logo
rss  Vol. IX - Nº 129         Montreal, QC, Canadá - sábado, 04 de Julho de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContactos arrowÚltima hora arrowClima arrowEndereços úteis
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Círculo eleitoral de Papineau

Pierre Pettigrew com tarefa árdua

LusoPresse –

Pierre Pettigrew.jpg

, ministro dos Negócios Estrangeiros do Canadá do governo que acaba de cair, lançou a sua campanha de candidato do círculo eleitoral de Papineau no passado dia 4 de Dezembro.

A sessão política teve lugar no bairro Parc Extension, no 7200 da rue Hutchison, naquele domingo e contou com uma sala cheia. Para além de muitos étnicos, de maioria sul-asiática, a reunião também contou com muitos políticos importantes do Partido Liberal do Canadá. Foi assim que marcaram presença no escritório eleitoral liberal de Papineau Jean Lapierre (Outremont), Denis Coderre (Bourassa), Eleni Bakopanos (Ahuntsic), Pablo Rodriguez (Honoré-Mercier), Soueng Tang (Laurier-Ste-Marie), Massimo Pacetti (St-Léonard-St-Michel), Suzanne Harvey (Rosemont-La Petite Patrie), Vicky Harvey (Hochelaga), e Marie-Mignaud Dominique (La-Pointe-de-l»île), para além de Pierre Pettigrew, bem entendido.

Encarregou-se de apresentar os oito candidatos do leste da cidade, o ministro dos Transportes do Canadá, Jean Lapierre. «Sinto-me feliz por apresentar e poder contar com uma equipa de candidatos implicados na comunidade e determinados em que o Quebeque e o Canadá sejam vencedores».

«Empurrado» pelas palavras de apoio da plateia, o ministro dos Transportes, fogoso e irrequieto como é, não deixou de apontar as baterias para os seus principais adversários, os candidatos bloquistas, a quem chamou de «ganga de separatistas», o que lhe valeu fartos aplausos. Depois, e sempre em tom entusiástico, Jean Lapierre enalteceu o desempenho do seu governo tanto no plano económico como no plano da imigração. Valorizou os orçamentos positivos dos últimos oito anos e lamentou que haja pessoas interessadas em desestabilizar um país que é, no estrangeiro, «invejado por todos».

Pierre Pettigrew, que começou por agradecer a presença dos seus colegas ministros e deputados, considerando que «estamos todos na mesma luta», para depois se dirigir à assistência, maioritariamente imigrante. Por isso não demorou que o importante ministro federal falasse no apoio do Canadá aos países confrontados com o maremoto do Sul da Ásia e mais recentemente com a catástrofe que se abateu sobre o Paquistão e Índia. As suas palavras foram muito bem recebidas.

Agora mais virado para o interior do seu círculo eleitoral, o ministro dos Negócios Estrangeiros do Canadá agradeceu todos aqueles que nos bairros de Villeray e Parc Extension o elegeram em quatro mandatos seguidos depois de 1996. «A minha primeira prioridade é de representar na Câmara dos Comuns os meus eleitores, ainda antes de representar o meu país na cena internacional», disse.

Antes de pôr ponto final no seu discurso, Pettigrew ainda avançou nas críticas aos seus adversários conservadores, mas com mais ênfase nos bloquistas, a quem acusou de quererem dividir as famílias quebequenses com mais um referendo, que «a maioria da população do Quebeque não quer».

Política
O ministro dos Negócios Estrangeiros do Canadá do governo que acaba de cair, lançou a sua campanha de candidato do círculo eleitoral de Papineau no passado dia 4 de Dezembro.
Crculo eleitoral de Papineau.doc
 
yes
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020