logo
rss  Vol. XV - Nº 253         Montreal, QC, Canadá - quarta-feira, 03 de Junho de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContacto arrowÚltima hora arrowClima
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Espanha/ ETA:

«Fim definitivo» da ação armada

 

eta

Bilbau, Espanha - A ETA, organização terrorista que defende o separatismo basco, anunciou hoje que «decidiu o fim definitivo da sua ação armada», segundo um comunicado divulgado pela edição online do diário Gara.

"A ETA decidiu a cessação definitiva da sua atividade armada», refere o comunicado da organização.

"A ETA faz um apelo aos governos de Espanha e França para abrir um processo de diálogo direto que tenha por objetivo a resolução das consequências do conflito e, assim, a superar a confrontação armada. A ETA com esta declaração histórica mostra o seu compromisso claro, firme e definitivo», refere.

No comunicado, a organização considera que «é tempo de olhar o futuro com esperança» e de «atuar com responsabilidade e valentia».

No comunicado, a ETA refere-se diretamente à Conferência Internacional que decorreu segunda-feira no País Basco, onde estiveram, entre outros, Kofi Annan e Gerry Adams, que considerou «uma iniciativa de grande transcendência política.

»A resolução reúne os ingredientes para uma solução integral do conflito e conta com o apoio de amplos setores da sociedade basca e da comunidade internacional", indica, considerando que no País Basco se está a abrir »um novo tempo político".

»Estamos perante uma oportunidade histórica para dar uma solução justa e democrática ao secular conflito político. Contra a violência e a repressão, o diálogo e o acordo devem caracterizar o novo ciclo", sublinha

Na declaração, a ETA considera que o »reconhecimento de Euskal Herria e o respeito pela vontade popular devem prevalecer sobre a imposição", considerando que esse »é o desejo da maioria da cidadania basca".

»A luta de longos anos criou esta oportunidade. Não foi um caminho fácil. A crueza da luta levou muitos companheiros e parceiros para sempre. Outros estão a sofrer o cárcere ou o exílio", sublinha.

»Para eles e elas o nosso reconhecimento e a mais sentida homenagem", refere.

Agora, considera, »o caminho também não será fácil".

»Ante a imposição que ainda perdura, cada passo, cada conquista, será fruto do esforço e da luta da cidadania basca", refere o comunicado.

»Ao longo destes anos Euskal Herria acumulou a experiência e força necessária para enfrentar este caminho e tem também a determinação para o fazer", refere ainda.

Finalmente, a ETA »faz um apelo à sociedade basca para que se implique neste processo de soluções até construir um palco de paz e liberdade".

O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

Apesar das resistências encontradas na imprensa portuguesa em geral, o LusoPresse decidiu adoptar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa pelas razões que já tivemos a oportunidade  de referir noutro local.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.
 
Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020