Edição  Texto

Ano  XI - Nº 163 Montreal, 1 de Julho de 2007 Notícias e comentários da comunidade lusófona
ARTIGOS E COMENTÁRIOS
Sem Portugal no coração
Olho Comunitário

  Editor: Norberto Aguiar
  Director: Carlos de Jesus
  Meteo

Links Úteis

Teia Portuguesa



Carrefour Lusophone


Viragem.net
Páginas de Montreal

Saturnia
Primeira Página Páginas Interiores
 No Partido Liberal do Canadá

Stéphane Dion «conversa» com a Média étnica

Por Norberto Aguiar




 




Stéphane Dion, chefe do Partido Liberal do Canadá quando, na passada semana, reuniu num hotel de Montreal com os jornalistas da Imprensa étnica. O jornalista Basilio Giordano assessorou-o
Foto LusoPresse


O chefe do Partido Liberal do Canadá, Stéphane Dion, convocou os Média étnicos para um encontro no qual os assuntos principais a discutir foram a situação política no Canadá e o funcionamento do seu partido numa altura em que se fala em eleições - talvez aconteçam na Primavera de 2008.A reunião, que contou com uma trintena de jornalistas, teve lugar no Hotel Place D’Armes, na rue St-Jacques, no Velho Montreal.



Guerra no Afeganistão, relações com a Palestina e China, e o Multiculturalismo fizeram parte da discussão entre Stéphane Dion e a grande parte dos jornalistas presentes. Para todas as questões o chefe da Oposição no Parlamento de Otava respondeu com alguma segurança, prova de que domina os principais dossiers do país, e quando assim não aconteceu, o líder liberal refugiou-se na sua assessora, que pensamos terá acabado de ocupar o cargo.







Madame paradis na apresentação de Josée Abi-Saad..
Foto LusoPresse

«O Canadá merece a admiração do Mundo inteiro, pois trata-se de uma sociedade verdadeiramente multicultural, isto apesar de termos de continuar a progredir», disse Stéphane Dion em resposta a um jornalista. E mais adiante, o deputado do círculo eleitoral de St-Laurent haveria de dizer ainda que «o meu desejo é que os grupos que compõem o nosso mosaico multicultural contribuem para fazer da nossa sociedade, que é simplesmente tolerante e aberta, uma sociedade verdadeiramente igualitária, que favoreça a parceria». Quase de seguida, Stéphane Dion lembrou de resto o enraizamento do Partido Liberal do Canadá relativamente ao Multiculturalismo, que considera merecer um contínuo e franco diálogo de maneira a que ele possa continuar a evoluir.







Eva Nassif com Stéphane Dion.
Foto LusoPresse

«Hoje, todos devemos enfrentar o desafio de tornar o Canadá mais justo, mais próspero e mais verde. Para isso, devemos contar com as competências e o talento de todos os canadianos a fim de assegurar um futuro melhor às nossas crianças. Isto significa colaborar uns com os outros de maneira a podermos integrar as perspectivas e experiências particulares dos novos canadianos na nossa economia, na nossa sociedade», insistiu.

Depois, o chefe liberal haveria ainda de responder a questões mais particulares, concretamente ligadas à vida interna de cada comunidade, onde os problemas, na maior parte das vezes, só têm solução no interior delas mesmas.

O representante do LusoPresse também abordou Stéphane Dion, mormente no tocante à pouca visibilidade política dos portugueses e lusodescendentes no Partido Liberal do Canadá, mesmo se eles votem massivamente neste partido.

Entretanto, no final do encontro, percebemos que já há pelo menos uma portuguesa que começa a colocar os seus «peões» na perspectiva de uma candidatura...

Coquetel com música

Terminado o encontro, os jornalistas foram convidados a tomar uma bebida no bar do hotel, o Suite 701, um espaço verdadeiramente in. Na ocasião, assistimos à actuação da jovenzita violinista Josée Abi-Saad, de 11 anos apenas, mas já com qualidade. Josée Abi-Saad é filha da candidata por Terrebonne, Eva Nassif e do Engenheiro Georges Abi-Saad, ambos presentes.

O jovem Ricardo Massa seria o empregado brasileiro que nos serviria.







Copyright 2004-2006 LusoPresse
All copyrights acknowledged. All rights reserved.