Clicar na imagem para fechar
[X]
Vol. XIV - Nº 228 Montreal, QC, Canadá -
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowArquivos arrowContacto arrowÚltima hora arrow RSS Feed

Provavelmente que escapou a alguns a informação no rodapé do meu último editorial - do dia 15 de Abril - no qual informava os leitores de que iria estar ausente destas páginas durante várias semanas, em razão de partir em viagem pela Europa. Realmente foi uma grande ausência - quase três meses longe do contacto com os leitores. Mas daí a haver quem levantasse a hipótese de eu me ter zangado com o nosso editor e chefe de redação, senhor Norberto Aguiar, a ponto de ter abandonado o LusoPresse, é uma conclusão apressada e de má-fé, sobretudo quando a põem a circular como de fonte certa. É o género de boato em que é rica a «fina-flor do entulho» desta comunidade.

Por Carlos de Jesus

Em Valença pernoitaram mais de 3500 peregrinos no primeiro semestre de 2010, sendo que 2256 o fizeram no Albergue de Peregrinos "São Teotónio" e os demais nos pavilhões municipais. A este número acrescem os muitos grupos que escolheram Valença como início da sua peregrinação até Santiago.

O grande volume de peregrinos é português, seguido pelos espanhóis, franceses, italianos e brasileiros, sendo possível encontrar, ainda, australianos, coreanos, mexicanos e sul-africanos, entre outras nacionalidades.

Para que servem estas cimeiras? Será que elas existem para resolver os problemas concretos das populações mundiais a contas com a miséria e a injustiça?

Ou será um exercício para apalpar o pulso dos representantes dos pequenos países neste anfiteatro?

Depois de nos debruçarmos sobre o que disse o cérebro do ex-presidente G. Bush no seu discurso de passagem por Toronto à margem desta cimeira tudo nos leva a tirar conclusões que estas cimeiras servem apenas de pano de fundo para que o capitalismo tire as suas conclusões encaminhando as consciências mundiais para a defesa dos seus interesses.

Fernando Pires

Por Fernando Pires

foto

Foi com grande alegria que o meu marido e eu demos as boas vindas à Vitória e ao Carlos de Jesus.

Ficamos contentes de poder retribuir a simpatia com que nos receberam em Montreal.

Nesse dia que passámos com o casal demos um passeio pelo Bombarral, mais precisamente fomos visitar a Quinta dos Loridos e o Jardim Oriental Buddha Éden.

Por Filipa Cardoso

Porto - Calendário da edição de 2010/2011 da Liga portuguesa de futebol, sorteada no dia 5, no Porto (entre parêntesis a data da segunda volta):

Jornada 1: 15/08/2010 (Jornada 16: 16/01/2011)

Rio Ave - Nacional

Marítimo - Vitória de Setúbal

Sporting de Braga - Portimonense

Porto - Calendário da Liga de Honra portuguesa em futebol, cuja edição de 2010/2011 foi dia 5 sorteada no Porto:

Jornada 1: 29/08/2010 (Jornada 16: 06/02/2011)

Varzim - Penafiel

Santa Clara - Arouca

Feirense - Freamunde

Sporting da Covilhã - Leixões

Gil Vicente - Trofense

foto

Depois de ter vencido, em 2008, o Campeonato da Europa em Futebol, a Espanha volta, agora, a ganhar o Campeonato do Mundo de Futebol, prova máxima de quantas competições se disputam no Planeta Terra, isto em qualquer tipo de modalidade desportiva. De resto, com a presença de 32 equipas, o mês de duração da competição e os seus milhões de (tel)espectadores, o Campeonato do Mundo de Futebol é muito mais do que por exemplo os Jogos Olímpicos, que só demoram 15 dias, apesar de contarem com a participação de cerca de 200 países...

Por Norberto Aguiar

Os analistas, alguns de meia-tijela, mas que por força dos órgãos de Informação que representam têm «cobertura», continuaram a dar palpites descabidos, numa safra de avanços e recuos de se lhes tirar o chapéu.

