logo
rss  Vol. XV - Nº 238         Montreal, QC, Canadá - sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowArquivos arrowContacto arrowÚltima hora arrowClima

Na Ribeira Grande

14 escolas verdes

Por Ana Paula Fonseca

 

na ribeira grande

Ribeira Grande - A Ribeira Grande é o segundo concelho dos Açores com mais bandeiras verdes hasteadas nas suas escolas. Actualmente, são 14 o número de Eco-Escolas na Ribeira Grande, que hastearam em 2009/2010 a bandeira verde atribuída pela Secção Portuguesa da Fundação para Educação Ambiental (FEE Portugal) e a Associação da Bandeira Azul da Europa (ABAE). Estes números colocam o concelho ribeiragrandense à frente de outros como Portalegre ou Bragança e em segundo nos Açores

Na Ribeira Grande, a Escola Básica Integrada (EBI) tem sob a sua alçada sete Eco-Escolas, seguindo-se a EBI de Rabo de Peixe com três e a EBI da Maia com duas. As Escolas Secundária e Profissional da Ribeira Grande também têm hasteado o galardão, bem como o Centro de Apoio Social e Acolhimento - Bernardo Manuel Silveira Estrela. As escolas galardoadas aderiram em parceria com a Câmara Municipal da Ribeira Grande ao programa "Eco-Escolas". A associação da autarquia a este projecto, em prol da formação, informação e aplicabilidade de práticas amigas do ambiente, permite a prossecução do programa em cada unidade orgânica, com o objectivo de tornar todas as escolas da Ribeira Grande e todas as IPSS com uma vertente educativa em Eco-Escolas.

Actualmente, o município está a preparar mais um protocolo com a ABAE, instituição nacional que coordena o Programa Eco-Escolas.

Este ano, as temáticas a trabalhar pelas escolas serão a Biodiversidade (na continuidade com 2010), a Floresta (dado que as Nações Unidas proclamaram 2011 o Ano Internacional das Florestas) e o Mar (uma temática que visa o aprofundamento do debate acerca da gestão equilibrada dos recursos marinhos, da conservação da biodiversidade, e do seu papel enquanto regulador do clima).

O programa "Eco-Escolas" tem como objectivo encorajar acções, reconhecer e premiar o trabalho desenvolvido pela escola na melhoria do seu desempenho ambiental, gestão do espaço escolar e sensibilização da comunidade.

Pretende ainda estimular o hábito de participação e a adopção de comportamentos sustentáveis no quotidiano, ao nível pessoal, familiar e comunitário.

Este programa é coordenado na escola, através de um professor coordenador; a nível nacional através da ABAE, com o apoio da Comissão Nacional do Projecto e a nível internacional pela Fundação para a Educação Ambiental, funcionando em parceria com as Câmaras Municipais.

O tempo no resto do mundo

Acordo Ortográfico

Apesar das resistências encontradas na imprensa portuguesa em geral, o LusoPresse decidiu adoptar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa pelas razões que já tivemos a oportunidade  de referir noutro local.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.
 
Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020