logo
rss  Vol. IX - Nº 129         Montreal, QC, Canadá - domingo, 29 de Março de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Escândalo é a única tábua de salvação dos conservadores

Entrevista de Patrícia Viegas

Que opinião guardam os canadianos e os imigrantes portugueses sobre os 12 anos em que o Partido Liberal tem estado no poder no Canadá?

O Partido Liberal do Canadá (PLC) é o partido de uma grande parte dos canadianos e, embora estivesse agora a governar com uma minoria, acredito que a maioria dos canadianos estão a seu favor. Quanto aos portugueses, arriscaria dizer que 90% votam no PLC. Houve este escândalo de corrupção envolvendo os liberais, em que se descobriu o envolvimento do antigo ministro Alfonso Gagliano, que Jean Chrétien [então primeiro-ministro] nomeou depois embaixador na Dinamarca, numa tentativa de afastar o assunto e fazê-lo cair no esquecimento. Paul Martin, quando chegou a primeiro-ministro, considerou nada ter que ver com esse escândalo, apesar de na época ser ministro das Finanças de Chrétien, demitiu Gagliano e decidiu criar uma comissão de investigação.

O facto de a comissão do juiz John Gomery ter determinado que Paul Martin não esteve implicado no chamado «escândalo dos subsídios federais» pode indicar que ele tem fortes hipóteses de levar os liberais a mais uma vitória?

Ele venceu com minoria em Junho de 2004 e apoiava-se no Novo Partido Democrático (NPD), o mais à esquerda de todos e que é também o partido dos sindicatos, mas agora este partido decidiu aliar-se à oposição para derrubar o Governo. A oposição não acredita nas conclusões da comissão Gomery. Mas o público em geral parece aceitá-las.

No caso de os liberais voltarem a ganhar com minoria a 23 de Janeiro, onde vai Martin procurar aliados?

O NPD apoiou sempre o Governo e, por isso, o executivo de Martin não caiu. Mas, ultimamente o PLC tomou medidas que vão contra aquilo que o NPD defende, como foi por exemplo a redução dos impostos para as empresas. Assim, o NPD resolveu unir-se à oposição, nomeadamente ao Partido Conservador (PC) e ao Bloco do Quebeque (BQ).

Mas considera que outro Governo de minoria vai conseguir sobreviver? Este resistiu apenas 17 meses...

O que as últimas sondagens indicam é que o PLC vai ganhar com uma minoria. Mas, desta vez, penso que vai ser legitimado pelo povo. E, caso o PLC ganhe, é possível que o NPD repense a sua posição e aceite voltar a apoiar o PLC. Este, por seu lado, vai ter também de aceitar algumas das reivindicações do NPD.

Quais serão os principais temas desta campanha eleitoral de Inverno?

Há diversos patamares. O PLC, que quer recuperar alguns deputados no Quebeque, vai defender a boa situação económica do país. O Canadá é dos membros do G7 com menos problemas financeiros. E a taxa de desemprego (na ordem dos 7%) é das mais baixas dos últimos 30 anos. E vai ainda insistir no facto de o BQ, além do seu ideal separatista para o Quebeque, não ter alternativas a apresentar. O PC, que não tem expressão no Quebeque, vai insistir naquele escândalo de corrupção. Este argumento parece ter pouca importância para os eleitores. Mas ele é a única tábua de salvação dos conservadores.

Norberto Aguiar,

Chefe de redacção e editor do jornal português «Lusopresse»

Política Canadiana
Que opinião guardam os canadianos e os imigrantes portugueses sobre os 12 anos em que o Partido Liberal tem estado no poder no Canadá?
Escndalo nica tbua de salvao dos conservadores.doc
 
no
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020