Primeiro era que a Argentina era uma excelente equipa, mas com Maradona não chegava a lado nenhum. Mais tarde, com os argentinos a ganharem e a fazerem boas exibições, passaram a ver a Selecção das Pampas como uma das mais sérias candidatas ao título, chegando mesmo ao cúmulo de passarem a admirar o até então «incompetente» Maradona. Depois, passaram a idolatrar a Alemanha, a que, na opinião deles, praticava o melhor futebol do Mundial e que por isso só pararia na final. Não é de admirar portanto tais afirmações, pois «enfiar» 4 golos a zero na Argentina, só de uma equipa do outro mundo.

Norberto Aguiar

Por Norberto Aguiar

O Centro de Ajuda à Família está organizando um passeio cultural para a próxima sexta-feira, dia 23 de julho. O CAF convida toda a comunidade para uma visita ao encantador local onde se situa La Maison Trestler.

Longe do burburinho da cidade, La Maison Trestler é uma esplêndida construção ancestral situada nas margens do Rio des Outaouais e do Lago Deux-Montagnes. A excursão inclui uma visita guiada e a descoberta da exposição Aux couleurs du Portugal, da pintora Lourdes Sabino.

O LusoPresse, com esta edição, entra imediatamente de férias. E o regresso ao contato com os nossos leitores dar-se-á no dia 2 de Setembro, com a edição número 229.

Entretanto, até lá, a Equipa do LusoPresse deseja boas férias para todos, muito especialmente para os nossos fiéis leitores, assim como para todos os nossos anunciantes, na realidade os grandes obreiros do jornal.

"Y Viva España!"

Apetecia-me ficar por aqui, sem mais palavras.

O Norberto ilustrava o feito com as mil e uma imagens/fotografias do(s) jogo(s) do 1.º título mundial de futebol espanhol, e por aqui ficava registado o meu tributo de felicitações aos vencedores, mesmo que eles nem saibam que os vi(mos) ganhar, tão pouco imaginem que um jornal da Comunidade Portuguesa de Montreal, Quebeque, Canadá, gosta de futebol e reconhece quem sabe praticá-lo com destreza, prazer, rigor, frieza e talento.

Vítor Carvalho

Por Vítor Carvalho

fotoDepois de ter sido entronizada com a medalha do Instituto do Vinho do Porto, em cerimónia realizada no Palácio da Bolsa, na cidade do Porto, Helena Loureiro foi convidada pelo presidente da República, Dr. Aníbal Cavaco Silva, para participar no «Encontro com Jovens Cozinheiros Portugueses», promovido no passado dia trinta de Junho, no Palácio de Belém.

Influenciada pela mãe e pela tia, começou a cozinhar aos 11 anos e cedo percebeu que era na cozinha que se sentia feliz. Aos 21 anos, Helena Loureiro, trocou o Ribatejo por Montreal e é hoje uma das, senão mesmo a chefe portuguesa mais reconhecida da cidade.

De regresso de uma viagem especial a Portugal, Helena Loureiro do restaurante Portus Calle, partilhou com o LusoPresse a alegria que sentiu ao ser distinguida como membro da Confraria do Vinho do Porto. Mas a viagem da chefe portuguesa foi ainda condimentada pela participação num encontro de jovens chefes organizado pelo Presidente da República, Cavaco Silva, no Palácio de Belém.

Entrevista de Inês Faro

foto

Um bom filme a ver para conhecer um homem fora do comum.

Mesmo se não fosse só pelo facto que Robert Piché salvou da morte tantas vidas portuguesas, a comunidade devia obrigatoriamente conhecer este homem. É preciso ir ver este filme que conta a vida tumultuosa do célebre piloto por que é uma boa produção quebequense. Do princípio ao fim do filme nunca nos aborrecemos. Mas quando for ver «Piché: entre ciel et terre», se chora facilmente, leve consigo uma caixa de lenços. Muita emoção!

