logo
rss  Vol. XIII - Nº 234         Montreal, QC, Canadá - segunda-feira, 01 de Junho de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContacto arrowÚltima hora arrowClima
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Carlos César e o Quebeque

«Um mundo de oportunidades»

Por Carlos Tomé

carlos cesar e o quebeque representante 1

Istambul, Turquia - O Presidente do Governo dos Açores disse em Istambul que o Eurodisseia, "ao promover, em simultâneo, a mobilidade e empregabilidade dos nossos jovens e a construção da Europa das Regiões, constitui-se, de facto, numa das mais marcantes e visíveis estratégias, quer das nossas políticas de emprego, quer da afirmação do poder regional na Europa."

       Carlos César falava no decorrer da 26ª Assembleia-Geral da Assembleia das Regiões da Europa (ARE), que decorreu, este ano, na cidade de Istambul, na Turquia, e acrescentou que o Eurodisseia "é também um exemplo da eficácia das políticas regionais e, por maioria de razão, da eficácia das regiões em tratar dos seus problemas, o que releva o espírito de pioneirismo e de regionalismo europeu que nos norteia a todos no Eurodisseia."

       Salientando que os Açores tiveram, nestes quatro anos de mandato, desde 2007 e até agora, um aumento de 50% do número de regiões aderentes e mais de 25% do número total de jovens estagiários, que frequentaram o programa em 39 regiões europeias representando mais de 60 milhões de habitantes, o governante aludiu ao novo mandato que lhe foi conferido para dizer que "é com muito orgulho, mas também com a determinação e o entusiasmo de um novo desafio, que olhamos para o futuro."

carlos cesar e o quebeque representante 2

       Recorde-se que Carlos César foi eleito, por unanimidade e aclamação, no passado mês de Setembro, em Múrcia, Espanha, para um novo mandato como Presidente do Eurodisseia, na sequência, aliás, de um apelo da Presidente da ARE, Michelle Sabban, no sentido de as regiões votarem na continuidade da Presidência açoriana, atendendo aos bons resultados dos mandatos anteriores.

       E como os Açores querem fazer ainda melhor, Carlos César disse em Istambul que "no próximo mandato gostaríamos de implementar, no âmbito da Assembleia das Regiões da Europa, um Observatório Europeu de Mobilidade Profissional, - já lançado e em desenvolvimento -, que será suportado tecnicamente pelo observatório açoriano de emprego e terá a responsabilidade de avaliar o impacto e os mecanismos da mobilidade na Europa, questão absolutamente relevante para a Europa no horizonte 2020."

       Agradecendo a Michelle Sabban todo o apoio que sempre manifestou aos Açores na condução do Eurodisseia e em todos os projectos que a região pretende desenvolver com a Assembleia das Regiões da Europa, sublinhou que grande parte do sucesso do Eurodisseia deve-se também ao facto de a Presidente Sabban e o seu Secretário-geral, Klaus Klipp, acreditarem na liderança açoriana do programa.

       "E foi com o seu impulso que olhámos para o Quebeque, como mundo de oportunidades para muitos jovens europeus, numa perspectiva transatlântica tão cara aos Açores", realçou o Presidente do Governo dos Açores e, também, do Eurodisseia.

       Carlos César não deixou de assinalar a presença, como observador, de Alfred Pilon, responsável pelas políticas de juventude e mobilidade junto do primeiro-ministro daquela província do Canadá, considerando-a como um sinal claro do sucesso dessa aproximação à América do Norte.

       Considerando que o Eurodisseia, já com vinte e cinco anos, mantém toda a sua pertinência e toda a sua modernidade num contexto que é difícil para todos, Carlos César manifestou a opinião de que há duas dimensões da questão europeia em aberto: - o alargamento e a eficácia das estratégias para a sua consolidação; e a Europa do emprego e da competitividade.

       "Nestas duas dimensões centrais da nossa actuação pública, e que implica o emprego dos nossos jovens, o programa Eurodisseia tem sido a resposta certa", disse.

       Citando Victor Hugo, para quem o Futuro tem vários nomes - Impossível para os fracos, Desconhecido para os medrosos ou Oportunidade para os corajosos -, o Presidente do Governo Regional apelou "a uma forte e corajosa actuação das políticas públicas das nossas regiões."

       Em causa está, como frisou, "a defesa de um futuro de oportunidades, de dimensão europeia, e centrada numa Europa aberta, onde o emprego das nossas populações, e dos nossos jovens em particular, seja estruturante e ponto essencial da coesão económica, social e territorial."

Portugal
Istambul, Turquia - O Presidente do Governo dos Açores disse em Istambul que o Eurodisseia, "ao promover, em simultâneo, a mobilidade e empregabilidade dos nossos jovens e a construção da Europa das Regiões...
Carlos Cesar e o Quebeque.doc
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020