logo
rss  Vol. XV - Nº 235         Montreal, QC, Canadá - sábado, 04 de Abril de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowArquivos arrowContacto arrowÚltima hora arrowClima

Conselho de Representantes no Exterior foi eleito

Lisboa - O Conselho de Representantes Brasileiros no Exterior (CRBE) não inclui nenhum elemento que resida em Portugal, de acordo com os resultados finais da eleição deste órgão, disponibilizados no site do Ministério das Relações Exteriores brasileiro.

Para representar a Europa, foram eleitos Laércio Ribeiro da Silva (Reino Unido), Mônica da Cunha Cruz Pereira (Bélgica), Carlos Mellinger (Reino Unido) e Flávio José Carvalho da Silva (Espanha).

Os representantes eleitos na América do Sul e Central são Marilene Sguarizi (Paraguai), Romildo Antônio de Souza (Paraguai), José Paulo Ribeiro (Suriname) e Ari Sordi (Paraguai).

Para a América do Norte e Caraíbas, foram eleitos Fausto Mendes da Rocha, Silair Coleta de Almeida, Ester Sanchez-Naek e Ronney Roger Molinari Oliveira, todos com residência nos Estados Unidos.

Siham Hussein Harati (Líbano), Ângelo Akimitsu Ishi (Japão), Carlos Sussumo Shinoda (Japão) e Newton Takahiro Sonoki (Japão) foram os conselheiros eleitos para representar as regiões da Ásia, África, Oriente Médio e Oceânia.

As eleições para a escolha dos 16 elementos do CRBE começaram a 01 de novembro e prolongaram-se até 09 do mesmo mês, contando com 280 candidatos, segundo informação do Ministério das Relações Exteriores.

A votação, somente para brasileiros que residem no exterior, foi feita de forma eletrónica pelo portal www.brasileirosnomundo.mre.gov.br.

Além dos 16 conselheiros efetivos, foram também eleitos outros 16 conselheiros suplentes, quatro representantes por cada região, à semelhança do que verifica para os elementos eletivos. Nenhum destes reside em Portugal e Canadá.

O CRBE é composto por um conjunto de brasileiros radicados no exterior, que irão servir de interlocutores entre os brasileiros que vivem fora do país e o governo brasileiro.

O CRBE foi lançado na II Conferência "Brasileiros no Mundo" (outubro de 2009) e será o sucessor do Conselho Provisório de Representantes (CPR) - criado por ocasião da I Conferência, de julho de 2008, e dissolvido por decisão da Plenária da II Conferência.

O tempo no resto do mundo

Acordo Ortográfico

Apesar das resistências encontradas na imprensa portuguesa em geral, o LusoPresse decidiu adoptar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa pelas razões que já tivemos a oportunidade  de referir noutro local.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.
 
Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020