logo
rss  Vol. XIV - Nº 250         Montreal, QC, Canadá - domingo, 29 de Março de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContacto arrowÚltima hora arrowClima
Partilhe com os seus amigos: Facebook

O Impacto e as eliminatórias

Recente melhoria pode não chegar

Norberto Aguiar

Por Norberto Aguiar

Nos últimos sete jogos, quatro deles em casa, o Impacto venceu quatro, empatou um e perdeu dois, perfazendo a melhor série de resultados da época. Mas isso só foi possível graças a uma remodelação quase total na composição da equipa, prova de que quem escolheu os jogadores na pré e início da época se enganou redondamente. E uma das pessoas responsáveis pelo recrutamento de então atua hoje, curiosamente, como treinador dessa mesma equipa...

impacto jesse march treinador 1
Jess March, treinador

Mas apesar da série vitoriosa, o Impacto, quando faltam quatro jogos para terminar o Campeonato, está longe de ter garantido o apuramento para as eliminatórias de fim de ano, pois encontra-se a quatro pontos desse desiderato e ainda tem que defrontar formações importantes como o Islanders de Porto Rico e o Railhawks da Carolina, neste momento as duas melhores equipas da liga, e o Edmonton FC, seu adversário direto na corrida ao apuramento. Vale que este confronto está aprazado para o Estádio Saputo. Entretanto, o último desafio, que é de ganhar, é contra o Silverbacks de Atlanta, que está em último lugar na classificação e por isso já sem hipóteses de participar na prova de conclusão da época.

Vejamos, entretanto, os resultados dos jogos que o Impacto disputou no decorrer do último mês e que foi tempo de férias para o nosso jornal.

Minnesota - Impacto, 1-0

Impacto - Minnesota, 3-1

Impacto - Tampa Bay, 3-3

Impacto - Atlanta, 4-0

Impacto - Minnesota, 2-0

Minnesota - Impacto, 0-2

Fort Lauderdale - Impacto, 1-0

Para concluir o Campeonato da NSL, o Impacto tem de disputar os seguintes jogos:

Dia 7 de setembro

Islanders de Porto Rico - Impacto

Domingo, 11 de setembro, às 15h30

Impacto - Carolina (Estádio Saputo)

Sábado, 17 de setembro, às 19h30

Impacto - Edmonton FC (Estádio Saputo)

Dia 24 de setembro

Atlanta - Impacto

Para se qualificar para as eliminatórias finais, o Impacto terá de ganhar todos os jogos que tem para disputar. Se assim não for, a formação montrealense tem que estar atenta à carreira dos seus principais adversários, o Minnesota, o Strikers de Fort Lauderdale, e um pouco mais distante, o Edmonton FC.

Novo treinador

A pensar já em 2012, altura em que o Impacto de Montreal ascende à poderosa liga norte-americana MLS (Major League Soccer), os dirigentes montrealenses apresentaram o seu novo timoneiro, Jesse Marsh, que assinou um contrato válido por três anos.

O novo técnico, que já trabalha como «olheiro» nos jogos da equipa, questão de avaliar a capacidade técnica, e não só, como afirmou na conferência de Imprensa do passado dia 10 de agosto, dia da sua apresentação, dos jogadores com contrato, dizíamos, o novo técnico é um jovem de 38 anos, nativo de Racine, no Wisconsin (USA) e vem diretamente da Seleção dos Estados Unidos, onde era adjunto de Bob Bradley. É graduado pela Universidade de Princeton. No futebol, para além de ter sido adjunto da Seleção Americana até há dois meses, altura em que o seu mentor foi substituído por Jurgen Klissemman, Jesse March orientou as formações de U-23, U-18, U-17 e U-15 do Programa Nacional de Desenvolvimento Americano de Futebol.

Como jogador de futebol, atuava a médio, Jesse March também teve uma carreira de grande sucesso, tendo passado por equipas como DC United, Fire de Chicago e Chivas de Los Angeles. Ao todo disputou 321 jogos em 14 anos na MLS e foi dos jogadores mais medalhados, com a conquista de três Campeonatos da MLS e quatro Taças USA. Também chegou a internacional pelo seu país.

Como se vê, Jesse March conta com uma grande experiência futebolística, tanto como jogador, assim como treinador, aqui sobressaindo a sua participação no Campeonato do Mundo da África do Sul de 2010 e, sobretudo, na sensacional carreira da Seleção dos Estados Unidos, um ano antes, ainda na África do Sul, quando os USA disputaram a final da Taça das Confederações diante do Brasil (perderam por 3-2 depois de estarem a vencer por 2-0). Para esse feito, a Seleção Americana havia de bater (2-0), na meia-final, a Espanha, coroada Campeã da Europa um ano antes e que já levava 34 jogos sem perder!...

É neste técnico capacitado que os dirigentes do Impacto contam para enfrentar o difícil ano de estreia na MLS, uma liga muito competitiva e que já ombreia com os melhores campeonatos que se disputam por esse mundo fora.

Interessante foi ver que Jesse March aplicou o seu francês «aprendido durante os meus anos de colégio» no decorrer do encontro com os jornalistas, o que caiu muito bem. É caso para dizer que o jovem treinador americano começou o seu trabalho em Montreal com o pé direito. Pelo menos, para já, aos olhos da Imprensa, que se sabe muitas vezes tem um papel decisivo na aceitação do treinador por parte dos adeptos. Seja como for, a sua atitude só lhe poderá trazer vantagens e nunca desvantagens.

O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

Apesar das resistências encontradas na imprensa portuguesa em geral, o LusoPresse decidiu adoptar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa pelas razões que já tivemos a oportunidade  de referir noutro local.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.
 
Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020