovem de São Roque a «Tout le monde en parle» ou então à Marie-France Bazzo, mas é preciso não abusar. O modesto Herby Moreau com certeza teria ficado contente de se fazer fotografar na sua companhia, mas não podemos ter tudo... Pascal Cifarelli confirmou-nos que Québec Soccer mencionará o nosso evento em dezembro. Os «100 anos de soccer no Quebeque» fizeram-nos uma séria competição. Exatamente como o congresso da Federação Profissional dos Jornalistas do Quebeque (FPJQ).

Norberto Aguiar queixa-se sempre da ausência dos Portugueses e das comunidades culturais nos grandes média. «Isto corrige tudo. Agora estou contente», confessou-me finalmente ao telefone no final desta semana exaustiva. (Ele vai ter de subscrever de novo La Presse.) Eis por que é que temos boas relações com Hélène Parent de Radio-Canada International e recentemente responsável da Diversidade na sociedade do Estado. Enfim, saudações fraternais a Donald Jean (Médiamosaïque) e a Abou Zirat (M Magazine) que estavam na minha mesa na nossa gala.

Pedro Miguel Carreiro Resendes dito Pauleta não fez uma aparição em «Tout le monde en parle» onde ele seguramente teria marcado alguns golos, mas não é grave, toda a gente fala na mesma.

(Enquanto estou a escrever estas linhas, a chefe de redação Patricia Miotto envia-me um relatório da sua «entrevista dura» com o jogador de futebol (que ela já conhecia antes da sua vinda) que aparece em Au Féminin no seguinte endereço:

www.aufeminin.com)

O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2021