logo
rss  Vol. XIII - Nº 234         Montreal, QC, Canadá - segunda-feira, 01 de Junho de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContacto arrowÚltima hora arrowClima
Partilhe com os seus amigos: Facebook

No Ferreira Café

iPad como lista de vinhos

Norberto Aguiar

Por Norberto Aguiar

O Grupo Ferreira, hoje composto do Ferreira Café, Vasco da Gama, F-Bar e LunchMontreal.com, tem tido um crescimento exponencial, traduzido num aglomerado de 150 trabalhadores, desde que inaugurou o seu primeiro restaurante - o Ferreira Café - no dia 1 de abril de 1996. E, como nos dá a perceber o seu mentor, o Grupo está aí para continuar a crescer e a inovar. De resto, foi nessa condição que fomos «chamados» ao Ferreira Café para tomarmos conhecimento de mais um «passo adiante» no dia-a-dia daquele prestigioso, e prestigiante espaço gastronómico da cidade.

no ferreira cafe

Estivemos com Carlos Ferreira no passado dia 12 de novembro. Nessa ocasião, o homem-forte do Grupo Ferreira deu-nos conta de que o Ferreira Café, sempre a pensar no dia de amanhã, tinha adotado como «lista de vinhos» a aplicação eletrónica Wine-Is, através dum iPad. A ideia surgiu-lhe por força de uma recente passagem por Lisboa, onde encontrou o «sistema» num afamado restaurante lisboeta, o Solar dos Presuntos. «Foi a primeira vez que vi uma coisa assim», começaria por nos dizer Carlos Ferreira, para logo acrescentar que tinha procurado informações junto dos proprietários e vindo a saber que a companhia portuguesa responsável pela ideia era a Code Ware. Os contactos foram estabelecidos e o exemplo do Solar dos Presuntos - segundo Carlos Ferreira, um dos melhores restaurantes de Portugal - foi agora implementado no Ferreira Café, tornando-se pioneiro em Montreal.

«O cliente quando chega, em vez da habitual e tradicional lista de vinhos, é-lhe entregue o iPad. O cliente assim, não só tem a possibilidade de escolher o vinho que pretende como ao mesmo tempo fica, se desejar, como é óbvio, a saber as suas características, desde a região de procedência, como métodos e ano de produção, percentagem de álcool, passando pela própria história da casa produtora. É mesmo possível apreciar as quintas através de fotografias», sintetiza-nos Carlos Ferreira com uma ponta de orgulho.

Outra curiosidade importante é que a nova «carta de vinhos» pode ser consultada em cinco línguas: inglês, francês, espanhol, italiano e naturalmente em português. Quanto ao seu conteúdo, que é vasto, pois poderá açambarcar todas as Quintas que usam o virtual como meio de divulgação dos seus vinhos, a aplicação encarrega-se de, num ápice, através de um simples e-mail, acrescentar ou retirar um qualquer produto.

E para aqueles que podem argumentar que não são hábeis no manuseamento do iPad, a prova que fizemos demonstra que não é preciso ser-se um expert para lidar com tal objeto. Um simples carregar do indicador e o processo está logo em marcha... O nosso «exame» foi feito com a famosa Sogrape, a maior casa de vinhos de Portugal, onde até soubemos que um dos maiores acionista é o multimilionário madeirense Joe Berardo. Também vimos que há mais de 400 referências vitivinícolas, com 154 portos listados.

Com esta aplicação, o Ferreira Café não só inova no Canadá, como passa a estar ligado a praticamente todos os produtores de vinho do nosso país. Além disso podemos ainda encontrar o alistamento de todos os vinhos do Ferreira Café, possuidor de uma cave única na América do Norte, com milhares de garrafas de todos os géneros.

Porque a reação tem sido positiva, Carlos Ferreira já se prepara para comprar novos iPad's para o F-Bar e Vasco da Gama.

A aliança Grupo Ferreira - APC

Como todos sabem, o Grupo Ferreira criou mais um negócio - o LunchMontreal.com - no seu interior. E o processo de trabalho está sendo desenvolvido nas instalações da Associação Portuguesa do Canadá, numa parceria que visa o melhor para as duas entidades. E porque há sempre quem ponha em questão estas coisas de parcerias, sobretudo quando implica uma entidade comercial e um organismo sem fins lucrativos, há que dizer, para que não hajam dúvidas, que o Grupo Ferreira está a investir muito dinheiro na Associação, um montante a rondar os 150 mil dólares, mercê da renovação da cozinha, bar, janelas, etc. Depois disso, se o negócio crescer mediante as expectativas do Grupo Ferreira, o investimento feito na Associação ficará para seu benefício, enquanto o Grupo partirá para um local maior.

Comunidade
O Grupo Ferreira, hoje composto do Ferreira Café, Vasco da Gama, F-Bar e LunchMontreal.com, tem tido um crescimento exponencial, traduzido num aglomerado de 150 trabalhadores,o Ferreira Café - no dia 1 de abril de 1996.
No Ferreira Cafe.doc
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020