www.lusopresse .com

  Este espaço está reservado para si !
514-272-0110

www.lusopresse.com - Editor: Norberto Aguiar - Director: Carlos de Jesus

Volume IX - Nº 115 - Montreal, 15 de Abril de 2005

 
   
     
Centre d'Études et de Recherches sur le Brésil  
UMA VISÃO SOBRE O MEIO AMBIENTE  
Por Sandra Leitão  

Nos dias 30 de Março a 01 de Abril, o CERB - (Centre d'Études et de Recherches sur le Brésil) da UQÀM, realizou o Forum BRASIL, CIÊNCIA E SOCIEDADE sobre o meio ambiente (Environnemente et Génomique), onde estiveram presentes membros da comunidade científica e pesquisadores de universidades do Quebec e do Brasil. Foram discutidos assuntos importantes, como a biodiversidade brasileira, o papel do governo e da sociedade sobre a biotecnologia e os ecossistemas do Brasil, a importância da Amazônia e os trabalhos realizados para seu desenvolvimento sustentável, no sentido de controlar o desmatamento e a biopirataria. Os temas foram apresentados por representantes de diversas entidades, como a EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), a Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Amazonas, pesquisadores de universidades brasileiras e da UQAM sobre educação ambiental, ecologia e gestão da água. Essa rodada de discussões veio coincidir com a divulgação, na primeira semana de abril, de um estudo encomendado pela Organização das Nações Unidas (ONU), o qual que afirma que o nosso planeta pode sofrer um colapso ambiental ainda neste século, se medidas enérgicas não forem tomadas para reverter o quadro de devastação dos recursos naturais.
Da esquerda para a direita, o Sr. Gaëtan Tremblay, diretor do CERB, Sr. Normand Brunet, organizador do Forum e professor do Instituto de Meio Ambiente da UQAM, Sr. Washington Luís Pereira de Souza, cônsul do Brasil em Montreal

Estudo da ONU afirma que planeta pode sofrer um colapso ambiental.
Segundo o relatório da ONU, que envolveu cientistas de 95 países, a destruição dos ecossistemas causará o aparecimento de novas doenças, o fim da pesca e surgimento de zonas desertas no planeta. Mas o maior impacto será sentido na escassez da água. O uso dos recursos de água está sendo feito em um ritmo maior do que se gera. Segundo esse relatório, "nos últimos cinquenta anos nós alteramos as estruturas dos ecossistemas globais em uma velocidade mais rápida que em qualquer outro período da história". Essas alterações produziram o envenenamento e eliminação das fontes de água e extinção gradativa de espécies animais e vegetais. Cerca de 60 por cento dos ecossistemas do mundo estão degradados e até 20% das florestas do mundo serão transformadas em lavoura até o ano de 2050. As perspectivas para um futuro próximo são alarmantes e colocam em vulnerabilidade 2 bilhões de pessoas que já estão vivendo em áreas de risco. Estão previstos para os anos de 2005/2006 outros estudos em diversas regiões do mundo, sobre as relações entre o ecossistema global e o bem estar humano, com o propósito de sensibilizar governos e a população, que os riscos são reais e não peças de ficção promovidas ambientalistas radicais.

Ressaltamos que a iniciativa do CERB em realizar o Forum sobre o Meio Ambiente, se deu em um momento crucial e reflete a importância da cooperação científica e universitária Canadá/Brasil. O Forum do CERB foi realizado no Biodôme de Montreal, um local que nos convida à reflexão da importância da preservação do meio ambiente no nosso planeta.

 
 

Voltar ao topo da página
Página principal