logo
rss  Vol. VII - Nº 117         Montreal, QC, Canadá - quarta-feira, 25 de Novembro de 2020
arrowFicha Técnica arrowEstatutos arrowPesquisar arrowContacto arrowÚltima hora arrowClima
Partilhe com os seus amigos: Facebook

Por via dos jogos de futebol

Clubes e Associações Portugueses em Tribunal?

LusoPresse – O LusoPresse tomou conhecimento que um grupo de clubes e associações portugueses da Comunidade da Grande Cidade de Montreal foi intimado a comparecer em tribunal, por via de recorrer às transmissões dos jogos de futebol de maneira pirata.

O caso apareceu, assim, de repente, mercê de queixas apresentadas não se sabe bem por quem mas que os clubes e associações visados parecem ter sob a sua mira. De resto, as especulações não param, havendo quem adiante que serão as organizações que pagam – a preço de oiro, diga-se – o sinal que fizeram queixa para o promotor de Toronto. Outros, ainda mais especulativos, falam na presença de um «delegado» local que estará encarregue de transmitir informações para o patrão do Ontário.

Seja como for, a verdade é que os clubes e associações em falta estão agora com o tribunal à perna, não sabendo que consequências irão arcar, numa de falta de responsabilidade incrível, pois com a lei não se brinca, por mais injusta que ela seja. De resto, esses organismos estavam a ser nitidamente desleais para com aqueles que pagavam a choruda maquia pedida pelo promotor de Toronto.

O LusoPresse promete, em tempo oportuno, desvendar este caso complicado que pode mesmo pôr em causa a sobrevivências de alguns organismos da Comunidade.

Desporto
no
LusoPresse – O LusoPresse tomou conhecimento que um grupo de clubes e associações portugueses da Comunidade da Grande Cidade de Montreal foi intimado a comparecer em tribunal, por via de recorrer às transmissões dos jogos de futebol de maneira pirata.
Por via dos jogos de futebol.doc
O tempo no resto do mundo

Arquivos

Acordo Ortográfico

O que é o novo acordo?

O LusoPresse decidiu adotar o novo acordo ortográfico da língua portuguesa.

Todavia, estamos em fase de transição e durante algum tempo, utilizaremos as duas formas ortográficas, a antiga e a nova.   Contamos com a compreensão dos nossos leitores.

Carlos de Jesus
Diretor

 
LusoPresse - 2020