logo
rss  Vol. XV - Nº 241         Montreal, QC, Canadá - quinta-feira, 03 de Dezembro de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContacto arrowÚltima hora arrowClima

A Quinzena em notícias

Por Carlos de Jesus

Terça-feira, 1 de março

Portugal: Crise encerra 50 lojas por dia

portugalcriseencerra50lojaspordia

Segundo o «Jornal de Notícias» do Porto de hoje, Lisboa e Porto veem encerrar centenas de estabelecimentos desde o Natal. No artigo podemos ler: «No último dia de saldos, segunda-feira, os comerciantes de Lisboa e Porto contabilizaram 40% de quebras face ao ano de crise de 2010. Em tal cenário, estarão a encerrar portas 50 empresas por dia a nível nacional. Lisboa e Porto perderam 100, cada uma, desde o Natal».



Quebeque: Bellemare e Charest depõem armas

bellemareecharest

Não haverá mais luta de galos entre Jean Charest e Marc Bellemare. O primeiro-ministro e o seu antigo ministro da Justiça resolveram chegar a um acordo para abandonar os processos que ambos se tinham intentado mutuamente no montante de várias centenas de milhares de dólares.

Quarta-feira, 2 de março

Líbia: Kadhafi lança contra-ataque para esmagar revolta

A Líbia em estado de guerra civil, as forças leais ao regime combatem para esmagar os revoltosos e recuperar 

kadhafi

o controlo do país. Dois batalhões fortemente armados e mercenários ao serviço do ditador passaram ao contra-ataque em várias cidades do leste do país.

Depois de uma noite de violência as forças pró regime terão recuperado parte da cidade de Al-Brayqa e Ajdabiyah. Os aviões de Kadhafi lançaram ataques estratégicos, não se sabe se terão causado vítimas. O que é certo é que Kadhafi fará tudo o puder para reprimir esta revolta.

A cidade portuária de Brega sofreu também um contra-ataque e foi recuperada pelos homens de Khadafi, incluindo o aeroporto. As cidades de Nalut e Wazin têm sido igualmente palco de contra-ataques. A coligação anti-Kadhafi pensa pedir uma intervenção militar estrangeira.

ONU: Portugal vai presidir ao Comité de Sanções à Líbia

A convite da presidência do Conselho de Segurança (China, em março, após Brasil em fevereiro) e da 

onuportugal

coordenação dos membros permanentes, Portugal vai presidir ao Comité de Sanções à Líbia no quadro das decisões tomadas em 26 de fevereiro, designadamente embargo de armas.

Recorde-se que nesta matéria, Portugal teve manifesto reconhecimento internacional aquando da passagem pelo conselho no biénio 1997-98, com a presidência do Comité de Sanções ao Iraque, pelo que a escolha presente não deve andar longe desse mesmo reconhecimento.

Quinta-feira, 3 de março

Egito: Navios da Marinha iraniana regressam pelo Canal de Suez

egitonaviosdamarinhairanianaregressampelocanaldesuez

Uma semana depois de passarem pelo Canal de Suez numa manobra considerada como "uma provocação" por Israel, dois navios da Marinha iraniana regressaram ao Mar Vermelho pelo mesmo caminho. As deslocações navais, que coincidem com o ambiente tumultuoso no Médio Oriente, foram recebidas com especial apreensão pelo Estado hebraico, inimigo histórico de Teerão.

A travessia do passado dia 22, em direção à Síria, foi a primeira passagem de uma embarcação de guerra iraniana no Canal de Suez desde a Revolução Islâmica, em 1979. A visita à Síria tinha como objetivo, segundo as autoridades iranianas, "reforçar as relações de longa data e a cooperação marítima".

Sexta-feira, 4 de março

Portugal: Santana Lopes arrasa PSD

 

santanalopes

Pedro Santana Lopes revela hoje na sua crónica do jornal 'Sol' a sua "distância ou, pelo menos, diferença em relação ao PSD". O antigo primeiro-ministro e líder do partido diz sentir-se muito afastado do partido, sobretudo desde o último congresso, realizado há cerca de um ano.

