logo
rss  Vol. XV - Nº 245         Montreal, QC, Canadá - segunda-feira, 17 de Fevereiro de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContacto arrowÚltima hora arrowClima
Partilhe com os seus amigos: Facebook

No seu Campeonato.

Impacto marca passo

Norberto Aguiar

Por Norberto Aguiar

Depois de uma eliminatória contra o Whitecaps de Vancouver, para a Taça Nutrilite, vulgo Campeonato de Futebol do Canadá, que roçou o brilhantismo, onde só foi eliminado pelos «british» no prolongamento, consubstanciado na vitória (1-0) sobre o Nova Iorque Red Bull, da Major League Soccer, e uma das melhores formações da América do Norte do momento, o Impacto virou-se para o seu Campeonato e pumba!, toma lá mais uma derrota, desta feita diante do Caroline, para mais em jogo disputado no Estádio Saputo, que é, está bem de ver, a sua casa.

impacto marco
Marco

Do que se constata, é que o Impacto começa a ter, neste início de época, duas caras, uma para a competição da North America League Soccer - a Segunda Divisão - e outra para as grandes ocasiões, se assim se pode dizer, quando este ano defrontou as duas equipas que tomam parte na MLS - a Primeira Divisão - Vancouver e Nova Iorque.

Nos embates com estas duas fortes formações, que vimos, dois in loco, e o outro através da televisão da Rádio Canadá (jogo em Vancouver), o Impacto demonstrou classe, através de muito empenho e denodo de maneira a não perder de vista o maior gabarito dos seus categorizados adversários que, diga-se de passagem, pensavam que poderiam vencer os montrealenses com alguma facilidade. Não foi assim que aconteceu, porque a equipa quebequense demonstrou que tem jogadores de bom nível e que estava preparada para defrontar ambos adversários. E com essa postura, o grupo de Montreal - jogadores, técnicos e restante staff - pode estar descansado por que se viu que o Impacto, em 2012, pode ombrear com as equipas da MLS. Não talvez para jogar para os primeiros lugares, é certo, mas com alguns retoques aqui e ali, estamos convencidos de que a campanha montrealense na MLS em 2012 pode ser muito honrosa, quem sabe mesmo uma participação nas eliminatórias de fim de época, coisa que o Toronto FC, em quatro anos de Liga, ainda não conseguiu.

impacto nova iorque

Voltando atrás para falar um pouco do que vimos o Nova Iorque fazer contra o Impacto no jogo do passado dia 11 de maio, temos de dizer que esperávamos mais de um conjunto que possui vários internacionais, a começar pelo Rafael Marquez, defesa central mexicano que muito se notabilizou no Barcelona, e a acabar em Henry, um dos melhores avançados do mundo, com um folha de serviços impressionante, mormente aquando da sua passagem pelo Arsenal e Barcelona. Também Agudelo, jovem avançado estrela de 19 anos que integra a Seleção principal dos Estados Unidos, nos deixou de água na boca por uma melhor prestação. Alguns dirão que o jogo era amigável e por isso o desempenho terá sido de pouca intensidade... Para nós, tratou-se de um jogo internacional, entre duas equipas profissionais, e está tudo dito. Neste caso, parabéns ao Impacto que soube empenhar-se num jogo que, pelo que fez, nunca poderia perdê-lo.

Outro pormenor que não nos escapou neste desafio foi a lição táctica que Marc dos Santos «serviu» ao seu homólogo nova-iorquino, ao manietar os principais jogadores adversários de forma a não lhes deixar uma única brecha em direção à baliza de Bush, guarda-redes montrealense - o titular Guadette nem esteve no banco dos suplentes. Em 90 minutos, a baliza local só passou por um momento de verdadeiro perigo - bola ao poste, ainda no decorrer da primeira parte. Sempre impávido, o treinador sueco nunca teve manha para modificar o desempenho da sua equipa perante uma formação de uma divisão inferior. É verdade que utilizou 24 jogadores... que serviram para nada. A não ser para andar atrás da bola na posse dos jogadores do Impacto que, em muitos casos, fizeram as vezes dos adversários em jogo de prestígio.

 

impacto gerba

Agora, cingido ao seu campeonato, o Impacto tem de sair da letargia em que mais um resultado adverso lhe mergulhou, já ganhando os dois próximos desafios na Florida, respectivamente contra o Tampa Bay (dia 21) e o Fort Lauderdale (dia 28). O regresso a casa dá-se a 4 de junho, diante do Edmonton FC. O desafio começa às 14h30.

Nota de rodapé - Depois de perder com o Impacto, o Nova Iorque Red Bull, que lidera a Zona Este da Major League Soccer, voltou a perder (3-2) com o Chivas USA, a segunda equipa da cidade de Los Angeles (a outra é o Galaxy de David Beckham e Landon Donavan). Thierry Henry justificou a derrota, a primeira em casa esta época, com a viagem e o jogo de Montreal.

O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

Apesar das resistências encontradas na imprensa portuguesa em geral, o LusoPresse decidiu adoptar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa pelas razões que já tivemos a oportunidade  de referir noutro local.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.
 
Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020