www.lusopresse .com

  Este espaço está reservado para si !
514-272-0110

www.lusopresse.com - Editor: Norberto Aguiar - Director: Carlos de Jesus

Volume IX - Nº 120 - Montreal, 1 de Julho de 2005

 
   
     
No Campeonato do Mundo  
Meaghan Benfeito representa o Canadá  
LusoPresse  

Meaghan Benfeito, a nossa coqueluche feminina dos saltos para a água no Canadá, está apurada para representar este país nos próximos Campeonatos Mundiais de Natação, a disputar de 16 a 31 de Julho nas águas das novas piscinas da Ilha de Santa Helena, na Terre des Hommes, em Montreal.

Depois de ter falhado a qualificação individual para aqueles campeonatos por um lugar – ficou em terceira, quando cada país só pode apresentar dois atletas por disciplina – Meaghan Benfeito, apenas 16 anos de idade e muito tempo à sua frente, acabou por ser escolhida pela sua federação para tomar parte na disciplina da torre dos 10 metros, estilo sincronizado, fazendo equipa com Roselin Fillion, uma colega de clube (CAMO) e de quem é amiga, apesar de nas competições individuais serem honestas rivais. Esta qualificação vem de certa forma atenuar a tristeza que Meaghan sente por não ter podido apurar-se para as provas individuais do importante certame mundial.

Vejamos, entretanto, o comportamento de Meaghan Benfeito no decorrer do Campeonato do Canadá, em todas as categorias, isto é, seniores e juniores em conjunto pelos melhores resultados, disputado na cidade de London, no Ontário, e que serviu de apuramento para a prova de Montreal.

Na prancha de 3 metros, que lhe estava destinada como prova qualificativa, Benfeito terminou no terceiro lugar, como já dissemos. Nas pranchas de 1 e 10 metros, Meaghan Benfeito não foi tão feliz, se assim se pode dizer sempre tendo em consideração que se tratava do Campeonato Geral do Canadá e não uma prova júnior, que é a categoria dos seus 16 anos de idade, ao obter o 5° e 10° lugares respectivamente.

Seja como for, a nossa lusodescendente, que já aparece em páginas inteiras dos grandes jornais canadianos pela sua categoria, sem estar totalmente satisfeita com a sua participação na grande prova canadiana, o que só demonstra que quer sempre mais e que esse mais é ganhar títulos, estará a representar o Canadá ao mais alto nível da sua modalidade, o que só trará orgulho para si, para a sua família e para a comunidade de onde é oriunda.

E agora esperemos que tenha sorte na luta contra as poderosas chinesas, japonesas, alemãs, e outras.


 
 

Voltar ao topo da página
Página principal