Reportagem de Jules Nadeau

foto

Tem o seis nas costas, mas não é um meia, como dizem os brasileiros, ele é um jogador inteiro. Pode ser baixinho, mas agigantou a Espanha e ficou com o mundo a seus pés. A partir de agora, sempre que se comece a falar da história do futebol espanhol, lá estará obrigatoriamente a gesta do Iniesta. É verdade que sem Iniesta não seria tamanha a festa, mas não seria justo realçar só o papel do herói do dia quando a Espanha se evidenciou sobretudo como colectivo. Um modelo de solidariedade, de coesão, de equipa, de convicção Tudo muito bem orquestrado. Ali ninguém faz banda à parte, só se segue a partitura e os chefes de orquestra que vão marcando o compasso e o andamento com a batuta do seu talento, sem batota. Com Xavi, Iniesta e Villa, não há chinfrim, há festa, há maravilha!

Por Arlindo Vieira, Colaboração Especial

O Centro de Acção Sócio-Comunitária de Montreal informa que está a organizar, no quadro das atividades para a 3ª idade, uma saída a Morrisburg, em Ontário, à «Upper Canada Village», no dia 18 de agosto. Se tem mais de 55 anos esta atividade é para si. Venha participar nesta saída de verão e ver como se vivia no século XIX. Poderá explorar ao seu ritmo mais de 40 edifícios que retratam a vida dos anos 1800.

Terminado o Campeonato do Mundo de Futebol África do Sul2010, decidimos analisar as suas principais incidências, a começar pela Primeira Fase, onde as equipas, divididas em oito grupos, jogam entre si o apuramento para os oitavos-de-final. Depois, num segundo texto, analisamos, nesta mesma edição, o percurso a eliminar que medeia os oitavos e a grande final.

Norberto Aguiar

Por Norberto Aguiar

foto

Em 1859 o naturalista britânico Charles Darwin surpreendeu a comunidade científica demonstrando que o ser humano é o resultado de uma evolução biológica, por via de processos de seleção natural ["A Origem das Espécies"]. O mundo espantou-se ao ouvir que não passávamos de descendentes dos macacos, numa versão mais sofisticada dos nossos primos quadrúpedes.

Por Inês Faro

(quarta e última parte)

"Habiamo Campione!"... eis que depois de trinta dias de fumaça negra, saiu do interior do estádio Soccer City de Joanesburgo a fumaça branca, acompanhada da cacofonia das vuvuzelas, anunciando a vitória da Selecção Espanhola. O mundo do futebol internacional tem os seus novos ídolos, e a Espanha os seus novos "Reyes"! Bem os haja! VIVA ESPAÑA! Mesmo se, de certa forma, os jogadores holandeses tinham razão para espernear como o fizeram depois do árbitro lhes ter negado o escanteio óbvio ao qual teriam tido direito, logo antes do golo de Andrés Iniesta, força é de reconhecer e aclamar que a melhor equipa ganhou o jogo... e o Mundial 2010. Pessoalmente, eu não sentia muita empatia pela selecção que tinha mandado a nossa para casa logo nos oitavos-de-final, e estava torcendo pela vitória dos laranjas. Mas, mais uma vez, não haja dúvida: a Selecção espanhola mereceu a conquista do título e o grande momento de euforia. Fiquei feliz em constatar que o próprio técnico holandês, Bert Van Marwijk, reconheceu no dia seguinte ao jogo que "a Espanha é uma melhor selecção e mereceu ganhar."

Por Duarte Miranda, Colaboração Especial


Acordo Ortográfico

Apesar das resistências encontradas na imprensa portuguesa em geral, o LusoPresse decidiu adoptar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa pelas razões que já tivemos a oportunidade  de referir noutro local.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.
 
Carlos de Jesus
Diretor
LusoPresse - 2019

Valid XHTML 1.0 Transitional