Edição  Texto

Ano  XI - Nº 156 Montreal, 15 de Março de 2007 Notícias e comentários da comunidade lusófona
ARTIGOS E COMENTÁRIOS
Editorial
Olho Comunitario

  Editor: Norberto Aguiar
  Director: Carlos de Jesus
  Meteo

Links Úteis

Teia Portuguesa



Carrefour Lusophone


Viragem.net
Páginas de Montreal

Saturnia
Primeira Página Páginas Interiores


Celebração do Dia da Mulher do LusoPresse

Por Vitória Faria



No âmbito das celebrações do 10.º aniversário do LusoPresse e do Dia da Mulher realizou-se no dia 14 um almoço-conferência no «Chez le Portugais», com duas convidadas bem conhecidas dos portugueses: a Dr.ª Maria Barroso e a Dr.ª Maria Manuela Aguiar. Deslocando-se a Toronto para uma comemoração do Dia da Mulher naquela cidade, tinham aceite com a maior das gentilezas de se deslocarem a Montreal para participarem nesta festa. Infelizmente, devido à falta de voos directos de Lisboa para a nossa cidade tiveram de aterrar em Toronto, ontem, e de dar hoje um salto de umas horas até aqui.

A afluência ao almoço foi ainda maior do que se esperava e a sala que pode conter até cerca de cem convidados estava cheia. Foi como se as mulheres portuguesas não quisessem perder esta ocasião única de encontrar as célebres compatriotas.



Para avivar a memória dos nossos leitores uma pequena nota biográfica.

Maria de Jesus Simões Barroso Soares é a mulher de Mário Soares, mas ela tem por si mesma uma brilhante carreira. Formada do Conservatório de Arte Dramática com 19 anos foi actriz no Teatro Nacional, é formada em Ciências Histórico-Filosóficas, co-fundadora, militante e deputada à Assembleia da República pelo Partido Socialista, Primeira Dama, fundadora da Liga dos Direitos das Mulheres, de Emergência Infantil, Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, criadora da Fundação Pró Dignitate, etc., etc.

Maria Manuela Aguiar Dias Moreira foi deputada na Assembleia da República pelo PPS/PSD, deputada no Parlamento Europeu para a Emigração, Secretária de Estado da Emigração e Comunidades Portuguesas, Assessora Provedor de Justiça e exerce hoje responsabilidades no Município de Espinho, além de ser uma especialista das questões das mulheres emigrantes, tendo já efectuado diversas missões no Canadá.

O almoço começou com a apresentação das personalidades presentes pelo director do LusoPresse. Estavam na sala dois candidatos do Partido Liberal, Nathalie Rochefort por Mercier e Gerry Sklavounos por Laurier-Dorion, além da actual ministra da Emigração Lise Thériault.

Havia ainda a vereadora municipal Isabel dos Santos, que tinha levado as convidadas a assinar o Livro de Honra da Cidade de Montreal.

Do lado português, presente o cônsul-geral Dr. Carlos Oliveira, a directora-geral da Caixa de Economia dos Portugueses de Montreal, Jacinta Amâncio, Manuel Linhares também da Caixa e uma sala cheia de portugueses e quebequenses, com uma esmagadora presença feminina.

Foi a vez do editor do jornal de sublinhar que a comemoração do Dia da Mulher é uma tradição do LusoPresse e que a presença das duas convidadas era uma honra e se devia à amizade de Manuela Aguiar pelo jornal. Agradeceu à Caixa de Economia o apoio dado a esta festa, assim como ao Sr. Henrique Laranjo, que está sempre pronto a apoiar as iniciativas da comunidade.

Em seguida tomou a palavra Lise Thériault, que em plena campanha eleitoral era esperada no seu círculo eleitoral (Anjou) mas que tinha querido marcar a sua presença nesta festa da comunidade portuguesa como sempre o faz. Felicitou as duas damas pela luta que têm desenvolvido pelos direitos das mulheres e sublinhou que Maria Barroso é uma autêntica pioneira. Acrescentou que o actual governo do Quebeque conta com 40% de deputadas e promulgou uma lei que obriga as sociedades do Estado a contarem na sua direcção metade de homens e metade de mulheres, sendo indistintamente provenientes de todas as origens.

Foi a vez do Dr. Carlos Oliveira de agradecer à Ministra a sua acção junto das comunidades, assim como a sua presença. Felicitou o LusoPresse pelas suas iniciativas, às quais tem vindo a assistir nestes dois anos e meio da sua presença em Montreal.

Numa prova contra-relógio, pois as nossas convidadas deviam regressar a Toronto pelo avião das cinco horas, falaram a Dr.ª Maria Manuela Aguiar e a Dr.ª Maria Barroso Soares. Das palavras de ambas daremos conta no próximo número, pois foram demasiado importantes para as resumir em dois parágrafos, visto que a hora de fecho do jornal se aproxima e a noite vai alta.

Antes de se dirigiram ao aeroporto fizeram uma pequena visita à Caixa de Economia, de que os responsáveis estavam muito orgulhosos e que as impressionou grandemente. «Um exemplo para outras comunidades portuguesas das muitas espalhadas pelo mundo» comentou a Dr.ª Manuela Aguiar.

Esperemos que não tenham perdido o avião!




Copyright 2004-2006 LusoPresse
All copyrights acknowledged. All rights reserved.