logo
rss  Vol. XV - Nº 245         Montreal, QC, Canadá - sábado, 04 de Julho de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContacto arrowÚltima hora arrowClima
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Mesas de Esperança

Inês Faro

Por Inês Faro

Um jantar, mil pessoas, uma meta: angariar fundos para alimentar crianças desfavorecidas de 26 escolas de Montreal. A segunda edição da Table de l'Espoir/Table of Hope, realizou-se na passada segunda-feira, 9 de maio, no Hotel Queen Elizabeth. Os fundos reverteram a favor da organização sem fins lucrativos, Partageons l'espoir/Share the Warmth.

 

mesas da esperanca1

Presidido pelo luso-canadiano Hermano Alves, 53 anos, a Table de l'Espoir é o sucessor daquele que sempre foi um dos eventos de angariação de fundos mais badalados da cidade. A Taste of the Nation, presidido durante 14 anos pela filantropa Laurie Normand-Starr, mudou de nome com o falecimento da presidente, altura em que Hermano Alves se voluntariou para assumir o comando deste projeto.

Durante nove meses, o luso-canadiano contou com uma equipa de 25 voluntários, entre os quais uma luso-descendente, Valérie Valente, para a organização deste evento.

Esta iniciativa contou ainda com a presença de algumas das mais ilustres figuras públicas da sociedade quebequense. Mila Mulroney, mulher do Primeiro-ministro Brian Mulroney e Julie Snyder, companheira de Pierre Karl Péladeau, presidente do grupo Québécor Media, foram, como no ano passado, as presidentes da Comissão de Honra do evento. O preço dos bilhetes variou entre os 200$, para os VIP's e 125$ para os restantes.

A Table de l'Espoir contou com a participação de 45 restaurantes da cidade e outros 20 estabelecimentos responsáveis pela pastelaria, cafés e bebidas.

Cozinha solidária

 

mesas da esperancachef_rodney_alves
Chef Rodney Alves

Num evento que reúne o melhor da gastronomia montrealense, esta foi também uma montra de sabores portugueses, através da participação de três restaurantes: a Casa Minhota, o Bitoque e o Papas Tapas-Martinis e ainda o importador de vinho Rocha & Rocha. Como em anos anteriores, a comida e as bebidas foram oferta dos restaurantes e empresas participantes. A cozinha lusa foi solidária e fez sucesso. «As pessoas adoraram! Depois do evento, muitas já cá vieram jantar», conta José Figueiredo, proprietário do Restaurante Casa Minhota, a participar pela segunda vez neste evento.

Os pastéis de bacalhau e o patê de atum partilharam a noite com petiscos de outras nacionalidades, num jantar volante, que facilitou a circulação e a degustação. «Não há discursos, não há mesas sentadas, as pessoas andam em pé a provar as várias comidas e bebidas», explica Hermano Alves.

Esta edição do Table de l'Espoir conseguiu angariar 140 000 $, que servirão para financiar pequenos-almoços e almoços a crianças desfavorecidas. «A angariação de fundos deste evento representa cerca de 15% do orçamento da Fundação Partageons l'espoir», diz o luso-canadiano. Um contributo importante para garantir a distribuição de 4 200 refeições por semana a alunos desfavorecidos identificados dentre 26 escolas de Montreal.

Saiba mais sobre este evento em:

http://www.tabledelespoir.ca

Saiba como ajudar a Fundação Partageons l'espoir em:

http://www.sharethewarmth.ca

O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

Apesar das resistências encontradas na imprensa portuguesa em geral, o LusoPresse decidiu adoptar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa pelas razões que já tivemos a oportunidade  de referir noutro local.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.
 
Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020