logo
rss  Vol. XV - Nº 238         Montreal, QC, Canadá - domingo, 05 de Abril de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowArquivos arrowContacto arrowÚltima hora arrowClima

Carlos César:

Refrescamento do Governo acentua a capacidade de renovação do partido que o suporta

Por Carlos Tomé

 

carlos cesar claudia cardoso
Carlos César e Cláudia Cardoso

Carlos César realçou, logo após Cláudia Cardoso ter tomado posse do cargo de Secretária Regional da Educação e Formação, que "este refrescamento do Governo ocorre numa área que é fundamental, na nossa perspectiva, para a consolidação do projecto de desenvolvimento dos Açores, com a ênfase que sempre lhe atribuímos na qualificação dos recursos humanos."

Para o Presidente do Governo, Cláudia Cardoso tem aptidões especiais neste domínio, pois, como acrescentou, é uma das pessoas que mais contribuiu e influiu na organização do actual programa do Governo.

"É também representante de uma nova geração de políticos, com trinta e tal anos, que trouxe ao Partido Socialista novas ideias, uma nova reinserção no plano social e no plano eleitoral, e este refrescamento vai ser, sem dúvida, muito positivo para acentuar esta capacidade que o PS tem revelado na nossa região, e que o Governo também deve revelar, de estar em contacto simultâneo com várias gerações, com várias sensibilidades e com várias aspirações", acentuou Carlos César.

Frisando que os Governos não podem estar presos ao passado, nem, por outro lado, prescindirem dele, aproveitou para agradecer a colaboração prestada pela anterior titular da Educação e Formação, Lina Mendes.

"Evidentemente que a nova titular terá outras condições - e tem outras condições - para que esse desempenho seja melhorado", disse o Presidente do Governo.

O tempo no resto do mundo

Acordo Ortográfico

Apesar das resistências encontradas na imprensa portuguesa em geral, o LusoPresse decidiu adoptar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa pelas razões que já tivemos a oportunidade  de referir noutro local.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.
 
Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020