Numa altura em que o cenário de eleições antecipadas é uma hipótese discutida todos os dias, Santana critica os que gravitam à volta da liderança de Pedro Passos Coelho: "Para mim, é difícil sentir-me próximo de um partido em que muitos dirigentes se sentam na primeira fila das iniciativas de sucessivos líderes, sempre prontos para servir no Governo, em empresas, institutos públicos ou até embaixadas".

Sábado, 5 de março

Portugal: Imigração - Portugal à frente do Canadá

Um estudo internacional, sério e independente (MIPEX III), colocou Portugal no segundo lugar (depois da 

imigracao

Suécia e à frente do Canadá) entre 31 países no que respeita a políticas visando a integração de imigrantes. Esta é a terceira edição do estudo, e Portugal foi o país que mais progresso registou nalguns indicadores críticos desde 2007.

É confortável saber que as políticas públicas de Portugal não fazem eco daquelas de países muito mais ricos, como a Suíça e a Áustria, onde verdadeiros preconceitos de populaça marcam a agenda do Governo e da oposição.

Domingo, 6 de março

Canadá: Otava envia avião para a Líbia

militarlibia

O Canadá vai enviar outro avião para a Líbia para ajudar a repatriar os canadianos presos no meio do conflito.

Segundo uma mensagem de Dimitri Soudas, porta-voz do primeiro-ministro Stephen Harper, enviada por Twitter, o governo vai enviar um avião das forças armadas canadianas para evacuar mais canadianos da Líbia. Até agora mais de 300 cidadãos do Canadá conseguiram fugir da Líbia.


Brasil: Carnaval abre em cheio

carnavaldorio2011

Mais de 70 mil pessoas vão assistir no sambódromo do Rio de Janeiro, este domingo e segunda-feira, ao desfile de Carnaval.

Mais de 50 mil polícias estão nas ruas para garantir a segurança nos locais de festejos, a operação é também um teste para 2016, quando o Rio de Janeiro irá receber os Jogos Olímpicos. Aquela que é a sétima economia do mundo quase para durante uma semana para festejar uma tradição de mais de 150 anos.

Segunda-feira, 7 de março

Líbia: Forças de Kadhafi avançam sobre posições rebeldes

As forças leais a Muammar Kadhafi rumam ao Leste da Líbia controlado pelos rebeldes. A intensificação dos combates aumenta os receios de que a revolução popular se transforme numa guerra civil.

O Exército líbio avança sobre o porto petrolífero de Ras Lanuf, alvo esta manhã de um bombardeamento aéreo, depois de parar os rebeldes que tentavam chegar a Sirte, cidade-natal de Kadhafi.

Portugal: Geração à Rasca interrompe discurso de Sócrates

portugalgeracaoarascainterrompediscursodesocrates

Cerca de uma dúzia de manifestantes ligados ao movimento Geração à Rasca foram expulsos do local onde o secretário-geral do PS falava, depois de terem interrompido José Sócrates mal este iniciou a apresentação da sua moção política ao congresso do partido, em Viseu.



Terça-feira, 8 de março

Iémen: Polícia dispara contra manifestantes

No Iémen, a polícia abriu fogo contra manifestantes antigovernamentais que protestavam próximo da universidade de Saana. Há, pelo menos 65 feridos, seis deles em estado grave. A multidão pedia a demissão do presidente Ali Abdullah Saleh.

Vários inemitas, maioritariamente jovens, estão acampados frente à universidade desde meados de fevereiro, exigem mais emprego e o fim da corrupção.

Quarta-feira, 9 de março

Japão: Sismo de 7.2 abala o país

japaosismo

Um sismo de magnitude de 7.2 na escala de Richter atingiu a costa nordeste do Japão. Até ao momento não há registo de vítimas mortais. O abalo foi sentido por volta do meio-dia, hora local. Seguiu-se uma réplica de 6.2 graus. Como medida de prevenção, as autoridades emitiram um alerta de Tsunami.

