logo
rss  Vol. XV - Nº 243         Montreal, QC, Canadá - sexta-feira, 22 de Janeiro de 2021
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContacto arrowÚltima hora arrowClima
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Homenagem da cidade de Toronto

Uma honra que responsabiliza a comunidade - Carlos César

Por Carlos Tomé

 

homenagem cidade toronto grupo

Carlos César considerou domingo muito importante o reconhecimento que a comunidade açoriana do Ontário mereceu da Câmara Municipal de Toronto e que se consubstanciou na atribuição do nome de «Casa dos Açores Way» à artéria onde se localiza aquela instituição que congrega centenas de emigrantes.

Carlos César - que presidiu à cerimónia, na qual marcaram presença o presidente da Câmara de Toronto, Rob Ford, e diversas individualidades de sectores políticos locais e provinciais, bem como dezenas de pessoas que não se intimidaram com uma chuva inclemente e alguma neve - advertiu, no entanto, para a necessidade de a comunidade mostrar que é merecedora de tais distinções.

«Precisamos que os outros digam que os portugueses são uma comunidade activa, os portugueses defendem-se, os portugueses constroem algo de novo e de dinâmico nesta sociedade em que se integram tantas origens, tantas nacionalidades e tantas sensibilidades que fazem, como se sabe, de Toronto uma capital da multiculturalidade», afirmou.

 

homenagem cidade toronto placa

Reiterando a opinião de que se tratava de uma homenagem merecida e que honra também os açorianos residentes nas ilhas, Carlos César disse que «é bom que as gerações mais novas façam o possível por merecê-la e honrá-la no futuro.»

Ao seu apelo o Presidente do Governo dos Açores juntou palavras de estímulo a uma comunidade que, tal como as outras espalhadas pelo mundo, lhe dão, como confessou, uma grande alegria e muita emoção sempre que as visita.

«Todos estes momentos dão sentido às minhas funções, dão-me a certeza de que, para além do Governo que se circunscreve às nossas nove ilhas, nós temos responsabilidades que vão para além delas e daqueles que lá vivem», acentuou.

Daí que, face a momentos menos bons que possam vir a criar dificuldades, como aquele que o mundo atravessa, «temos de perder menos tempo a nos

lamentar do que não está bem e perdermos mais tempo a prepararmos a nossas convicções e a construirmos a forma como tudo deve correr melhor. Isto aqui, isto nas nossas vidas, isto no nosso país, isto pelo mundo fora», sublinhou Carlos César.

 

homenagem cidade toronto rua

E embora esclarecendo que não pretendia imiscuir-se na política local, o governante repetiu o apelo feito na véspera, instando os presentes a participarem nas eleições locais e provinciais do próximo dia 2 de Maio, «porque esse acto de votar não é apenas em defesa própria - o que já é muito bom e muito importante - mas é também um acto de cidadania que vai prestigiar e dar força a uma comunidade.»

Insistindo, Carlos César alertou para a possibilidade de alguns políticos não concederem a devida atenção à comunidade portuguesa por pensarem que os portugueses não votam, pelo que, como sugeriu, devem fazer-se ouvir e, com isso, assumirem-se como cidadãos de primeira do Canadá.

Este último acto da visita de dois dias de Carlos César a Toronto ficou também assinalado pela estreia - embora ainda sem carácter oficial e apenas para dar notícia da sua recente formação - do Grupo Folclórico das Casa dos Açores do Ontário, constituído por tocadores e bailadores com idades entre os 16 e os quase sessenta anos.

O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

Apesar das resistências encontradas na imprensa portuguesa em geral, o LusoPresse decidiu adoptar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa pelas razões que já tivemos a oportunidade  de referir noutro local.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.
 
Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2021