Quinta-feira, 10 de março

Portugal: Cavaco Silva afirma que o país vive uma situação de emergência social

No dia de tomada de posse para o segundo mandato presidencial, Cavaco Silva, proferiu, no Parlamento, um discurso arrasador sobre o estado do país. O Presidente da República não poupou o Governo socialista recordando um largo conjunto de indicadores económicos e sociais muito negativos, alertando para uma "situação de emergência económica, financeira e social".

O presidente português lembrou que é tempo da juventude se fazer ouvir. Um apelo que promete ganhar dimensão na manifestação de jovens da "Geração à Rasca", marcada para o próximo sábado, em Lisboa.

Sexta-feira, 11 de março 

japaotsunami

Japão: O maior sismo de sempre

O maior sismo de sempre no Japão, com uma magnitude de 8,9 na escala de Richter, provocou vagas gigantes ao longo das zonas costeiras no nordeste do país. Uma muralha de água fustigou a província de Miyagi, a zona mais afetada. Receia-se que o tsunami faça milhares de vítimas.

Portugal: Cortes nas pensões atingem 180 mil pessoas

Quem pensava que pior era impossível, enganou-se. A partir do próximo ano, as pensões acima de 1.500 euros brutos vão sofrer reduções médias de 5%. A nova medida de austeridade abrange todas as reformas acima deste valor - cerca de 180 mil - mas afetará mais as pensões pagas pelo Estado, já que quase um terço dos pensionistas da Caixa Geral de Aposentações (CGA) verão a sua pensão encolher. O anúncio foi feito pelo ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, na apresentação da atualização do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC), onde anunciou um conjunto de medidas para aplicar até 2013.

Sábado, 12 de março

Japão: Explosão em central nuclear

Uma explosão provocou vários feridos, mas a agência de Segurança Nuclear do país garante que a explosão não ocorreu num reator. Momentos antes, evocava-se a possibilidade de estar a ocorrer uma fusão nuclear num reator e tinha sido detetado césio radioativo nas redondezas.

Domingo, 13 de março

portugalmanifestacaodageracaoarasca

Portugal: Manifestação da «Geração à Rasca»

Duzentas mil pessoas desfilaram em Lisboa, 80 mil no Porto, para denunciar a precariedade laboral da população mais jovem que representa mais de 5% dos desempregados no país.

A manifestação apolítica, convocada por Internet, realizou-se depois do governo ter anunciado um novo pacote de medidas de austeridade para combater a crise económica.




Segunda-feira, 14 de março

Japão: Nova explosão na principal central nuclear

japaonovaexplosaonaprincipalcentralnuclear

Registou-se uma nova explosão nuclear, desta vez no reator 3. Poderão ter havido mesmo duas deflagrações consecutivas, mas o reator resistiu. Segundo o governo japonês a possibilidade de fugas radiativas é "reduzida". O incidente fez pelo menos nove feridos no local. O Japão conduz uma luta a contrarrelógio para evitar que a catástrofe natural de sexta-feira seja seguida de uma catástrofe nuclear.

Terça-feira, 15 de março

Líbia: Forças pró-Kadafi preparam assalto a Bengasi

 

libiaforcasprokadafipreparamassaltoabengasi

As forças leais a Muammar Kadhafi apertam o cerco à oposição em Ajdabiya. A cidade está a ser bombardeada pela aviação do regime.

Ajdabiya está localizada a cerca de 200 quilómetros de Bengasi, quartel-general do movimento pró-democracia e tudo aponta que este vai o próximo alvo de Muammar Kadhafi.

As forças do regime que recuperaram, entretanto, Zauía atacaram segunda-feira Zuara, a poucos quilómetros da fronteira com a Tunísia.

Facebook
O tempo no resto do mundo

Acordo Ortográfico

Apesar das resistências encontradas na imprensa portuguesa em geral, o LusoPresse decidiu adoptar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa pelas razões que já tivemos a oportunidade  de referir noutro local.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.
 
Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020